Você está aqui:Home » Dicas » Aplicativos & Jogos » Jogo facilita o aprendizado de alunos

Jogo facilita o aprendizado de alunos

Olá pessoal!

Já imaginou aprender jogando videogame? Essa é a proposta da Tamboro, empresa que desenvolve games adaptados ao currículo tradicional. A primeira plataforma da empresa levará esse mesmo nome e será lançada oficialmente a partir de maio deste ano. Para conhecer sobre a história de seus antepassados, o jovem Ludz precisa chegar ao distante arquipélago de Insulam. Lá, os níveis de energia são medidos de acordo com o conhecimento acumulado e cada ilha corresponde a uma atividade distinta. Nesse jogo, que une aventura e aprendizado, os estudantes de ensino fundamental e médio podem aprender, de modo lúdico, como desenvolver conceitos de língua portuguesa e matemática. Além disso, à medida que os alunos passam de fase, relatórios simultâneos são enviados aos professores.

Antes disso, ainda como projeto-piloto, os games estão sendo levados a escolas públicas do Rio de Janeiro e São Paulo. Segundo informações do portal Porvir, na cidade carioca, a experiência foi realizada durante o segundo semestre de 2011 e ao longo de 2012 em cerca de 100 escolas da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro. Neste ano, cinco escolas da rede pública de São Paulo vêm adotando os jogos educativos em sala de aula.

Como dois games já estão estruturados, a plataforma recebe neste ano mais 20 jogos, todos com a preocupação de dialogar com conteúdos voltados a habilidades do século 21, como à tomada de decisões, entendimento de regras, capacidade de resolução de problemas, raciocínio rápido, estratégia, antecipação e perseverança.

Parte dessas características está presente, por exemplo, no Inventarium, destinado a ajudar os jovens a fazer escolhas e definir projetos de vida, abordando aspectos como “quem eu sou” e “o que quero ser”. Como uma espécie de tabuleiro, o estudante vai passando por etapas no jogo que abordam desde sua árvore genealógica até temas como moradia, profissão e meio ambiente. O game é indicado para estudantes do 7º ano até o ensino médio. E a ideia é que os alunos possam construir situações interativas que os levem a reconhecer como suas expectativas podem ser alcançadas, tornando-os protagonistas de suas próprias histórias.

Aproveite!

Fonte: Universia Brasil

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo