Você está aqui:Home » Dicas » Filmes » My French Film Festival oferece mais de 20 filmes on-line gratuitos

My French Film Festival oferece mais de 20 filmes on-line gratuitos

Olá, leitor(a)!  

Prepare a pipoca e o lugar favorito da casa, pois a 12ª edição do My French Film Festival — primeiro festival on-line de cinema em língua francesa — já está disponível gratuitamente para toda a América Latina. Os filmes, em exibição desde 14 de janeiro, poderão ser aproveitados até o dia 14 de fevereiro de 2022 

São mais de 20 produções cinematográficas, entre curtas e longas-metragens, especialmente selecionadas para apresentar o melhor do cinema francófono. A maioria dos filmes foi lançada nos últimos anos e estará elegível aos prêmios oferecidos pelo evento. O acesso às produções poderá ser feito no site do próprio Festival ou em plataformas como YouTube, Google Play e MUBI.   

Festival on-line de filmes em francês

Criado em 2010 pela Unifrance, organização estatal de divulgação do cinema francês, o My French Film Festival é um evento virtual que tem como principal objetivo promover o cinema francófono ao redor do mundo. A edição deste ano selecionou 30 filmes para exibição, 20 deles (dez curtas e dez longas) concorrerão a prêmios nas categorias: Grande Prêmio do Júri Internacional, Prêmio do Público e Prêmio da Imprensa Internacional.  

Explorando diferentes gêneros (comédia, romance, drama, animação), a mostra está dividida em 7 eixos temáticos: Franceses e furiososJuventude ousada; Identidades problemáticasCinema do desejoHistórias noturnasViagem, a viagem; e Cantinho das crianças. Selecionamos algumas das produções para que você “prove uma casquinha”. Vamos conferi-las: 

My French Film Festival oferece mais de 20 filmes on-line gratuitos

Fonte: Reprodução

Horacio (2019)  

Dirigido por Caroline Cherrier, este curta-metragem está participando da competição e tem duração de 10 minutos e 10 segundos. A animação, enquadrada no tema Franceses e furiososconta a história do assassino Guillaume, que teve como motivação os gritos de Horacio. O filme possui legendas em mais de 10 idiomas, entre eles o português e o espanhol.  

À moda antiga (2020) 

Fora da competição, o curta-metragem da diretora Yasmine Bahechar tem duração de 19 minutos e aborda de forma poética o fim de ciclos, os tipos de relações e as lembranças que ficam. A produção — parte do eixo temático Juventude ousada — traz elementos de ficção e de documentário, com legendas em mais de 10 idiomas, como português e coreano.  

Playlist (2020) 

Este longa-metragem está em competição e tem duração de 1 hora e 28 minutos. O filme, recheado de uma ácida comicidade, é dirigido pela ilustradora Nine Antico e narra os dilemas existenciais de duas amigas: Sara Forestier e Laetitia Dosch. Incluída no tema Identidades problemáticas, a produção possui legendas em 10 idiomas, entre eles o português e o árabe.  

O Meio do Horizonte (2019) 

No eixo Cinema do desejo, o longa-metragem de Delphine Lehericey tem duração de 1 hora e 50 minutos e está fora da competição. Em um contexto rural, de forma profunda e complexa, a obra vai tratar não só do rito de passagem entre infância e adolescência, mas também das relações possíveis em tempos de seca. Nessa produção, encontramos legendas em 10 idiomas, como português e russo.   

Malabar (2020) 

Ao contrário do filme anterior, este traz o cenário urbano para o protagonismo. O curta-metragem, com duração de 22 minutos e 57 segundos, foi dirigido por Maximilian Badier-Rosenthal e está competindo. Parte da seção Histórias noturnas a produção nos mostra o encontro entre dois homens e um senhor vietnamita que não fala francês. O filme possui legendas em mais de 10 idiomas, entre eles o português e o chinês. 

O céu de Alice (2020) 

Com duração de 1 hora e 30 minutos, este longa-metragem está em competição e faz parte do eixo Viagem, a viagem. Trata-se da história de uma jovem que decide sair de seu país, Suíça, para viver no Líbano nos anos 1950. A trama dirigida por Chloé Mazlo, até então focada no romance entre Alice e um libanês, complica-se com a chegada de uma guerra civil. O filme disponibiliza legendas em 9 idiomas, entre eles o português e o polonês.   

Astralium (2020) 

Na seção dedicada aos(às) pequenos(as), Cantinho das crianças, encontra-se o curta-metragem Astralium. Ele tem duração de 4 minutos e 30 segundos e está fora da competição. Usando a cor azul para nos fazer mergulhar em sua criação, a diretora Lucie Andouche apresenta a história de uma menina como metáfora para a existência humana. A produção não possui diálogos, portanto também não possui legendas.   

Acesso aos filmes do My French Film Festival 

Oferecendo muita diversidade em suas seleções, desde os diferentes sotaques aos mais distintos tipos de personagens, os conteúdos do My French Film Festival podem ser acessados gratuitamente nas seguintes regiões: África, América Latina, Coreia do Sul, Sudeste Asiático, Polônia, Romênia e Rússia 

Nos locais não mencionados, o acesso aos longas-metragens só é possível mediante pagamento. Os curtas-metragens, por sua vez, possuem acesso livre em todo o mundo. Para começar a ver as produções, disponíveis neste link, basta clicar em “Conectar-se”.  

A página seguinte solicitará e-mail e senha; se você já possui conta no site, é só clicar em “Acessar”. Outra opção é entrar com contas do Facebook ou do Gmail. Caso não se enquadre em nenhuma dessas alternativas, basta se cadastrar no próprio site, clicando em “Ainda não tem conta?”. Você receberá um e-mail de ativação e instruções de acesso.  

Já escolheu seu(s) filme(s) favorito(s)? Compartilhe este texto com o(a) crush e o(a) convide para ver com você!  

No Canal do Ensino, leia também: 

Bom cineminha e até logo!  

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo