Você está aqui:Home » Enem » MEC abre inscrição para o Enem

MEC abre inscrição para o Enem

Olá estudantes!

Já foi dada a largada para a época mais importante do ano para vocês. Começaram na última segunda-feira, dia 25, as inscrições para a edição 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio, o famoso Enem.

Os estudantes devem se inscrever apenas pela internet, no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), até as 23h59 do dia 5 de junho.

As provas acontecerão nos dias 24 e 25 de outubro. Em 2014, mais de 8,7 milhões de estudantes se inscreveram no exame.

Taxa de inscrição

Lembrando que, neste ano, o preço da inscrição do Enem subiu para R$ 63 (no ano passado, o valor era de R$ 35). Estudantes que estão cursando o ensino médio em 2015, matriculados na rede pública de ensino, e aqueles que comprovarem baixa renda terão isenção da taxa. Quem não for isento deverá pagar o valor até 10 de junho.

Outra novidade é que a partir deste ano, os candidatos isentos que não comparecerem nos dois dias de provas perderão o benefício para a próxima edição. O objetivo da medida é reduzir os índices de abstenção e, com isso, evitar desperdício de recursos público gastos na realização da prova.

Como se inscrever

Os documentos necessários são aqueles básicos: identidade e CPF. Quem for maior de 18 anos e quiser utilizar o Enem para retirar a Certificação de Conclusão do Ensino Médio deve indicar o objetivo já no ato de inscrição. Os estudantes menores de 18 anos que fizerem o Enem não poderão utilizar a nota no exame para tentar ingressar em instituições de ensino superior caso não estejam cursando o terceiro ano do ensino médio: eles participarão das provas apenas na condição de treineiros.

Mais mudanças: o candidato deverá usar um “endereço de e-mail único” para fazer a inscrição, ou seja, não será possível fazer mais de uma inscrição cadastrando o mesmo endereço de e-mail. Esse uso era frequente, por exemplo, em caso de escolas que usavam o mesmo endereço para efetuar as inscrições de todos os alunos. Ou seja, o candidato que não tiver um endereço de e-mail deverá criar um, já que não pode usar uma conta que já esteja inscrita no Enem.

Nome social

Travestis e transexuais poderão solicitar este ano o uso do nome social no Enem, assim como ocorreu na edição de 2014. Para evitar fraudes, a inscrição dos candidatos que pretendem ser identificados pelo nome social terá alterações: eles devem se inscrever normalmente, no período estabelecido no edital, e encaminhar cópia de documento de identificação, foto recente e formulário disponível on-line, preenchido, entre os dias 15 e 26 de junho. O envio do formulário deverá ser feito por meio do sistema do participante, na página do Enem na internet.

Para que serve o Enem

O Enem é, atualmente, a principal porta de entrada para o ensino superior no Brasil. Desde 2009, a prova passou a ser usada por instituições públicas de ensino superior como critério de seleção em substituição aos vestibulares tradicionais, com a criação do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A prova também é pré-requisito para quem quer participar de programas de acesso ao ensino superior e de financiamento público, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e as bolsas de estudo no exterior do Ciência sem Fronteiras, além do Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que destina a estudantes vagas gratuitas em cursos técnicos.

Já corre lá pro site do Inep, preencha tudo direitinho e se garanta. Não deixe para a última hora.

Boa sorte!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo