Você está aqui:Home » Dicas » Filmes » My French Film Festival 2023 oferece mais de 20 filmes on-line gratuitos

My French Film Festival 2023 oferece mais de 20 filmes on-line gratuitos

Olá, leitor(a)! 

Você sabia que o cinema foi criado na França? Em 1895, os franceses Auguste e Louis Lumière realizaram a primeira exibição cinematográfica. Pouco depois, no começo do século XX, Alice Guy Blaché e Georges Méliès foram pioneiros que trouxeram avanços para o ainda incipiente formato. Nos anos seguintes, diversos cineastas franceses se destacaram. Entre eles, estão Jean-Luc Godard, Agnès Varda, Robert Bresson, Alain Resnais e François Truffaut. 

Em consonância com esse legado e procurando valorizar as novas gerações de uma arte já aclamada mundialmente, o My French Film Festival volta para sua 13ª edição. Sendo assim, a partir de hoje e até o dia 13 de fevereiro de 2023, as mais de 20 obras que compõem o evento estarão disponíveis on-line e poderão ser vistas gratuitamente. 

My French Film Festival 2023 

O My French Film Festival tem como missão difundir o cinema de língua francesa em toda a sua diversidade. Para tanto, traz filmes francófonos que se destacaram em importantes premiações ao redor do mundo. A seleção prioriza obras realizadas nos últimos anos, mas a edição atual traz dois filmes clássicos, ambos do começo da década de 1980 e prestes a completarem 40 anos. 

Enfatizando a pluralidade das obras, o Festival conta com filmes franceses, belgas e canadenses, de diversos gêneros e assuntos. Este ano, há seis eixos temáticos, que contemplam dramas, comédias, animações e documentários. São eles: Doing It Their Way, com filmes cujos personagens procuram se encontrar no caos do mundo atual; France Has Got Talent, cujas obras têm artistas como protagonistas; Kids Turned Out Fine, que retrata a perda da inocência; Under Your Spell, que enquadra todas as facetas da sedução; Faces + Places, sobre a relação das pessoas com os lugares; e Enjoy The Silence, cujos filmes não possuem diálogos. 

No Brasil, estão disponíveis seis longas e 17 curtas-metragens, com legendas em mais de 10 idiomas, incluindo alemão, inglês, coreano, espanhol, italiano, japonês, português, russo, árabe e ucraniano. A seguir, para ajudá-lo(a) a navegar pelo catálogo e escolher as obras que deseja ver, trazemos mais detalhes sobre sete filmes. Confira:

My French Film Festival 2023 oferece mais de 20 filmes on-line gratuitos

Fonte: Reprodução

O mundo atrás de nós (2021) 

Inserida na divisão Doing It Their Way, essa comédia dramática de longa-metragem foi dirigida pelo cineasta Louda Ben Salah-Cazanas e ganhou destaque no Festival Internacional de Cinema de Berlim de 2021. Na trama, Labidi é um jovem aspirante a escritor que vive de pequenos trabalhos e mora em um minúsculo quarto compartilhado. Contudo, quando conhece Elisa, ele começa a refletir sobre seu estilo de vida. Para acompanhar a jornada dessa dupla, clique aqui e veja o filme. 

Partir um dia (2021) 

Parte do eixo temático France Has Got Talent, esse curta-metragem em forma de musical é dirigido pela cineasta Amélie Bonnin e tem duração de 25 minutos. Nele, o jovem Julien, que se mudara para a capital depois de concluir o ensino médio, precisa voltar à sua cidade natal e confrontar suas lembranças. Se você se identificou e quer saber como o protagonista vai lidar com os dilemas do começo da vida adulta, clique aqui e assista à obra. 

Não iremos lá em cima (2021) 

Integrante da categoria Kids Turned Out Fine, esse curta-metragem de 23 minutos é dirigido por Simon Helloco e foi selecionado para mais de 20 festivais internacionais. A obra, que mistura drama e fantasia, foi inspirada em uma crônica policial e conta a história de duas crianças que estão em um casarão em uma região rural. Lá, elas podem tudo, exceto subir as escadas. Se você ficou curioso(a) para saber mais sobre essas personagens, clique aqui e assista ao filme. 

Aos nossos amores (1983) 

Parte da divisão Under Your Spell, esse clássico longa-metragem venceu, em 1984, a categoria de Melhor Filme do Prêmio César, maior honraria do cinema francês. Essa comédia dramática gira ao redor dos dilemas de Suzanne, que, aos 15 anos, como escape a um ambiente familiar turbulento, decide ter uma intensa vida amorosa, se envolvendo com diversos parceiros, mas sem nutrir sentimentos por eles. A situação, contudo, muda quando ela conhece Jacques. Para acompanhar essa história de amor, de desejo e de autoconhecimento, clique aqui e veja o filme. 

Uma mulher no mar (2022) 

Mais uma obra que compõe o eixo temático Under Your Spell, esse curta de 33 minutos foi dirigido pela cineasta franco-turca Céline Baril. Nele, Anna e seu namorado passam as férias em uma paradisíaca península da Turquia. Apesar disso, ela se sente alheia ao mundo que a cerca. Pouco depois, quando uma menina desaparece na praia, Anna decide ir atrás dela, mergulhando em uma alucinante jornada de autoconhecimento. Para descobrir o final dessa trama inebriante, clique aqui e veja o curta. 

Deixado inacabado em Tóquio (1982) 

Parte da sessão Faces + Places, esse clássico curta-metragem fora de competição foi dirigido pelo renomado cineasta francês Olivier Assayas. Flertando com a estética do cinema noir, esse filme traz uma história de espionagem que se perde entre Tóquio e Paris, entre a ficção e a realidade, e entre as intrigas e o fuso horário. Para se enredar nessa complexa trama, clique aqui e assista à obra. 

Ronda noturna (2020) 

Parte da sessão Enjoy The Silence, essa animação em branco e preto não possui falas e conta com apenas 13 minutos de duração, mas certamente irá hipnotizá-lo(a) do começo ao fim. Dirigida por Julien Regnard, a trama gira ao redor de Christina e Georges, casal que sofre um acidente de carro após discutir na saída de uma festa. Quando Georges recupera a consciência, percebe que está sozinho e que precisará enfrentar uma jornada contra os próprios demônios. Para saber o desfecho desse intrigante enredo, clique aqui e assista ao curta. 

Festival e acesso aos filmes 

O My French Film Festival é uma iniciativa da Unifrance, organização encarregada de promover a produção audiovisual francófona ao redor do mundo. De modo pioneiro, o evento foi criado em 2010 para ampliar o acesso ao trabalho das novas gerações do cinema de língua francesa. Ao longo dos anos, o Festival se consolidou e foi fidelizando seu público. Em 2022, alcançou 200 territórios e teve mais de 11 milhões de visualizações. 

Com o objetivo de atravessar fronteiras, os curtas-metragens disponíveis na seleção costumam ser gratuitos em todo o mundo. Já os longas são distribuídos sem custo em algumas regiões, que, neste ano, incluem América Latina, África, Ucrânia, Romênia, Rússia e Coreia do Sul. Para prestigiar as obras, acesse ou o site do Festival, ou as plataformas parceiras, como Amazon Prime Video, Filmicca e À La Carte. 

Então, já decidiu qual filme vai ver primeiro? Compartilhe o texto com os(as) amigos(as) e aproveite o melhor do cinema francófono com eles(as)! 

No Canal do Ensino, leia também: 

Bom filme! 

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo