Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Empregos » Por que não escolher sua profissão com base no salário?

Por que não escolher sua profissão com base no salário?

Olá, leitor!

Quando uma pessoa vai escolher qual o curso de faculdade irá determinar sua profissão, ela precisa pensar os prós e contras de sua escolha, pois, isso vai interferir diretamente no seu futuro. Um dos motivos determinantes na escolha da profissão de muitas pessoas é o valor do salário.

Uma pesquisa realizada pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia mostrou que o piso salarial da categoria de empregos que envolve matemática e outras ciências exatas, está acima dos R$5 mil.

Por essa razão, cada vez mais pessoas se interessam pelos cursos de graduação que são relacionados a essa área do conhecimento.

Mesmo com essas expectativas profissionais positivas, o número de desistências durante os cursos de ciências exatas é bastante alto, chegando em algumas instituições de ensino a quase 50% dos alunos, segundo o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Os estudos mostraram ainda que devido a esses altos salários, o número de estudantes que optam pelas ciências exatas, nos últimos anos, tem sido maior do que a procura de estudantes pelo curso de medicina, que sempre foi um dos mais disputados em todos os vestibulares.

Mas será que o salário deve ser o principal motivo para a escolha de uma profissão? Será que outros fatores não poderiam ser priorizados durante a escolha que o futuro profissional vai fazer? Por mais que uma pessoa possa fazer transição de carreira, esse processo pode ser bem difícil, então por que não fazer a escolha certa no começo? Confira!

Salário alto visto como ambição

profissao_com_base_no_salario_

Claro que ter ambição na vida não é nenhum crime ou pecado, pelo contrário, para que uma pessoa cresça na vida ela precisa ter suas ambições, entretanto, como tudo no mundo precisa ter equilíbrio, a ambição também é algo que precisa ser equilibrada.

Quando você estiver escolhendo a profissão para sua vida, você até pode desejar um trabalho que pague muito bem, mas será que esse emprego é o que você sempre sonhou para sua vida?

Será que pensar de forma tão ambiciosa não pode te prejudicar, prejudicar seu trabalho e até seu crescimento dentro da empresa?

Não existe uma pessoa no mundo que não sonha em ter um bom emprego, com salário alto e muitos benefícios, e é totalmente aceitável que isso aconteça e que você lute para isso, mas esse emprego te faz bem? Muitas vezes o alto grau de ambição pode ser prejudicial, inclusive, para a saúde da pessoa.

Ética pessoal e profissional

Outro motivo para que o salário não seja o principal motivo de escolha de profissão é a ética tanto pessoal quanto profissional. Imagine só se te chamarem para trabalhar em uma empresa de frigorífico, mas você é vegano.

O que vale mais a pena: o seu salário exorbitante, com os melhores benefícios que um trabalhador do setor privado pode ter, ou sua ética pessoal que é completamente contra os maus-tratos aos animais?

Mesmo que você aceitasse o emprego porque outro lugar não oferecia outros benefícios, certamente você não se sentiria bem naquele ambiente em que há carne de diversas espécies de animais para todos os lados.

O seu subconsciente diria para você que essa atitude pode ser até imoral, devido aos princípios que você defende.

Qualidade de vida para a família

Algumas pessoas escolhem a profissão com base no alto salário pensando em oferecer maior qualidade de vida para sua família, realmente esse é um pensamento bastante nobre, mas será que essa pessoa já pensou nos sacrifícios que sua família terá que fazer para ter essa qualidade de vida? Será que essa esposa ou marido, e os filhos ficarão felizes?

Muitas empresas até pagam um ótimo salário para os funcionários, mas em troca, esse funcionário precisa viajar toda semana para outra cidade, ou não tem horário fixo de trabalho, ou precisa atender a chamados de reuniões nos finais de semana.

Será que os familiares envolvidos vão ficar felizes vendo que você está se sacrificando tanto para dar melhor qualidade de vida para eles, mas a melhor parte que é aproveitar os momentos felizes ao seu lado deixarão de existir? E você ficará feliz vendo sua família sofrendo de saudade de uma pessoa que vive embaixo do mesmo teto?

A distância entre sua casa e seu trabalho

Algumas pessoas enviam currículos para empresas em outras cidades porque o salário oferecido é bem melhor do que nas grandes metrópoles, porém, muitas vezes a família não pode se mudar para outra cidade, seja porque o parceiro ou parceira tenha um emprego estável na cidade, por problemas de saúde de algum familiar, e por tantas outras razões.

Como o salário é praticamente irresistível, a pessoa aceita a vaga mesmo assim, e então surgem os problemas, ir e vir todos os dias de casa para o trabalho, pegando estradas e trânsitos intensos diariamente, ou se mudar para a cidade onde conseguiu o emprego e visitar a família no final de semana.

No primeiro caso, essa pessoa pode chegar cansada em casa, não vai acompanhar a evolução de seus filhos na escola, não vai saber das coisas que acontece em seu próprio lar.

No segundo caso, não só essa pessoa como toda sua família vai sofrer a semana inteira para passar com ela algumas horas do final de semana. Será que esse sacrifício vale a pena?

Como fazer a escolha certa de uma profissão

Agora que você percebeu que o dinheiro não é tudo quando você estiver escolhendo a sua profissão, você precisa saber o que é importante considerar quando se está escolhendo uma profissão, mas fique tranquilo, pois, preparamos algumas dicas para você.

Estude sobre as carreiras e mercado de trabalho

Dedique uma boa parte do seu tempo para estudar sobre as carreiras e o mercado de trabalho que elas abrangem, assim, você poderá escolher uma profissão que satisfaça seus desejos pessoais e que pague um salário que seja atraente.

Ao conhecer melhor as carreiras, o que está em alta e o que está em baixa e o mercado de trabalho que se enquadra, você poderá ter uma visão mais ampla da realidade, pois, saberá como é a rotina de trabalho, quais as cidades do país que estão concentradas as empresas voltadas para esse segmento, a média salarial e assim por diante.

Temos certeza que essa pesquisa vai fazer com que os seus critérios de escolha se afunilem a ponto de tornar sua decisão muito mais fácil.

Converse com pessoas que já estão no mercado de trabalho

Uma outra opção que vai te ajudar na escolha da sua profissão é conversar com pessoas que já estão no mercado de trabalho, de preferência atuando em sua área de formação.

Ao buscar essas informações, você pode avaliar suas experiências, saber como é o trabalho na prática – que é bem diferente do que se aprende na teoria dentro da faculdade – os salários, benefícios e assim por diante.

Esse contato vai fazer com que você faça perguntas, tire dúvidas sobre as atividades que o profissional desempenha e assim por diante, logo, você terá ainda mais certeza na escolha de sua profissão, e será um profissional muito mais realizado.

Assista aulas em faculdades

Muitas faculdades abrem suas portas para que futuros graduandos assistam aulas avulsas em diversos cursos. Por que isso é importante para a escolha da profissão? Porque quase 50% dos alunos desistem do seu curso universitário. Se você conhece o ambiente de estudo do curso que pretende fazer, as chances de desistência reduzem significativamente.

Além disso, você poderá ter contato com os professores, que muitas vezes, além de darem aulas, trabalham em outras empresas, ou seja, você terá a oportunidade de conversar e saber um pouco mais sobre o universo daquela determinada profissão.

Essa dica também serve para cursos, seminários, palestras e workshops. Vá nesses lugares para começar a se ambientalizar, conhecer pessoas que estão no mercado de trabalho, conhecer a profissão, as melhores universidades que oferecem o curso que você deseja cursar e assim por diante.

Informe-se sobre o mercado de trabalho do futuro

Historicamente, estamos à beira da Quarta Revolução Industrial, que também é chamada de Indústria 4.0, e o que isso tem a ver com a escolha de sua profissão? Tudo! Esse momento em que estamos vivendo está cheio de novas tecnologias, a Inovação Tecnológica é a bola da vez.

Com novas tecnologias, acredita-se que algumas profissões deixarão de existir para abrir espaço para outras novas, por isso pesquise sobre o futuro da profissão que você está escolhendo. Como ela será daqui 10, 20 ou 30 anos? Ela ainda estará em alta como está hoje? Tudo isso deve ser considerado.

Imagine se você escolher uma profissão, prestar vestibular, estudar por pelo menos 4 anos e depois de alguns anos ela deixar de ser funcional no mercado de trabalho, deixar de existir. Isso pode ser extremamente frustrante para muita gente.

Por isso, é importante que você pesquise sobre todos os campos de atuação de cada profissão que está em sua lista, e lembre-se sempre que a melhor escolha não é aquela que vai satisfazer seus pais ou que vai pagar um bom salário. A melhor escolha é aquela que fará com que você se sinta pleno e realizado profissional e pessoalmente.

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo