Você está aqui:Home » Enem » Saiba Como Fazer um Plano de Estudos para o ENEM

Saiba Como Fazer um Plano de Estudos para o ENEM

Olá, leitores

O ENEM está logo aí e muitas vezes não estudamos de forma eficaz. Isso acontece por não termos um plano de estudo eficiente.

Estudar não é só pegar um monte de livro e ir lendo como se não houvesse amanhã, é necessário criar um plano de estudos que funcione. Cada pessoa aprende de uma forma diferente e com uma rotina diferente. Mas estamos aqui para tentar ajudar com algumas dicas.

Como criar um plano de estudos eficiente para o ENEM

Confira algumas dicas para criar um bom plano de estudos para o ENEM:

Passo 1: Descubra o seu estilo de aprendizagem

Se você não sabe como você aprende melhor, será impossível para você aprender de forma eficiente. Há cinco diferentes estilos de aprendizagem, os quais se dividem em dois grupos.

Existem diferentes maneiras de aprender. Cada pessoa tem o seu próprio estilo e é por isso que você precisa encontrar o seu.

De forma sucinta os modos de aprendizagem são:

  • Visual: Você aprende melhor observando e vendo. A melhor forma para você aprender é através de vídeos, gráficos e imagens;
  • Audiovisual: Às vezes é necessário ouvir além de ver. Essas pessoas aprendem melhor quando escutam uma palestra uma aula ou vídeo;
  • Verbal: Os que aprendem de maneira verbal possuem facilidades na leitura. Tentar aprender através de artigos e livro é mais fácil para esse grupo;

Agora você precisa descobrir qual é à sua maneira e começar o seu plano de estudos a partir dessa informação.

Passo 2: Defina objetivos realistas

Há duas etapas para alcançar um objetivo: planejamento e execução. Um plano sem execução não é bom, mas execução sem um planto também não funciona. Você só vai alcançar seu objetivo se saber aliar ambos.

O problema com a criação de metas de estudo realistas é que a maioria de nós não sabe o que é realista.

Alguma vez você disse a si mesmo: Amanhã vou ler cinco capítulos no meu livro de biologia, completar a tarefa de classe e fazer um questionário online – e, em seguida, não conseguiu fazer tudo e me sentiu mal sobre isso?

Tente descobrir qual é o seu limite, não ache que vai conseguir estudar 10 horas por dia de uma dia e no outro dia não estudar nada, o importante é ter consistência.

Faça o que é possível para você.

Passo 3: Crie uma rotina e um local de estudos

Melhor do que estudar 20 horas em um dia é estudar 2 horas por dia durante uma semana inteira.

A constância é mais importante do que a quantidade.

Portanto escolha uma hora do seu dia e dedique ela ao estudo. E se mantenha fiel a esse horário, tente não ficar trocando.

De preferência para horários durante a noite, nosso cérebro aprende melhor durante esse tempo.

Da mesma forma que a sua rotina precisa ser organizada, o lugar onde você estuda também precisa ser organizado e limpo.

Estudar em um local desorganizado e barulhento diminui muito o rendimento.

Passo 4: Priorize as matérias

Agora é hora de estudar para valer. Mas não adianta dedicar o mesmo tempo para todas as matérias se você domina algumas e outras não.

Tente priorizar quais matérias você tem menos conhecimento. Dedicando mais horas de estudo a elas e menos horas para as matérias que você já domina e só precisa dar uma revisada ou uma “esquentada no conhecimento”.

Passo 5: Respeite o seu plano de estudo

Agora que você criou o seu plano de estudo, “respeite-o”. Mantenha a sua rotina de estudos, a prioridade e quem estuda e tudo de forma constante.

Lembre-se que é a constância e a rotina que importam na hora do estudo.

Quais as suas expectativas para o ENEM esse ano, leitores?

Até mais!

Deixe um comentário

© 2012-2017 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo