Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Qual a diferença entre discente e docente?

Qual a diferença entre discente e docente?

Olá, estudantes!

O texto de hoje serve para tirar uma dúvida muito comum entre aqueles que acabaram de entrar no meio acadêmico, ou até mesmo quem já está na área há um bom tempo. Dúvidas sobre nomenclaturas e conceitos aparecem durante todo o percurso, como por exemplo: você sabe dizer qual é a diferença entre discente e docente? Se não, fique tranquilo.

Tratam-se de palavras bastante parecidas e que andam lado a lado em uma instituição de ensino. É importante conhecer o significado de cada uma delas para se situar e, principalmente, para saber se informar e ter conhecimento do que está acontecendo. Veja o significado de cada uma.

Discente

A palavra discente significa os estudantes. Trata-se daquele que tem o objetivo de aprender, o que tem interesse e está disposto a adquirir novos conhecimentos. Se verificarmos a origem da palavra em latim, na verdade trata-se do nome que servia para designar um aprendiz que estivesse determinado a entender melhor sobre algum assunto por meio de um mestre, que seria o equivalente ao seu.

A palavra também pode ser usada como referência àqueles que estão em busca de uma determinada carreira e estudam os métodos e teorias necessárias para que esse objetivo seja alcançado. Por isso ela é tão utilizada em universidades, mas nem tanto enquanto o aluno ainda está no ensino de primeiro grau.

Também existem diversas formas de classificar um discente, de acordo com a sua ligação à escola, tema de interesse ou grau de aprendizado em que ele se encontra no momento do estudo. Por exemplo, existem discentes regulares, estáveis ou oficiais, que são aqueles que frequentam uma instituição de maneira formalizada e atende à uma série de requisitos para ter acesso ao meio acadêmico, que serve como condição para o aprendizado. Esse tipo de estudante também precisa assistir às aulas regularmente e passar por exames que comprovem sua competência após determinado tempo de estudo, caso contrário são reprovados.

Enquanto isso, também existem aqueles que são simplesmente uma espécie de discípulo, que tem um especialista específico para lhe passar todas as orientações necessárias. Seria como um orientador de mestrado, por exemplo, registrado formalmente junto à instituição, mas que não dá aulas formais, necessariamente.

Docente

professora-e-aluna

Enquanto isso, o docente é exatamente o contrário do que foi explicado, é o professor. Trata-se daquele que já passou pela fase de aprendizado e agora está passando seus conhecimentos adiante. O aluno pode ter apenas uma pessoa que conviva com ele diariamente para que entenda o funcionamento do tema estudado e assista a aplicação na prática. Em alguns casos, o professor pode ter um grupo de alunos com um objetivo em comum que tenham interesse em um ponto específico de seu conhecimento.

Normalmente, um docente já passou pela fase de ser um discente e conseguiu alcançar o aprendizado máximo, ao ponto de ter capacidade de repassar as informações aos mais jovens. Além disso, é muito comum que um professor dê aulas sobre algo que já estudou, mas continue pesquisando para se especializar ainda mais. Por exemplo, ele pode ter feito mestrado e com isso dar aulas, mas ao mesmo tempo cursar disciplinas de doutorado. Assim, ele se torna discente e docente ao mesmo tempo, afinal, o aprendizado nunca é demais.

Esperamos que os conceitos tenham ajudado você, tanto para ficar mais informado como saber qual expressão utilizar em cada momento. Seja discente ou docente, o importante é que você se posicione melhor em relação aos estudos e nunca deixe de aprender com quem está à sua frente.

Até a próxima!

comentários (2)

Deixe um comentário

© 2012-2017 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo