Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Odontologia: guia completo da carreira e do curso

Odontologia: guia completo da carreira e do curso

O profissional da área de Odontologia estuda os meios de prevenção e tratamento de distúrbios relacionados às funções dos dentes, da boca, dos ossos da face e dos demais sistemas acessórios.

Olá, leitor!

As Ciências Biológicas e da Saúde constituem a base da matriz curricular dessa área, com aulas de biologia, anatomia, fisiologia, patologia, saúde pública, entre outras matérias, todas estas voltadas para a área da Odontologia. A partir do segundo ano, aumenta a carga horária de aulas práticas, nas quais se aprendem técnicas de tratamento, como a restauração e demais procedimentos. A partir do terceiro ano, o aluno de Odontologia passa a atender pacientes em consultórios dentro da própria instituição de ensino. O estágio é obrigatório no último ano e, normalmente, feito em clínicas das próprias faculdades.

O curso de Odontologia possibilita ao estudante atuar em diversas áreas relacionadas ao tratamento dos dentes, boca e ossos da face. Cuidando da estética e saúde bucal. Restaurando, extraindo e limpando dentes, bem como ficando responsável pelo projeto e instalação de próteses. Trata também de doenças da gengiva, bochecha e da língua. Pode se especializar em diversas áreas, como periodontia e a dentística restauradora.

O profissional desse ramo está em constante contato com o objeto de seu estudo, ou seja, seus pacientes, por isso, é preciso que se tenha gosto e interesse em por todo o processo de tratamento e prevenção de doenças bucais o interessado no curso de Odontologia precisa gostar de aprender e se desenvolver, que são características fundamentais para os profissionais desse ramo, independentemente da área ou atividade escolhida.

Além disso, é preciso gostar de atividades que envolvam contato com o público, pois o profissional de Odontologia lida com as pessoas constantemente, fazendo-se necessário conhecimento no trato com o ser humano.

Possuir atenção a detalhes também é essencial, pois diversas atividades dessa área lidarão, diretamente, com a saúde humana, bem como concentração, organização e disciplina, o curso de Odontologia é bem puxado em relação à prevenção e tratamento dos pacientes.

É de suma importância que o profissional de Odontologia busque sempre se atualizar. Novas técnicas, tratamentos e metodologias de trabalho estão sempre sendo desenvolvidas, em virtude da intensa pesquisa realizada na área. Por isso, é mais que necessário sempre estar a par dessas possíveis alterações, então, manter-se nos estudos é fundamental!

Sobre o curso de Odontologia

odontologia-guia-completo-da-carreira-e-do-curso_Prancheta

A graduação em Odontologia é oferecida unicamente na habilitação de bacharelado, sendo que geralmente dura cinco anos. Durante a faculdade o aluno aprende sobre diversos aspectos da saúde humana, aplicada a Odontologia. Sendo assim, anatomia humana aplicada à Odontologia, patologia, fisiologia, epidemiologia, ética e bioética, histologia, microbiologia, imunologia, bioquímica, genética ocupam boa parte da carga horária. Entre as matérias teóricas estão introdução à metodologia científica e farmacologia. Boa parte dos cursos inclui noções de radiologia, odontopediatria e matérias mais voltadas à especialização em suas grades.

Ao final da graduação o aluno deverá realizar um estágio obrigatório, geralmente em consultórios da própria universidade, trabalhos extracurriculares, voltados ao curso e um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Além disso, é necessária a inscrição no Conselho Regional de Odontologia (CRO).

Mercado de Trabalho

Essa área, diferente do que muitos acreditam, não se limita apenas a trabalhar com em consultórios, ou seja, ser um dentista clínico. O profissional desse ramo pode exercer diversas atividades que necessitam do uso de um conhecimento sobre a saúde bucal, dentre as seguintes opções:

  • Dentística Restauradora – atuando na restauração e no restabelecimento da forma e função dos dentes. Realizando procedimentos para clarear e corrigir a estética dos dentes.
  • Endodontia – realizando tratamento de lesões e doenças no nervo e na raiz dos dentes, o, mais popularmente, conhecido tratamento de canal.
  • Estomatologia – trabalhando com o sistema estomatognático, que é constituído pelos lábios, dentes, mucosa oral, palatinas, glândulas salivares e demais estruturas da orofaringe. Esta área da Odontologia preocupa-se em diagnosticar, prevenir e tratar de doenças deste sistema.
  • Implantodontia – implantando próteses dentárias e pinos para restaurar espaços ausentes de dentes.
  • Odontologia Legal – realizando a identificação de cadáveres através da arcada dentária. Emitindo laudos e pareceres de exames periciais. Pode atuar também em balística forense.
  • Ortodontia – utilizando aparelhos ortodônticos para corrigir a posição dos dentes e alterar a mordedura. Previne e trata problemas de crescimento e amadurecimento da face e arcadas dentárias.
  • Periodontia – tratando os processos inflamatórios e infecciosos das gengivas. Removendo placas bacterianas através de cirurgias e raspagens.
  • Traumatologia e Cirurgia – diagnosticando lesões e realizando cirurgias de recuperação do aparelho mastigatório.
  • Ensino – Trabalhando como professor em instituições de ensino públicas ou privadas.
  • Pesquisa – Trabalhando em instituições ou centros de pesquisa. Nesses casos a pesquisa pode ou não estar relacionada com tecnologia, podendo esta ser apenas um meio para um fim.

Principais opções de trabalho

As principais áreas de trabalho para o profissional de Odontologia estão espalhadas nas atividades citadas acima, contudo, algumas profissões de destacam uma das outras devido as suas particularidades e benefícios.

Três dos trabalhos mais procurados, são:

  • Setor Público

O profissional de Odontologia que opta pela carreira no setor público, normalmente trabalha no Sistema Único de Saúde (SUS), prestando atendimento aos pacientes que não podem ou não querem pagar por um dentista particular.

Contudo, além de exercer a função tradicional do dentista, esse profissional pode exercer cargos administrativos e de gestão. Pode, também, trabalhar na Secretaria de Saúde, como coordenador ou secretário.

O SUS realiza um trabalho de prevenção, e há programas específicos para isso, que são formulados e coordenados por esses gestores.

Para trabalhar no setor público é preciso passar por um concurso. Os principais são os concursos para prefeituras, exército e para a Agência Nacional de Saúde (ANS).

Apesar de não apresentar rentabilidade alta, quando comparada com outras carreiras na área, a carreira no setor público é bastante atraente pela estabilidade profissional elevada.

  • Pesquisa

A área acadêmica se dedica a pesquisas científicas. Sua função é realizar pesquisas com intuito desenvolver novos tratamentos, novos fármacos e novas técnicas. Boa parte dessas pesquisas são realizadas em universidades, sendo elas públicas ou privadas, por professores da instituição.

Os ganhos iniciais não são muito atraentes, mas a possibilidade de ascensão profissional é uma contrapartida considerável, em conjunto com a realização pessoal de gerar impacto na vida de muitas pessoas. Existe a possibilidade de o profissional de Odontologia receber bolsas para dedicar-se, exclusivamente à pesquisa acadêmica.

  • Ortodontista

O profissional que opta pela carreira da ortodontia tem a possibilidade de trabalhar nos mais diversos setores, desde clínicas e hospitais do SUS, até consultórios particulares. Esse profissional atua, essencialmente, na prevenção e, principalmente, correção de desvios nos dentes e estruturas acessórias. Isso atrais diversos profissionais, pela possibilidade em ver o resultado efetivo do seu trabalho. A remuneração á variável, de acordo com o setor escolhido, as horas trabalhadas e o tempo de experiência do profissional. Outro fator que torna a carreira muito interessante é alta estabilidade profissional e empregabilidade, em virtude da alta procura por esses profissionais.

Onde um profissional de Odontologia pode atuar?

O profissional de Odontologia pode atuar nos seguintes lugares:

  • Clínicas dentárias
  • Hospitais
  • Órgãos públicos
  • Escolas públicas
  • Universidades
  • Consultoria
  • Centros de pesquisa

Média Salarial

Hoje, o ganho inicial de um profissional de Odontologia é de R$ 2,5 mil em média, por mês, mas isso pode variar de acordo com a carga horária semanal e o local de trabalho.

Ganho escalão intermediário para diversas atividades dessa área (média mensal) é de R$ 3,4 mil a R$ 5 mil. Ganho no auge (média mensal) é entre R$ 5 mil e R$ 12 mil, de acordo com a área de atuação, horário de trabalho e investimento na profissional. O auge da carreira da maioria dessas atividades é de oito anos, em média.

Dica extra

O profissional deve buscar constantemente a atualização e a especialização, por meio de cursos de aperfeiçoamento e pós-graduação.

Onde encontrar o curso de Odontologia?

O curdo de Odontologia é facilmente encontrado em universidades públicas e particulares. Contudo, separamos uma lista com as principais faculdades do Brasil que disponibilizam esse tipo de curso. Confira:

AC:
– Rio Branco – UFAC

AL:
– Maceió – Centro Universitário Maurício de Nassau de Maceió

AM:
– Manaus – Uninorte-AM; UEA; Fametro-AM

AP:
– Macapá – Fama-AP; Immes-AP

BA:
– Palmeiras do Paripanga – Centro Universitário Unicentro Ages

– Cachoeira – Faculdade Adventista da Bahia

– Lauro de Freitas – UMN-Lauro de Freitas

– Jequié – FTC

CE:
– Fortaleza – Unichristus; UFC
– Sobral – UFC

DF:
– Brasília – Icesp; Unieuro; UDF

ES:
– Vitória – Multivix-Vitória

– Vila Velha – UVV

– Santa Teresa – Esfa

GO:

– Goiatuba – Centro Universitário de Goiatuba

MA:

– Imperatriz – Universidade Ceuma

MG:
– Belo Horizonte – UniBH; PUC Minas; Newton Paiva; Faculdade Pitágoras de
– Uberlândia – UFU

MS:
– Dourados – Unigran

MT:
– Barra do Garças – Univar

PA:

– Belém – UFPA
– Santarém – Iespes

PB:
– João Pessoa – Unipê
– Cabedelo – Iesp-PB

– Patos – FIP-PB

PE:
– Vitória de Santo Antão – Facol-PE

Arcoverde – UPE

PI:
– Teresina – Uespi

PR:
– Jacarezinho – Uenp

– Ponta Grossa – UEPG

– Francisco Beltrão – Unisep

RJ:
– Rio de Janeiro – Unian-RJ; UFF; Estácio; Unigranrio

– Niterói – Universo-RJ

– Petrópolis – Fase

RN:

– Caicó – Uern

RO:
– Cacoal – Facimed

RR:
– Boa Vista – Cathedral

RS:
– Torres – Ulbra

Erechim – URI

­Santo Ângelo – Cnec Iesa

– Caxias do Sul – UCS; Centro Universitário da Serra Gaúcha

SC:
– Lajes – Unifacvest

– Palhoça – Unisul

– Blumenau – Furb

– Chapecó – UCEFF Faculdades

SE:
– Aracaju – Unit-SE

Lagarto – UFS

SP:
– São Paulo – Uninove; Universidade Cruzeiro do Sul; Unib; São Judas
– Campinas – UNIP; PUC-Campinas
– Sorocaba – UNIP
– Ourinhos – FIO

TO:
– Palmas – Ceulp/Ulbra

Gurupi – UniG

Até à vista!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo