Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Empregos » Guia completo sobre cargo Júnior, Pleno e Sênior

Guia completo sobre cargo Júnior, Pleno e Sênior

Olá, leitor!

Se você é graduado e está a procura de um emprego na área de administração, secretariado, tecnologia da informação ou marketing, já deve ter feito entrevistas em grandes empresas e provavelmente se deparou com nomenclaturas como essas: Júnior, Pleno e Sênior.

Talvez tenha surgido a dúvida sobre qual o nível em quê se encontra. Mesmo que não precise usar durante a entrevista, é importante entender como se define essa classificação.

Nesse guia completo sobre cargo Júnior, Pleno e Sênior você vai saber tudo o que precisa sobre o assunto para compor seu currículo e se dar bem nas entrevistas. Confira!

Critérios para classificação

cargo_junior_pleno_senior

Essa classificação é baseada em um plano de carreira que empresas grandes, com muitos cargos, diversos departamentos e várias funções, criam para organizar e definir o papel dos funcionários dentro de uma hierarquia, oferecendo caminhos em que eles poderão seguir conforme crescem na empresa.

Esta estrutura pode variar entre as companhias sem seguir regras fixas. Houve uma época em que para definir essa divisão se levava em consideração, somente o tempo de experiência numa empresa.

Atualmente, sabe-se que não é o tempo de serviço o único critério capaz de habilitar um funcionário como Júnior, Pleno ou Sênior. Hoje mescla-se a complexidade das tarefas com a maturidade profissional.

A grande dificuldade é saber quais critérios serão utilizados para definir o nível de experiência e as habilidades profissionais. De modo geral, as empresas levam em consideração: a busca pelo aprendizado, a experiência na área, o tempo de serviço, a habilidade de liderança, o conhecimento técnico, entre outros. Vejamos como se diferenciam essas três categorias:

Plano de carreira baseado na classificação

1 – Profissional Júnior (JR)

O profissional classificado como Júnior é o funcionário que está iniciando sua carreira na empresa, muitas vezes depois do estágio. Em algumas empresas pode receber a nomenclatura Trainee. Ele exerce funções mais básicas, tarefas com menor grau de complexidade e menor exigência profissional.

Geralmente trabalham em escritórios, no setor administrativo ou ocupante de outros cargos como secretariado. São os recém graduados, iniciantes em sua profissão.

Não é exigido experiência, obviamente. Não possuem autonomia, seguem orientações e decisões dos chefes, dos profissionais cujo cargo estão hierarquicamente acima, como é o caso do Pleno e do Sênior.

O tempo para permanência nesse nível varia de 2 a 4 anos, porém, leva-se em consideração muito mais o desempenho do profissional, seu aprendizado e sua maturidade, do que o tempo passado nesse cargo. Se você for um trabalhador que pretende fazer carreira na empresa, precisa ter atenção aos seguintes detalhes:

  • Esteja sempre atento às regras da empresa. Como está iniciando na empresa, infringir suas normas, não seguir as orientações, contribuirão para sua pouca permanência na mesma;
  • Escute todos os conselhos, dicas, sugestões e críticas do seu chefe. Nunca leve para o pessoal e por mais difícil que possa ser, saiba ouvir para corrigir suas falhas e melhorar seu desempenho no trabalho;
  • Lembre-se que é iniciante no campo de trabalho, saiba aproveitar todas as orientações para sua vida. Esse será o momento ideal para perceber se é mesmo seu objetivo crescer na empresa e trabalhar para isso.

2 – Profissional Pleno (PL)

A nomenclatura Pleno, denomina o profissional acima hierarquicamente do Júnior ou do Trainee. Geralmente, estão em torno de 4 a 6 anos na empresa adquirindo experiência, dominando os procedimentos técnicos ou burocráticos da companhia, além das normas ou o regimento interno da mesma. Nessa função podem ficar em torno de 5 anos ou mais.

Atendem os requisitos desse nível, pessoas com maior experiência na profissão, que exercem atividades mais específicas e complexas na empresa. São os chefes de departamentos, os especialistas e gerentes. Podem tomar decisões endossadas por um superior, como o Sênior.  Saiba quais as características que o auxiliarão a se destacar nesse estágio da carreira:

  • Continue aprendendo. Não é porque se tornou superior em uma categoria, que você não precise aprender. Todas as profissões se aprimoram, evoluem para acompanhar o desenvolvimento das tecnologias, das ciências e das relações humanas. Esteja atento às mudanças.
  • Compartilhe seu conhecimento. Um verdadeiro líder quer que sua equipe cresça junto com ele. Sabe detectar as falhas que seus colegas de trabalho têm, e investe em treinamento para corrigir essas falhas, ao mesmo tempo que transmite todo seu conhecimento para auxiliar no desenvolvimento de cada um.
  • Seja imparcial. Por mais que prefira o jeito de um determinado funcionário trabalhar, não discrimine os demais. Lembre-se que, todos são diferentes e se eles chegaram onde estão, foi porque passaram por uma seleção anterior, tiveram destaque e conhecimento em determinada área. Detecte essas diferenças e aproveite para melhorar o grupo, não separá-los.
  • Mantenha uma relação de profissionalismo, com respeito, cooperação, utilizando das melhores ferramentas de recursos humanos e gestão de pessoas, que for possível. Saiba premiar quando for merecido, mas corrigir quando necessário. Saiba chefiar, se pretende continuar crescendo na carreira.

3 – Profissional Sênior (SR)

O profissional que se encontra nessa categoria normalmente é pós-graduado, especializado, geralmente com curso de gestor e que trabalha a muito tempo na empresa – mais de 6 anos, ou na área específica, possui assim muita experiência além de maturidade profissional.

O salário é bem maior em relação aos outros cargos da companhia. É o chefe superior, executivo ou analista e tem total autonomia nas suas decisões, pois, o cargo em que se encontra lhe confere isso, devido ao grau de complexidade e exigências. Se você pretende chegar nesse nível, o ideal é que:

  • Entenda muito de administração, além da sua área específica. Provavelmente será diretor de algum departamento ou setor. Tomará decisões muito sérias e será responsável por um desenvolvimento crescente, apesar das crises econômicas do país ou internacionais.
  • Pra alcançar esse degrau, tem que ter claro os objetivos da instituição e manter metas para que se cumpram esses objetivos. Por isso, espera-se que seja um excelente gestor de pessoas. Que saiba liderar sua equipe imediata para que essa transmita da forma mais adequada aos demais colaboradores.
  • Muitas vezes fazem parte de empresas que negociam com outros países, por isso existe a necessidade de saber mais de uma língua. Ter um conhecimento amplo de economia, relações internacionais, estar atento a tudo que acontece no mundo. Atualizar-se e continuar aprendendo.
  • Além das características citadas para quem almeja chegar na categoria Pleno, para a categoria Sênior, precisa representar a empresa, a companhia em que é um dos chefes superiores. Muitas vezes estará no lugar de altos executivos, ou mesmo do Presidente da empresa. Será mais representativo do que as categorias anteriores.
  • Para que sua empresa seja renomada mundialmente, nunca será demais lembrar: mantenha a ética, a honestidade, procure defender a qualidade de sua empresa por meios legais, defenda campanhas de preservação ao meio ambiente, de educação e de cidadania, implante a política de transparência. Pois, agindo assim estará levando sua empresa para um futuro promissor.

Essas são as característica e as diferenças que compõem cada um dos níveis de classificação de carreira.

É bom lembrar que são as empresas realmente grandes que geralmente adotam essa classificação, mas podem conter ainda outras nomenclaturas a mais como: estagiário (pode haver a diferenciação como sendo anterior ao Júnior, ou mesmo no lugar deste) e Master (acima do Sênior).

Sobre seguir carreira em uma empresa

Importante ter mente, que antes de planejar seguir carreira em determinada companhia, é preciso gostar do que faz e querer mesmo chegar ao topo. Os interesses não devem estar presos numa questão de poder, mas principalmente em querer liderar equipes e ajudar no crescimento de toda a instituição.

Terá que saber administrar questões como: pressão no ambiente de trabalho, cobrança de resultados no serviço, estresse emocional e psicológico. Quanto maior o cargo, mais essas questões aparecerão em seu dia a dia. Tenha consciência disso, para se preparar quando estiver prestes a atingir seus objetivos.

Esperamos que com esse guia passe a entender melhor cada categoria e saiba realizar suas funções muito bem, de acordo com sua classificação em seu novo emprego. Tendo claro as caraterísticas delas, saberá o que precisa fazer para chegar ao cargo que considera ideal.

Até breve!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo