Você está aqui:Home » Livros Grátis » Artes » Metropolitan Museum of Art disponibiliza mais de 400 mil imagens para download gratuito

Metropolitan Museum of Art disponibiliza mais de 400 mil imagens para download gratuito

Olá, leitor!

A tecnologia trouxe grandes avanços e ao mesmo tempo tornou o acesso ao conhecimento mais disponível. E até os museus colocaram em prática as vantagens da internet! Isso porque alguns deles já disponibilizam o download das suas obras ao público em geral.

E você gosta de fotografias e arte? Então vai gostar da notícia que vamos informar pra você! É que o Metropolitan Museum of Art, de Nova York, considerado um dos maiores e mais importantes museus do mundo, disponibilizou 400 mil obras de arte para download gratuito.

Isso na prática, representa que essas imagens gratuitas e em boa resolução estão disponíveis ao público graças a essa nova política de acesso, sob uma licença chamada de Creative Commons Zero (CC0).

Nessa modalidade, qualquer pessoa pode baixar, usar e modificar as obras sem restrições e sem precisar atribuí-las ao autor original. Não é mesmo bacana essa iniciativa do museu?

Sobre o que são essas peças?

metropolitan-museum-of-art_Prancheta 1

Muita história. É isso mesmo! Baixando as imagens de qualquer lugar do mundo, é possível ter conhecimento sobre 12 séculos de história da arte!

Lembrando que não são todas as imagens que o museu disponibilizou para download, são apenas sobre as obras classificadas como de domínio público. Desta vez, o público pode baixar de forma gratuita as reconhecidas obras em alta resolução, de esculturas até gravuras, fotografias e pinturas.

Conforme entrevista do diretor Thomas P. Campbell, este explicou que essa decisão tem como objetivo: “Nos unirmos a um número cada vez maior de museus que fornecem acesso gratuito a imagens de domínio público”. Ele ainda salientou:

“Ao fazer imagens das nossas obras de domínio público e ao disponibilizar também informação sobre elas, através de Creative Commons Zero, o Museu está adaptando às necessidades das audiências do século 21. O  Metropolitan Museum of Art, tem agora uma das maiores e mais diversas coleções de museu de acesso aberto do mundo”, afirmou o diretor Thomas P. Campbell.

Arte e cultura para todos

Tanto se fala sobre uma ter e compartilhar uma cultura e arte para todos. E através dessa iniciativa muitas pessoas terão oportunidade de ver as imagens de peças muito conhecidas como a “Manneporte”, de Claude Monet; “Jovem Mulher com um Jarro de Água” e “Alegoria da Fé”, de Vermeer; “Ciprestes”, de Van Gogh.

Quem não consegue viajar e ir até o museu, jamais teria a oportunidade de conhecer essas peças de arte. Essa ação do museu representa a arte e cultura disponível para mais pessoas. Ou seja, se você não consegue ir até o museu, essas imagens vão até você.

É uma grande satisfação poder ter em seu arquivo pessoal, peças de arte de artistas consagrados como Henri Matisse e Botticelli.

Metropolitan Museum of Art

Para quem já teve a oportunidade de conhecer o museu nos Estados Unidos, sabe que ele é um dos mais renomados do mundo, e está na lista dos 10 mais visitados do mundo. E não é por menos. Ele conta com mais de dois milhões de obras de arte com mais de cinco mil anos. Além de ter disponibilizado obras de livros e fotografias gratuitas para o seu público.

Para abrigar tanta arte, o museu está situado numa área de exposição de 16 hectares. E justamente por isso que o museu Metropolitan em Nova York é a atração mais visitada na cidade. Além de poder conhecer de perto a obra de arte do museu, os turistas também elogiam toda a logística de organização. Por exemplo, fila para ver as peças não são tão grandes assim.

 Metropolitan Museum of Art já disponibilizou livros para download gratuito

Essa não é a primeira iniciativa do museu. Em 2015 o museu disponibilizou de forma gratuita mais de 1.500 obras, entre livros, publicações on-line, boletins e revistas. O acervo disponível representava a historia das últimas cinco décadas, o que corresponde às obras publicadas entre 1964 e 2012 e cobrem todo o período da história da arte.

Os apaixonados por história e por arte podem baixar livros de: Pablo Picasso, Salvador Dalí, Van Gogh, Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rembrandt, Claude Monet, Rosa Bonheur, Georgia O’Keeffe, John Singer Sargent e Utagawa Hiroshige. Estes arquivos podem ser baixados no formato PDF ou lidos on-line.

Alguns livros disponíveis para a leitura são os seguintes:

Leonardo da Vinci: Anatomical Drawings from the Royal Library, de 1983, assinado por Kenneth D. Keele e Jane Roberts, especialistas no artista italiano, é uma das obras disponíveis para acesso;

The Age of Caravaggio;

American Impressionism and Realism: The Painting of Modern Life, 1885-1915;

– Vincent van Gogh: The Drawings;

The Art of Illumination. Este último, em livrarias brasileiras, custa para compra em torno de 180 reais.

O que é licença Creative Commons Zero (CC0)?

Para deixar mais claro de que forma o museu disponibilizou, explicaremos para você o que são essas licenças.  As licenças CC apresentam-se como um instrumento legal para a proteção do conteúdo intelectual, cuja eficácia pode ser confirmada no resultado de uma ação judicial pelo uso indevido de uma obra sob a proteção de uma dessas licenças.

Mas ambas apresentam características importantes. Todas as licenças ajudam os criadores — a quem chamamos de licenciantes, se utilizam os nossos instrumentos — a manter o seu direito de autor e os seus direitos conexos, ao mesmo tempo em que permitem que outras pessoas copiem, distribuam e façam alguns usos do seu trabalho — pelo menos, para fins não comerciais.

Podemos citar alguns exemplos de órgãos governamentais, no Brasil, que já usam as licenças Creative Commons, entre eles estão: Banco Internacional de Objetos Educacionais, Biblioteca Digital Jurídica, RadioBrás.

O também músico Gilberto Gil, na condição de artista, defendeu e disponibilizou músicas sob a licença, tornando-se o primeiro brasileiro a licenciar conteúdo em áudio nesse modelo.

Posso usar as imagens para qualquer coisa?

Sim! Pode usar de várias formas. Já pensou em ter aquela obra de arte que você ama pendurada na sua parede? Você pode aproveitar essa forma de licença  fazer montagens, imprimir um poster para sua casa, estampar aquela camiseta cheia de personalidade, mas com alta qualidade.

Quer fazer um trabalho na escola ou faculdade? Você pode usar essas imagens que baixou e inserir em sites, blogs, trabalhos etc.

Sem dúvida, as licenças flexíveis, em especial as licenças Creative Commons, constituem-se em alternativas que não preenchem todas as necessidades que se manifestam no contexto social contemporâneo, mas ajudam e podem contribuir para minimizar a paradoxal situação vivenciada, inclusive, no âmbito da produção científica, do acesso ao conhecimento e do desenvolvimento de uma cultura mundialmente com menos desigualdades.

Assim,o  Creative Commons acaba também sendo fundamental para a “cultura colaborativa”, já que fornece as bases jurídicas para que a colaboração aconteça de acordo com o coordenador do projeto Creative Commons no Brasil, Ronaldo Lemos. Ou seja, você dependendo da licença você pode usar livremente a imagem como quiser.

Vale ressaltar que, por mais que as imagens tenham sido disponibilizadas de forma gratuita, elas só não podem ser utilizadas para fins comercias, uma vez que eles podem estar atrelados a direitos autorais.

Atrair o público jovem

Tais iniciativas trazem o interesse de um público jovem que não tinha interesse em museus. Não somente para aqueles que não tinham como comparecer e conhecer o Museu Metropolitano de Arte de Nova York, mas desperta também o interesse do público jovem.

Os museus sempre foram conhecidos por serem resistentes a reproduzir a sua coleção, mas alguns deles conseguiu captar a importância da internet para aproximar o público ao seu museu. E o museu conseguiu se destacar por tais iniciativas. Entre outros museus espalhados pelo mundo que já disponibilizaram imagens e obras estão:

Como acessar as imagens?  Basta entrar no site do Museu Metropolitano de Nova York (Met). Depois é só marcar a opção “Public Domain Artworks” em “Mostrar apenas” e iniciar a pesquisa. As imagens abertas estão identificadas pela sigla logo abaixo de sua miniatura.

Claro que com um acervo imenso, é necessário tempo e paciência para selecionar aquelas imagens que você procura, ou as aquelas que você achar mais incríveis.

Para aqueles que querem fazer uma coleção, terão muitos motivos para comemorar e se divertir. Imagens clássicas e de renomados artistas. A iniciativa do museu, junto com a de outros, mostra que a internet pode ser útil e toda a arte disponível para cada vez mais pessoas! É sem dúvida um ótimo trabalho e um incentivo para que não tinha conhecer mais a respeito da história do mundo.

REFERÊNCIA

ARAYA, E. R. M.; VIDOTTI, S. A. B. G. Alternativas emergentes para criação, disseminação e uso legal de informação no contexto da Web.

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo