Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Jornalismo: guia completo da carreira e curso

Jornalismo: guia completo da carreira e curso

Olá, leitor!

A maioria das pessoas conhece os fatos e acessam as notícias, principalmente, por meio dos programas de jornais transmitidos pela TV, os telejornais. O número de pessoas que se informam também pela internet tem crescido a cada ano e se tornado um meio rápido e prático de acessar notícias.

Esses são os principais meios pelos quais as pessoas ficam atualizadas sobre eventos, conversam sobre novidades, planejam suas vidas, estudos e também trabalho e negócios.

Os principais profissionais envolvidos na produção e transmissão de notícias são os jornalistas. Os profissionais de jornalismo atuam em diversas áreas por trás das câmeras e em redações de agências de notícias.

Se você tem interesse e curiosidade sobre esta profissão, confira este guia completo da carreira e curso!

Carreiras de Jornalismo e mercado de trabalho

jornalismo-guia-completo-da-carreira-e-curso_Prancheta 1

Os jornalistas pesquisam, avaliam, organizam, produzem e apresentam notícias e informações. A profissão de jornalismo se diferencia de outras carreiras que atuam com comunicação, como opiniões, publicidade e propaganda, por certas características.

Por exemplo, o jornalismo fornece informações que são verificadas para que leitores ou espectadores possam tomar decisões baseadas nestas informações. O jornalista comunica sobre a mudança de eventos e problemas. Acima de tudo, um jornalista se esforça para manter a confiança do público fornecendo informações e novidades precisas e valiosas.

Áreas de atuação

Jornalismo de difusão, rádio e plataformas de TV

Provavelmente a primeira referência quando você pensa em jornalismo é a imagem de um jornalista famoso de alguma plataforma de notícias de TV. O profissional de jornalismo vai além da atuação do repórter ou âncora frente das câmeras, há muitos cargos e funções atrás da câmera, como redator, assessor de imprensa, editor e chefe de reportagem.

Jornalista investigativo

Se você é apaixonado pela igualdade, justiça e honestidade, então uma carreira no jornalismo investigativo pode ser uma opção de carreira para você.

O jornalista investigativo é o profissional que irá pesquisar e contar uma história que geralmente uma ou outra pessoa está tentando esconder. Sabe os escândalos de corrupção e aquelas capas de jornais e revistas com matérias especiais que envolvem denúncias? Os repórteres investigativos estão por trás de muitas destas matérias que vemos hoje.

Para se destacar na profissão, além da Faculdade de Jornalismo, é importante investir em cursos sobre pesquisa investigativa, direito e ética que podem ajudar a aprimorar as habilidades necessárias para atuar no mercado de trabalho.

Jornalista esportivo

Se você optar por seguir a carreira como jornalista esportivo, pode atuar em vários tipos de mídia, incluindo redação, transmissão de rádio ou TV, produção ou até mesmo comentarista. A maioria começa sua carreira como jornalista esportivo, como repórter de esportes, como um estágio.

Jornalista de Mídias Sociais

Sites e mídias sociais como Facebook, Twitter e LinkedIn, também atuam como fontes de notícias para muitos de seus seguidores. O jornalista pode atuar na redação e produção de notícias para estas mídias. Cursos e habilidades de web design, multimídia, blog profissional ou gerenciamento de mídia social irão contribuir para destacar o currículo do jornalista de mídias sociais.

Fotojornalista

Os fotojornalistas exploram o mundo enquanto documentam os eventos do nosso tempo com fotos. Alguns fotojornalistas optam por trabalhar como autônomos para ter maior flexibilidade para prestar serviços para diversas agências de comunicação. Fazer cursos de fotografia irá contribuir para sua formação como fotojornalista.

Áreas de comunicação

As principais habilidades jornalísticas, como criação de conteúdo e gerenciamento de informações, são necessárias em outros setores onde as habilidades de comunicação são importantes.

Graduados em Jornalismo podem atuar em uma grande variedade de carreiras que cobrem política, recursos humanos, novas mídias, marketing e relações públicas, comunicação visual, escrita técnica, correspondente internacional, editor de notícias, redator freelancer entre outras.

Relações Públicas

A maioria das agências de publicidade e corporações de renome exigem um diploma de bacharel em relações públicas, jornalismo ou comunicação social para o cargo de relações públicas. Se você tem interesse em atuar nessa área solicite informações no seu curso de jornalismo para determinar quais matérias e até disciplinas extra curriculares que farão diferença para sua carreira.

Salário

A média salarial para os jornalistas em inicio de carreira é de R$2,5 mil, já os profissionais com experiência tem remuneração variável de R$4 mil a R$7 mil. Profissionais no auge da carreira podem atingir até R$20 mil.

Confira mais informações sobre o perfil da profissão de jornalismo no Brasil, com dados da pesquisa realizada em 2012 pela Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), acesse a pesquisa.

Como é o curso de Jornalismo?

Matérias

As principais matérias e conhecimentos adquiridos no curso de jornalismo envolvem: técnicas de redação, telejornalismo, radiojornalismo, fotojornalismo, planejamento gráfico, disciplinas de humanas (história do jornalismo e comunicação, sociologia, filosofia, ética e antropologia).

Duração do curso de jornalismo e estágio

Os cursos de jornalismo devem atender as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Jornalismo (bacharelado). De acordo com essas diretrizes (Resolução nº 1 de 27/09/2013), os cursos devem ter no mínimo 3.000 (três mil) horas, o que corresponde a 4 anos de curso ou 8 semestres. Alguns cursos como o de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo da USP, podem ser feitos em 9 semestres considerando o estágio curricular.

De acordo com a Resolução CNE/CES nº 2/2007, o estágio curricular supervisionado e as atividades complementares não poderão exceder a 20% (vinte por cento) da carga horária total do curso.

Estágio em jornalismo

O estágio supervisionado é um componente obrigatório do currículo e deve ser de 200 (duzentas) horas.

O estágio poderá ser realizado em instituições públicas, privadas, terceirizadas ou na própria instituição de ensino, em veículos autônomos ou assessorias profissionais.

Os cursos oferecidos pelas faculdades de jornalismo devem dar o suporte e oferecer as atividades do estágio curricular supervisionado nos semestres finais do curso, possibilitando aos alunos colocarem os conhecimentos assimilados em aulas e laboratórios.

Tem dúvidas sobre Estágio e Trainee? Como é o estágio? Quando fazer? Confira este guia que preparamos aqui no Canal do Ensino.

TTC – Trabalho de Conclusão de Curso

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é componente curricular obrigatório que deverá ser realizado sob a supervisão docente, apresentado e avaliado por uma banca examinadora formada por docentes, sendo possível também a participação de jornalistas profissionais convidados.

Onde estudar Jornalismo?

Faculdades de Jornalismo

USP –  Curso de Comunicação Social e Habilitação em Jornalismo

UFOP – Graduação em Jornalismo

Cásper Libero – Graduação em Jornalismo

Estácio – Jornalismo e Comunicação Social

Uniara – Bacharelado em Jornalismo

Universidade Anhembi Morumbi – Bacharelado em Jornalismo

Faculdade a distância de jornalismo

Uniter – Curso jornalismo EAD

Cruzeiro do Sul – Curso de bacharelado em Jornalismo EAD

Você tem perfil para ser um jornalista?

Se você possui curiosidade, disposição para aprender, é comunicativo, se interessa por atualidades, cultura, não gosta muito de rotina, tem disposição para pesquisas e também para ter outros pontos de vista, tem interesse em novas tecnologias e prefere ter uma rotina flexível, esta pode ser uma opção de carreira para você.

A principal missão do jornalista é apurar e noticiar fatos que interferem e até contribuem para a sociedade, esta pode ser sua missão também. Pesquise sobre um teste vocacional e tudo o que precisa saber para escolher sua profissão.

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo