Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Empregos » Guia completo para você conseguir voltar ao mercado de trabalho

Guia completo para você conseguir voltar ao mercado de trabalho

Olá, leitor!

Você esteve afastado do mercado de trabalho e agora quer voltar com tudo? Não se preocupe. Nunca é tarde para conseguir aquela vaga e tentar uma recolocação no trabalho. Por isso, nós elaboramos um guia que vai ajudar você!

Independente do seu afastamento do mercado de trabalho, é bom sempre ser verdadeiro e não mentir a respeito. Neste sentido, quando participar das seleções não tenha medo de expor a sua situação para o recrutador.

É óbvio que quanto mais alto o cargo, mais difícil será se recolocar, justamente por haver um volume menor de vagas. A recolocação no mercado de trabalho depende também da conjuntura de mercado, algumas áreas têm maior empregabilidade que outras, isso precisa ficar bem ciente por parte de quem procura uma vaga.

Como voltar ao mercado de trabalho?

conseguir_voltar_ao_mercado_de_trabalho_mercado_de_trabalho_recrutadores_profissional

Pode ser que ficar afastado do trabalho prejudique um pouco a sua volta, mas isso não quer dizer que é impossível. Se você seguir o nosso guia provavelmente estará trabalhando logo novamente. Atente-se as seguintes dicas para voltar ao mercado de trabalho com tudo.

Analise a sua vida profissional

Calma! Não adianta se desesperar e achar que você perdeu muita coisa estando fora do mercado de trabalho. Um passo de cada vez, ok? Pense e analise em que momento parou e porque parou.

Faça reflexões de quanto essa pausa pode ter contribuído para o seu amadurecimento. Se foi positivo, tudo bem, agora se a experiência foi negativa, não se sinta culpado (a), o que interessa é que agora você se sente pronto para retornar. E talvez, tenha sim medo, isso é muito comum. O importante é se preparar e saber que se você se esforçar terá a sua recolocação do mercado de trabalho.

Não saia desesperado (a), isso pode apenas frustrar as suas expectativas.  Transforme esse momento de recolocação em uma oportunidade de realização pessoal e profissional! As vezes, essa pausa mostra que você quer fazer outra coisa, quem sabe empreender? Ou ainda trocar de profissão? Nunca é tarde, e por isso faça essa reavaliação.

Organize as suas finanças

Independente do motivo é bom você organizar as suas finanças. Mesmo que você esteja no vermelho e isso pode deixar você ainda mais ansioso em retornar ao mercado de trabalho, não vai adiantar se desesperar. Aproveite este momento, para cortar custos, avaliar as compras impulsivas, e reavalie o quanto realmente você precisa ganhar para manter o seu estilo de vida.

Muitas vezes, aquele tão sonhado cargo que é difícil de conseguir, pode não ser tão importante assim, se você avaliar a fundo as suas finanças. E assim, pode topar uma proposta de emprego com menos candidatos, e menos preocupações. Mas jamais deixa de ser um trabalho importante. Afinal, quem faz o trabalho ser importante é você!

Faça pesquisas de mercado

Avalie desde o momento em que parou e quanto tempo ficou fora do mercado. Por exemplo, se o seu objetivo é trabalhar em alguma empresa específica, pesquise sobre como ela atua ou de que modo você poderia atendê-la. Esses momentos são oportunos para fazer reflexões em que áreas realmente quer trabalhar ou inovar.

E mais, não se fixe apenas na garantia da carteira assinada: amplie seu campo para projetos e consultorias e trabalho freelancer ou temporário. A partir destas experiências podem surgir oportunidades bem válidas para a sua carreira.

Escolha a informação certa para o currículo

Independente do motivo que você precisou se afastar do mercado de trabalho, você pode incluir isso no seu currículo a seu favor. Mas é importante que você deixe isso bem esclarecido em seu currículo.

Reative sua rede de contatos

Não tenha vergonha de comentar que você está voltando ao mercado de trabalho. As vezes, um simples comentário com o vizinho pode lhe trazer uma oportunidade. Por isso, comente com a família, amigos, e até ex-colegas. Uma rede de contatos atualizada é sempre bem-vinda!

Frequente cursos e palestras

Já que quer voltar ao mercado de trabalho, aproveite e busque se atualizar ainda mais. Dessa forma, frequente cursos e palestras, participe de eventos em sua cidade, até mesmo cursos e palestras online. Aproveite e coloque isso no seu currículo.

Capacite-se ainda mais

Este é o momento de mostrar o porque você quer tanto voltar ao mercado de trabalho. Faça cursos na área, participe de eventos. Assim, o recrutador vai perceber na entrevista que realmente você está disposto e interessado em retornar com tudo.

Busque visibilidade

Como falado anteriormente, busque visibilidade. Fica difícil um recrutador chegar até você se você nem divulgou seu currículo e está sentando na sua casa esperando a oportunidade certa. Corra atrás dos seus objetivos!

Mantenha o foco na sua área

A gente sabe que é bem comum ficar um pouco desesperado ao saber o tempo que se ficou longe do mercado de trabalho. Só que o desespero não ajuda em nada. A dica então é focar! Não adianta enviar 1.000 currículos para diversos lugares, sem ser da sua área.

Inclusive o recrutador vai perceber.  Sendo assim, busque as oportunidades que são na sua área. Mesmo que sejam poucas, é mais importante você se qualificar e tentar a chance onde você já trabalhou. E não sair tentando a chance em várias áreas diferentes.

Prepare seu “material de venda”

Aproveite para deixar bem claro em seu currículo os cursos que realizou, e as experiências e detalhes que você pode acrescentar para a vaga que está concorrendo. Alguns pequenos detalhes podem acabar fazendo a diferença na hora da entrevista.

Invista nas mídias sociais

As mídias sociais estão aí para você buscar o seu proveito. Não adianta ter o seu currículo salvo na pasta do computador e na internet seu currículo estar completamente desatualizado. Cada vez mais as empresas fazem consulta de seus candidatos online. Por isso, aproveite e deixe o currículo atualizado nas mídias sociais também.

Mostre seus motivos

Na hora da entrevista mostre os motivos que levaram a concorrer a vaga. Mostre-se interessado e acrescente ao recrutador porque você seria importante para desempenhar a função.

Não minta sobre a demissão

Se você chegou a ser demitido não minta. Mais cedo ou mais tarde a empresa pode acabar ficar sabendo e isso pode apenas comprometer a sua imagem de forma negativa. Nas entrevistas e seleções é fundamental que diga a verdade, e aproveite para mostrar o que você aprendeu com cada situação.

Considere oportunidades temporárias

É muito comum ficarmos focados em vagas com carteira assinada, justamente pelos benefícios. Porém, muitas vezes acabamos deixando escapar boas oportunidades e que são temporárias. Quantas pessoas foram contratadas de forma temporárias, mas acabaram sendo efetivadas?

Por isso, não deixe de se candidatar a uma vaga mesmo que ela seja temporária. Você pode alavancar o seu currículo, ou ainda quem sabe pode surgir outras vagas dentro da empresa e você poder se candidatar. Quando se está atuando dentro da empresa fica bem mais fácil.

Quanto tempo vou demorar para voltar ao mercado?

Essa é uma pergunta bem frequente de quem está querendo voltar para o mercado de trabalho. Porém, é preciso ter muita calma e não deixar a ansiedade e o desânimo tomarem conta. Quem chega a uma entrevista, um dos medos mais comuns é da pergunta: “Por que você está há 1 ano sem trabalhar?”. Não tenha medo de falar a verdade.

E outra questão é que os recrutadores também entendem a realidade do mercado de trabalho em que mais de 13 milhões de pessoas estão desempregadas. E para muitos, isso não é uma novidade, e sim faz parte da realidade.

Especialistas afirmam que o tempo para se recolocar no mercado pode ser de 8 meses, mas ainda é muito relativo e vai depender de vários fatores como a área, o cargo almejado — quanto mais alto for, mais difícil de recolocar, devido ao restrito volume de vagas — e a conjuntura econômica do momento.

Uma dica para quem chega até a entrevista é não se mostrar desesperado.  É claro que os recrutadores sabem que há contas a serem pagas mensalmente, mas o candidato também não pode chegar na sala já se sentindo derrotado. Diga o que você tem feito durante esse período – os cursos que completou, os contatos que retomou, os eventos de que participou.

Ele quer um profissional para a empresa e não uma pessoa desempregada desesperada. Claro que sabemos que essa fase pode ser estressante e angustiante da vida, o principal, entretanto, é compreender este processo e reavaliar muito bem o que você quer.

E independente do tempo que ficou fora do trabalho, principalmente para as pessoas acima de certa idade não há porque ficarem desesperadas. Nunca é tarde para recomeçar e muitos recrutadores sabem que pessoas com mais experiência são comprometidas e muitos estão selecionando candidatos acima de 50 anos.

Com nosso guia você conseguiu ver as principais dicas para conseguir voltar ao mercado de trabalho. Primeiro, não se desespere, tente se manter atualizado, mantenha o foco, busque capacitação se possível e vá com tudo nas seleções. Mantenha-se positivo e não desanime se tiver os primeiros nãos! Boa sorte!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo