Você está aqui:Home » Dicas » Bolsa de Estudo » O que cai em prova de bolsa de estudo e como estudar

O que cai em prova de bolsa de estudo e como estudar

Olá, leitor!

Em tempos de crises financeiras que tanto perturbam nossas realizações pessoais, concorrer a bolsas de estudos é o caminho ideal para quem pretende continuar estudando, seja para graduar-se, fazer uma pós ou mestrado, no Brasil ou no exterior.

Se este é o seu caso, saiba neste esse artigo o que cai em prova de bolsa de estudo e como estudar. Antes de mais nada, se você ainda não sabe onde conseguir bolsas, seguem alguns artigos que escrevemos sobre o assunto:

Escolhida a bolsa pela qual deseja tentar, vamos aos estudos. A seguir as informações que precisa saber sobre o que estudar. Confira!

Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

O Enem é um processo seletivo direcionado ao estudante que concluiu o ensino médio e que queira ter acesso ao ensino superior com isenção total ou parcial nas mensalidades dos cursos. O resultado poderá ser aproveitado para ingressar por meio do Prouni (Programa Universidade para todos) ou do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) ou ainda em Universidades de Portugal.

O exame é constituído por uma redação em língua Portuguesa, 4 provas objetivas contendo cada uma 45 questões de múltipla escolha. Essas provas buscam avaliar as seguintes áreas do ensino médio:

  • Linguagens, Códigos e suas tecnologias e redação: Língua Portuguesa, Literatura, Língua estrangeira (inglês ou espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologia da Informação e Comunicação.
  • Ciências humanas e tecnologia: História, Filosofia, Geografia e Sociologia.
  • Ciências das naturezas e suas tecnologias: Química, Física e Biologia.
  • Matemática e suas tecnologias: Matemática.

Apesar das provas terem conteúdos diferentes, existem eixos cognitivos que são comuns a todas as provas:

  • Domínio de linguagens: dominar tanto a língua portuguesa quanto as linguagens artística e matemática, científica e inglesa (ou espanhola).
  • Compreensão de fenômenos: Construir e aplicar conceitos para a compreensão de fenômenos naturais, processo históricos-geográfico, manifestações artísticas e produção tecnológica.
  • Enfrentar situações problemas: selecionar, organizar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações-problemas.
  • Construir argumentação: relacionar informações de diferentes formas e situações concretas para construir argumentos consistentes.
  • Elaborar propostas: utilizando dos conhecimentos adquiridos na escola, saber relacionar com a realidade de maneira solidária respeitando os valores humanos e a diversidade cultural.

Saiba mais sobre essas matrizes, além do conteúdo que deve ser estudado de cada disciplina nesse PDF do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira): Matriz de Referência do Enem. No anexo do documento, tem detalhado cada conteúdo a ser estudado.

Seu preparo para o Enem, deverá estar embasado em um entendimento claro do edital e material de estudo de qualidade: o ideal é que tenha feito um ótimo ensino médio, mas caso não tenha sido tão bom, ou se já tem algum tempo que cursou, hora de arregaçar as mangas e se dedicar aos estudos preparatórios.

Reserve um bom lugar para estudar: de preferência uma biblioteca, forme grupos de estudos – mas estude também sozinho, faça bastante exercícios, assista videoaulas – se necessário se inscreva em algum curso preparatório. Você encontra bastante dicas para o Enem aqui.

Bolsa para estudar fora do país

Outra modalidade de bolsa é a que oferece descontos nas matrículas e mensalidades de Instituições de ensino no exterior. Em 2014 e 2015 havia conseguido um grande auxílio para o estudante que pretendia estudar fora por meio do Programa Ciências Sem Fronteiras. Porém, alegando gastos excessivos, o ministério da educação limitou o programa à pós-graduação. Para mais informações sobre o programa hoje, acesse: Ciências sem fronteiras.

Conseguir uma bolsa no exterior não é tarefa fácil. Além do programa Ciência sem fronteiras, existem bolsas que são oferecidas por outros países aqui no Brasil. Precisa ter um currículo exemplar, antes de mais nada, pois a concorrência é muito grande. Veja algumas instituições que sempre oferecem bolsas para estrangeiros:

  • Chevening no Brasil – Um programa de bolsa do Reino Unido oferecido aos estudantes do Brasil. Bolsa total onde o estudante vive no país por um ano, desenvolvendo academicamente e profissionalmente. O processo de seleção leva no mínimo 8 meses para os estudantes. Durante o  processo seletivo os candidatos farão avaliações, teste de inglês e entrevista. Se você está interessado em estudar fora, vale a pena analisar esse programa. Fique atento aos prazos.
  • Cambridge Trust – Bolsas oferecidas a estudantes do mundo inteiro, para estudarem graduação, mestrado ou pós em pesquisa. Possui mais bolsas para pós. O aluno deve passar no exame da Cambridge e fazer um teste de inglês para ter direito a bolsa. A maioria das bolsas são de custos parciais. Os requisitos são: ótimo desempenho acadêmico e necessidade financeira. O Trust só considera candidatos apresentados por seus colégios.
  • Gates Cambridge – Para estudantes de todo o mundo, com espírito de liderança e compromisso para melhorar a vida de todos. Um programa criado pela Fundação Bill e Melinda Gates, em 2000. Os critérios além dos acima citados são: inteligência excepcional e um bom ajuste entre o que o estudante quer e o que é oferecido pela Cambridge. Se você é de qualquer outro país e pretende se dedicar em tempo integral aos estudos, então é um provável candidato. A seleção é feita a princípio pelo Cambridge Trust.
  • Existem outras bolsas como: University College of LondonSantander Universidades, entre outras. Porém, o pré requisito principal para quem almeja estudar em outro país é ter sido um estudante exemplar. Não somente com notas altas, mas participativo, atuante na sociedade. Se este é o seu caso, não perca mais tempo: vá em busca de seus sonhos!

Fique atento ás datas e aos documentos que precisarão ser preenchidos durante todo o processo. Seja organizado, não perca os prazos. Um dos primeiros documentos é o personal statement, onde você escreverá sobre você. O Outro documento é o reference letter (carta de recomendação). Assim como você deve saber convencer na sua carta que merece a bolsa, saiba escolher suas referências, pois também serão fundamentais.

O que estudar para se preparar para bolsas no exterior

Testes Toefl, Dele, Delf ou Dalf

  • Toefl (teste de inglês como língua estrangeira): Teste feito pela internet, em centrais localizadas em diversas regiões. Paga-se uma taxa e realiza-se a prova em inglês na data estabelecida, em torno de 4h. Durante o teste serão testados as habilidades de ler, ouvir, escrever e falar inglês de formas variadas por meio de: trechos de textos acadêmicos, palestras, discussões e conversas em sala de aula, expressar sua opinião e escrever respostas baseadas nas tarefas. Fazer uma redação.
  • Dele (Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira): Certifica o grau de competência e domínio da língua, concedido pelo Instituto Cervantes em nome do Ministério da Educação da Espanha. Nos testes avalia-se a compreensão da leitura, expressão escrita, compreensão auditiva, expressão oral e competências integradas. Existem Centros em vários países onde se faz a inscrição, paga-se a taxa e faz os testes cujos níveis vão de A1 (básico) a C2 (avançado).
  • Delf ou Dalf (diploma de estudos em língua francesa): Diplomas oficiais da língua francesa. Ambos habilitam o estudante a estudar em universidades francesas. As provas acontecem duas vezes por ano: em junho e novembro. Os exames baseiam-se no conhecimento presentes na competência de comunicar linguisticamente, sociolinguisticamente e pragmaticamente.

Sat (teste de aptidão escolar):

Funciona como o Enem, só que para estudar nos Estados Unidos. A prova dura menos que 4 horas, dividida em interpretação de textos e gráficos, matemática e redação. A pontuação máxima é de 2400 pontos.

Algumas provas complementares poderão ser feitas escolhendo um dos temas: história, inglês, matemática, ciências, de preferência que tenha a ver com seu curso. No site você encontra mais informações, inclusive testes para se preparar para a prova.

Estas foram nossas informações para você que pretende ir em busca dos seus sonhos para fazer pós-graduação, mestrado, no Brasil ou no Exterior (inclusive graduação).

Requer muito estudo, muitas horas de provas, momentos de ansiedade e por vezes frustrações. Porém, se este é seu sonho, não se dê por vencido. Insista e cerque de todos os detalhes, dicas e informações que puder. Dessa forma, por mais difícil que pareça, estará mais próximo de sua conquista.

Até breve!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo