Você está aqui:Home » Dicas » Bolsa de Estudo » MIT oferece bolsas para jornalistas científicos

MIT oferece bolsas para jornalistas científicos

Olá leitores, tudo bem?

Essa é uma excelente oportunidade para quem já é jornalista e possui muito interesse em cobrir a área cientifica.

O programa Knight Science Journalism (KSG), está com inscrições abertas até o dia 28 de fevereiro. O programa que é realizado em sua grande maioria em Cambridge e Boston, está oferecendo 10 bolsas de estudos para jornalistas especializados com cobrir áreas relacionadas a ciência e tecnologia, meio ambiente ou medicina.

Ao todo o programa terá cerca de 9 meses, de agosto de 2017 até maio de 2018. Os sortudos que forem selecionados se encontrarão com os principais pesquisadores e profissionais da comunicação social através de palestras e aulas em universidades como o MIT e Harvard.

Também haverá visitas a importantes locais da ciência e da tecnologia que podem ser de interesse de cobertura dos jornalistas envolvidos no programa.

Entre esses locais estão o Instituto Oceanográfico de Woods Hol e o Laboratório de Biologia Marinha.

Durante o programa também serão ensinados técnicas em fotografia, edição digital, animação, jornalismo de dados e até podcasting.

Os escolhidos para participar do programa serão denominados Fellows Knight Science (algo como, amigos cavaleiros da ciência). E durante o período de participação devem criar um projeto de pesquisa.

Como forma de pagamento pelos nove meses serão pagos US$70 mil para os escolhidos, assim como um seguro de saúde. É importante lembrar que os que forem selecionados não poderão ter outro emprego ou atividade remunerada durante os 9 meses de programa.

Se você está interessado em participar é preciso cumprir alguns requisitos. É preciso ter mínimo de 3 anos de experiência com cobertura em assuntos científicos ou ligados a tecnologia, meio ambiente e medicina, trabalhar com jornalismo em período integral em jornal, revista, rádio, televisão ou veículos online.

Além disso é preciso ser fluente na língua inglesa é claro.

Para se inscrever no processo seletivo é preciso o envio de um currículo, três cartas de recomendação, portfólio com trabalhos já publicados e uma biografia de 500 palavras.

Também é preciso realizar uma redação explicando o seu interesse de entrar no programa e como o KSG pode ajudar você a tingir seus objetivos e contribuir para as áreas envolvidas.

Se você se encontra dentro dos requisitos para participar do programa e quer tentar concorrer a uma vaga, você pode ver mais detalhes e se inscrever clicando nesse link.

Então leitores, oque vocês acharam dessa dica?

Até o próximo texto!

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo