Você está aqui:Home » Livros Grátis » Ciências Exatas » Revista digital gratuita traz problemas e passatempos matemáticos

Revista digital gratuita traz problemas e passatempos matemáticos

Olá, leitor(a)! 

Uma Mente Brilhante (2002), O Jogo da Imitação (2014) e O Homem que Viu o Infinito (2016) são alguns dos vários filmes que falam sobre grandes matemáticos da história. Após assistir a essas produções, é quase impossível não admirar o universo dos números ou desejar possuir talento para a matemática. Este último, porque muitas vezes somos levados(as) a acreditar que trabalhar com números é muito difícil e algo reservado apenas para quem tem o dom 

Nesse sentido, e buscando descomplicar a ideia que se tem sobre o aprendizado de matemática, o Centro de Aperfeiçoamento do Ensino de Matemática (CAEM) — do Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo (IME-USP) — disponibiliza gratuitamente a Revista Malba. A publicação é baseada no método de Malba Tahan, apresentando problemas e desafios matemáticos de uma maneira divertida. 

Revista digital gratuita traz problemas e passatempos matemáticos

Fonte: Reprodução

Revista Malba

Quando perguntados(as) sobre as dificuldades encontradas no aprendizado de matemática, muitos(as) estudantes respondem não verem função prática, por exemplo, no uso da fórmula de Bhaskara ou da geometria plana. Isso acontece porque, em alguns métodos de ensino, prioriza-se trabalhar fórmulas isoladamente e não a partir de situações cotidianas.  

Com o intuito de simplificar e tornar lúdico o aprendizado da matemática, e para comemorar o Dia Nacional da Matemática (em 6 de maio, mesmo dia do nascimento de Malba Tahan), o CAEM organizou a publicação da Revista Malba. A proposta do periódico, já em sua 6ª edição, é recuperar o método de ensino usado em O Homem que Calculava, livro do famoso escritor árabe Malba Tahan. 

Em todas as edições da revista, encontramos os mais distintos passatempos matemáticos inspirados  ou com pequenas modificações em relação aos originais  nas histórias de Beremiz Samir, protagonista do livro. Assim, é possível resolver os problemas a partir de lendas, caça-palavras e muitos outros desafios instigantes.  

As publicações feitas de 2016 até 2019 contam com as dicas e soluções das atividades em suas páginas finais, já os resultados da edição de 2020 e os resultados da edição de 2021 devem ser acessados em documentos separados, na página do CAEM. A ideia é fazer com que se dedique tempo para pensar nas questões, sem recorrer às soluções, por isso, inclusive, é sugerido que se use as dicas antes de consultar as respostas.   

Para obter mais informações e ter acesso ao conteúdo disponível na última edição da Revista Malba, lançada em 2021, clique neste link

Malba Tahan

Assim como Ricardo Reis, Bernardo Soares, Alberto Caeiro e muitos outros foram escritores fictícios criados por Fernando Pessoa — com origens, características e estilos de escrita distintos —, Malba Tahan é um personagem que assume a autoria das obras do professor Júlio César de Mello e Souza, precursor de um ensino inovador da matemática. 

Ali Yezid Ibn-Abul Izz-Eddin Ibn-Salin Malba Tahan nasceu em 6 de maio de 1885, exatamente dez anos antes de seu criador, nascido em 6 de maio de 1895. Mello e Souza foi um apaixonado pela história, pela língua e pela cultura árabe, e, diante de um difícil cenário de publicação, acreditou que a criação de um heterônimo de origem muçulmana causaria um impacto que ele por si só não poderia 

Dessa forma, surgiram mais de 55 obras atribuídas a Malba Tahan, entre as quais a mais conhecida: O Homem que Calculava. Publicado em 1938, o livro conta as aventuras de um calculista persa chamado Beremiz Samir. Acompanhamos, assim, diversos acontecimentos cheios de problemas e enigmas que apresentam o mundo da matemática de um jeito muito mais interessante.  

Sobre o CAEM

Administrado por docentes do Departamento de Matemática do IME-USP, o CAEM foi criado em 1985 pelo próprio Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo. A organização tem como missão aperfeiçoar e difundir produções científicas e culturais voltadas para o ensino de matemática na educação básica 

Para que isso seja possível, o Centro atua na promoção de oficinas, consultorias, palestras e outros eventos direcionados para professores(as) de matemática. Além disso, realiza publicações e projetos para apoiar o ensino da disciplina. Caso queira saber mais, acesse aqui 

Está pronto(a) para se aventurar no universo matemático? Compartilhe este texto com os(as) amigos(as) e solucione os problemas com eles(as)!  

No Canal do Ensino, leia também: 

Boa sorte com os desafios e até breve!  

 

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo