Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Empregos » Objetivo primeiro emprego: saiba o que colocar no currículo

Objetivo primeiro emprego: saiba o que colocar no currículo

Olá, caro leitor do Canal do Ensino!

Depois de anos estudando, chegou a hora de conquistar sua primeira oportunidade de trabalho. Mas,  como elaborar o primeiro currículo? Nesse artigo, vamos te ajudar a montar o curriculum vitae, que é fundamental para conseguir seu primeiro emprego. Acompanhe!

Currículo para o primeiro emprego

Currículo primeiro emprego

Fonte: Reprodução

O preenchimento do currículo é uma das maiores dificuldades para quem está entrando no mercado de trabalho. Como este documento é sua primeira apresentação ao empregador, precisa conter dados pessoais, histórico escolar, cursos, idiomas, experiências profissionais, objetivos e informações complementares. Falaremos mais detalhadamente a seguir.

Você também pode se interessar por:

 Como baixar modelos de currículos

O que você não deve colocar no currículo

Como elaborar um currículo sem experiência

Preparando-se para preencher o currículo do primeiro emprego

Ao montar o currículo para seu primeiro emprego, tente se colocar no lugar da empresa que está contratando e pense nas seguintes questões:

  • Qual é o tipo de profissional que a empresa deseja encontrar?
  • Você está dentro deste perfil?

Veja os passos abaixo para refletir sobre a segunda pergunta.

Primeiro passo

  • Liste tudo que você já fez em estudos, estágios, trabalhos voluntários, cursos e projetos de pesquisa.
  • Separe as datas, os dados e os nomes das instituições.
  • Tenha também certificados, cartas de recomendação e contatos de pessoas que comprovem sua participação nesses eventos.
  • Confirme todas as informações, pois, caso você passe um dado errado, corre o risco de ser  desacreditado pelo contratante.

Segundo passo

Ao procurar seu primeiro emprego, responda para você mesmo:

  • Já trabalhou em situações informais (freelancer, autônomo, profissional liberal)?
  • Quais foram os cargos e funções que exerceu?
  • Quando foi e quanto tempo durou?

Se possível, escreva, lembrando que essa etapa é um registro só seu e não faz parte do que deve ser entregue a um futuro empregador.

Terceiro passo

Anote também o que você aprendeu em cada uma das experiências anteriores, prestando atenção em habilidades como trabalhar em equipe, liderança e contornar crises.

Com essas informações claras, você estará pronto para criar seu primeiro curriculum vitaeTalvez você também se interesse por preencher seu currículo Lattes, voltado principalmente para quem deseja seguir carreira acadêmica. Para isso, leia estes artigos:

13 modelos de Currículo Lattes

Como fazer Currículo Lattes para mestrado

Etapas do preenchimento do currículo para primeiro emprego

Em que quer trabalhar?

Quando se está em busca do primeiro emprego, é preciso ter em mente qual cargo se deseja ocupar. Com isso definido, verifique as vagas disponíveis para o que procura.

Mesmo sem experiências profissionais anteriores, você pode usar o aprendizado que teve em outras situações para mostrar suas qualidades ao empregador. Contudo, não se esqueça de incluir nomes de chefes ou responsáveis, telefones, e-mails, datas e nomes de instituições.

Nessa etapa, pode ser interessante saber o que os recrutadores mais observam em um currículo.

Informações complementares

Se seu modelo de currículo tiver um espaço denominado “Informações Complementares”, insira aí  habilidades que estão de acordo com a proposta da vaga para a qual você se candidatou.

Fazer um currículo costuma ser difícil, pois ele deve ser conciso e coerente. Por exemplo, se a vaga está no ramo de varejo, não vale a pena incluir que já trabalhou como babá, por mais que você tenha se dedicado e aprendido com a função.  

Por sua vez, se seu ramo profissional tem a ver com marketing ou design, um portfólio ou uma apresentação digital poderá ser o diferencial.

Já pensou em conseguir emprego fora do país? Leia este artigo e saiba como.

Redes sociais

Redes sociais como LinkedIn e Facebook poderão constar no espaço do currículo dedicado às informações pessoais.

Só tome muito cuidado com o que você posta nessas mídias, evitando se expor demais. Cite as redes sociais somente se elas forem uma forma de te conhecer profissionalmente. O mesmo vale para sites pessoais, blogs e canais de vídeo.

Além disso, como muitos empregadores selecionam os currículos por meio de sites de vagas, vale a pena manter cadastro em alguns deles, pelo menos nos principais.

Cursos

Se você realizou muitos cursos, procure citar os que estão relacionados com sua área de trabalho. Por mais que todos tenham sido válidos para seu enriquecimento pessoal, nesse momento, transmita ao recrutador apenas os que tiverem a ver com o emprego. 

Vale ressaltar que idiomas, informática e voluntariado serão bem-vindos em grande parte dos processos seletivos.

Você também pode se interessar por saber como se preparar para uma entrevista bilíngue.

Dicas finais

Ao preencher suas informações pessoais no currículo, não precisa incluir RG e CPF. Esses dados só serão solicitados quando a vaga for sua; antes disso não é necessário. Quanto a fotos, só inclua se for exigência do recrutador. Nesse caso, use uma foto de rosto atual e em boa resolução. 

Na parte sobre seus objetivos, não seja vago. Pense no cargo para o qual está se candidatando e no motivo que levaria o empregador a te contratar.

Ao citar os cursos que fez, não precisa falar sobre as notas que tirou, a menos que o recrutador solicite. O mais importante é o conteúdo e o certificado. Prêmios e menções honrosas também podem ser citados. 

Procure redigir o currículo de forma clara e precisa, sem ser prolixo. Também utilize uma formatação padrão, em cor preta e com as letras Arial ou Times New Roman.

Esperamos que essas dicas sejam úteis na elaboração do currículo para seu primeiro emprego. Se tiver alguma dúvida, é só deixar aqui nos comentários!

Boa sorte e até breve!

Para saber mais sobre como conseguir seu primeiro emprego, clique aqui!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo