Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Guia completo de como ser poliglota e aprender um idioma rapidamente

Guia completo de como ser poliglota e aprender um idioma rapidamente

Olá, leitor!

Você já ouviu falar do termo “poliglota”? Talvez você esteja perguntando: “O que é ser um poliglota?” Ou “Como ser um poliglota?”.

Muitas pessoas gostariam de aprender novos idiomas, mas não sabem como. Hoje vamos explicar o que significa ser um poliglota e dar dicas para você aprender um novo idioma rapidamente.

Confira!

O que é ser um Poliglota

como_ser_poliglota_como_ser_um_autodidata_matrizes_brasileiros_famosos_segredo_qualquer_idioma_em_3-meses_aprender_outro-idioma_sozinho

De acordo com o Dicionário de Língua Portuguesa Michaelis, poliglota é simplesmente “Pessoa que fala ou sabe mais de quatro línguas”.

Também pode significar algumas outras coisas em outros contextos, por exemplo, quando um texto aparece em mais de um idioma, geralmente em colunas paralelas para comparação.

Mas a maneira mais comum de usar o termo poliglota é para se referir a uma pessoa que domina vários idiomas, geralmente 4 ou mais idiomas.

Isso pode parecer estranho para os brasileiros que tem a língua portuguesa predominante como idioma reconhecido, porém em muitos países da Europa, Ásia e em algumas partes da África, a maioria das pessoas já fala 3 ou 4 línguas desde criança, pois nestes lugares há mais de um idioma oficial. Então, em alguns países ser um poliglota não é incomum.

Há ainda pessoas que dominam mais de 6 idiomas com muita naturalidade, e são chamadas de  hiper poliglota.

Mas qual é o segredo dos poliglotas e dos hiper poliglotas? Será que essas pessoas têm algum dom especial ou são superdotadas?

Pode ser que algumas delas tenham sim mais facilidade para aprender línguas, porém o que todas têm em comum?

Pessoas como o Papa Bento XVI, que fala 6 idiomas: espanhol, italiano, alemão, francês e inglês, um pouco de português.  O Papa Francisco, como também é chamado, já chegou a fazer um discurso em 27 línguas, apesar de não dominar todos os idiomas.

Continue lendo para conhecer alguns segredos dos poliglotas e descobrir o que essas pessoas fazem para dominar tantos idiomas.

Como ser um poliglota? Qual é o segredo dos poliglotas?

Essas pessoas em algum momento tomaram a decisão de aprender um novo idioma, seja por motivos profissionais ou pessoais. E o que fazem em seguida, é experimentar técnicas mais eficazes para aprender uma nova língua, eles aprendem “como aprender” e investem em estratégias.

Para entender como uma pessoa se comunica, imagine que seu cérebro funcione com um computador; o cérebro executa várias atividades programadas e aciona varias áreas como a percepção auditiva, o controle motor, memória semântica, e o sequenciamento de palavras.

Assim, para que a pessoa possa aprender e falar uma nova língua, o cérebro precisa fazer novas conexões e uma nova programação, para dominar as novas estruturas do som e das palavras.

Esses caminhos neurais são fortalecidos com a repetição, por isso é importante encarar o sonho de ser poliglota como uma jornada em que seu cérebro estará arquivando novos conhecimentos na sua memória.

Crie o hábito de estudar idiomas

Para memorizar de um novo idioma a pessoa precisa fortalecer as “novas programações”. O cérebro procura formas de poupar energia e esforço, isto é, se torna mais eficiente no aprendizado e para executar qualquer tarefa transformando toda rotina em hábito.

Quando você o executa uma rotina diversas vezes, isso é, quando faz uma atividade da mesma forma repetidas vezes, o cérebro aciona aquela “programação” de forma automática.

Por que o hábito de estudar é importante para você ser poliglota? Porque é justamente o que você vai usar para conseguir dominar os novos idiomas com mais eficácia.

Qualquer hábito possui 3 fases, a deixa, a rotina e a recompensa. O hábito de estudar idiomas também. Entenda cada etapa do hábito:

  • Deixa: estimulo que faz com que seu cérebro acione a “programação” entre no modo automático.
  • Rotina: É a atividade que você faz repetidamente. No caso para ser um poliglota você irá executar diferentes atividades que envolvem o aprendizado de idiomas.
  • Recompensa: É o que irá estimular seu cérebro a identificar que aquela rotina é importante, e isso irá fazer com seu cérebro “arquive” o novo conhecimento.

Por exemplo, um poliglota que já estabeleceu o hábito de estudar idiomas pode estar navegando na internet e quando escuta o som do alarme do seu celular (deixa) fecha sua mídia social e abre seu aplicativo para fazer suas lições no novo idioma que está treinando, depois faz uma pausa e toma um cappuccino (recompensa) enquanto escuta sua playlist.

A recompensa é sempre algo que dá sensação de prazer, a deixa é algo que o faz “lembrar” da sua rotina.

Para colocar essa dica em prática continue lendo e veja como desenvolver o hábito de estudar idiomas para se tornar um poliglota.

Prepare um plano de estudos para aprender qualquer idioma

Como está sua rotina? Reflita como estão seus horários e a distribuição de atividades.

Identifique oportunidades para você inserir planos de estudo de idiomas e horários que poderá ter contato com o novo idioma mesmo em deslocamento ou fazendo outras atividades, como ouvir áudios enquanto está na academia.

Para se tornar rotina é importante que essas atividades do seu projeto para ser um poliglota sejam repetidas por mais de 3 ou 4 dias na semana.

O ideal é que você tenha um local destinado para suas sessões de estudos de idiomas, isso irá funcionar também como “deixa” para reforçar o hábito.

Use algo que seja capaz de informar a seu cérebro para acionar o seu modo automático de aprender idiomas (hábito de estudar), você pode utilizar aplicativos como Duolingo e Memrise.

Organize seu material para estudar idiomas

O hábito de organizar seus materiais de idiomas irá fazer você acelerar sua jornada para se tornar um poliglota.

Caso não tenha um local de estudo em casa ou numa biblioteca, deixe sempre na sua mochila um caderno pequeno, canetas, um livro e aplicativos no celular para estudar onde estiver.

Invista em bons livros didáticos e materiais para poliglotas

Você pode baixar aplicativos com dicionário de idiomas e utilizar dicionários online, mas para os idiomas que queira realmente se aprofundar também invista em bons dicionários para tirar dúvidas e para descobrir novas palavras relacionadas ao seu dia a dia.

Pesquise bons livros para estudantes de idiomas, feitos pensando nos poliglotas esses livros são elaborados com diversas combinações de idiomas, com paginas com colunas e comparações entre dois idiomas.

Por onde começar? Pesquise livros como os da Série “Assimil – Sem esforço” há vários com combinações de Francês-Português, Espanhol-Português, Italiano-Português e outros.  Os livros apresentam diálogos do novo idioma em uma página e na pagina ao lado há explicações no idioma de apoio. Alguns livros também são acompanhados de áudios e são ótimos para o estudante que quer focar na oralidade e conversação.

Siga os passos dos poliglotas

Se você quer realmente encontrar respostas para “Como ser um poliglota” siga os conselhos de quem já dominou as técnicas de estudo e falam mais de 4 idiomas. Você pode conhecer essas pessoas em chats, conferencias e seminários para poliglotas e através de livros e sites.

Materiais como livros escritos por poliglotas, por exemplo, o livro “Babel no more” elaborado pelo hiper poliglota, Michael Erard, podem te dar preciosas lições e estratégias para você se inspirar.

Pesquise sobre pessoas que falam diversos idiomas como o hiperpoliglota Luca Lampariello. Lampariello fala 10 línguas e tem um site bem interessante, o “The Polyglot Dream”. No site você encontra artigos sobre as viagens que ele faz, algumas postagens são disponibilizadas em 3 idiomas com texto e áudio!

Comemore sempre seus avanços

Lembra-se do que falamos sobre as 3 fases do hábito? Então estipule pequenas recompensas para se presentear logo após suas sessões de estudo e após conquistar metas na sua jornada para ser poliglota.

Estipule recompensas imediatas e simples como, comer um pedaço de chocolate ou assistir um filme, e outras formas de comemoração pela conquista de seus resultados quando conseguir conversar ou entender uma frase completa.

Conheça sobre os aspectos culturais

Pesquise bastante e seja curioso sobre a cultura relacionada ao novo idioma. Descubra fatos sobre os nativos do idioma que quer aprender. Descubra a história da língua e da nação, literatura, principais cidades, gastronomia regional, filmes produzidos, músicos e personalidades.

Estude outro idioma com áudios

Faça exercícios para compreender o idioma escolhido com temas do cotidiano num curso ou site que tenha muito exercícios e materiais com áudios.

Uma ótima dica é o site 50 linguagens, você pode acessar cursos de 50 idiomas e 100 arquivos de áudio gratuitos organizados em categorias com os temas de cada língua.  Você também pode baixar o aplicativo e acessar de onde estiver, isso irá facilitar a fortalecer o hábito de estudar para ser um poliglota.

Treine a pronúncia com um gravador

Você pode treinar a pronúncia lendo em voz alta e utilizar um gravador enquanto faz a leitura de uma lista com números ou o alfabeto do novo idioma. Esse exercício simples irá te ajudar a aperfeiçoar a pronúncia.

Use todos seus sentidos para ser poliglota

Para aprender algo você provavelmente tem preferência por um método que explore mais a visão, a audição, a fala, ou a interação com seu corpo. Mas é importante que além do seu canal sensorial preferido você explore todos. Para isso faça exercícios que envolvam todos seus sentidos, com imagens além de som e escrita, isso irá acionar o seu canal visual e ajudará na memorização.

>>> Descubra os métodos utilizados pelos poliglotas para falar um novo idioma em tempo recorde.

Enriqueça seu vocabulário

Leia textos, assista vídeos e ouça músicas com conteúdos em diferentes idiomas para enriquecer seu vocabulário.  Através das mídias e principalmente das musicas você pode aprender diferentes palavras a cada dia. Essa é recomendação da poliglota Susanna Zaraysky que fala 8 idiomas e é autora do livro”Language Is Music“.

Treine a gramática e escrita com textos úteis do dia a dia

Para treinar a gramática, além dos exercícios indicados nos livros didáticos do novo idioma, escreva textos curtos que se utiliza no dia a dia, como receitas, e-mails, recados e seu currículo.

Encontre um parceiro de idiomas

Você pode convidar um amigo para aprender como ser poliglota e compartilhar as experiências durante sua empreitada para dominar várias línguas.

Mas é importante que praticar a língua como se fala “na vida real” e isso você irá conseguir conversando com um nativo.

Há vários sites para estudar idiomas com nativos, aqui no Canal do Ensino já compartilhamos várias dicas. Será ótimo para aprender a pronúncia correta e praticar a conversação.

Você já experimentou praticar uma língua com um nativo?

Estude outro idioma a partir do inglês

Essa dica ficou para o final porque no início da sua jornada para ser um poliglota não é indicado que você aprenda dois idiomas ao mesmo tempo. É importante focar em novo idioma primeiro para fortalecer sua memorização e depois ir introduzindo outro.

E quando chegar nesse estágio você pode aproveitar os inúmeros materiais disponíveis em inglês para estudantes de idiomas.

Uma dica é acessar os materiais do FSI (Foreign Service Institute), um órgão do governo americano, que disponibiliza vários cursos gratuitos para treinar diplomatas e outros funcionários que precisam viajar muito pelo mundo afora.

Você também pode aprender um novo idioma utilizando o inglês através de livros didáticos como a série dos livros Teach Yourself.

Como aprender qualquer idioma em 3 meses?

É possível ser um poliglota mais rápido? Esse é o desejo de quer dominar mais do que dois idiomas.

métodos que afirmam ser possível aprender qualquer idioma em 3 meses. Mas cada pessoa tem um ritmo de aprendizado, e o que pode acelerar o ritmo é a prática e a consistência.

Além do hábito de estudar idiomas você irá acelerar o processo para se tornar um poliglota aplicando as estratégias dos hiper poliglotas. As pessoas que falam 5, 6, 12, ou até 50 idiomas. Eles realmente sabem aprender novas línguas!

Você pode consultar diversas dicas para ser poliglota, mas nada pior do que ter um ótimo livro de um autor hiper poliglota, um cronograma de estudos pronto, se você nunca conseguir completá-lo!

Ao se deparar com seu quadro de horários e livros fechados você irá se sentir desanimado. E isso mina sua motivação para aprender idiomas.

Lembre-se que nada acontece da noite para o dia, o hábito é formado por repetição, assim como o desenvolvimento de uma nova linguagem também.

E se você não colocar em prática uma dica e passo por vez, continuará se frustrando. Coloque em prática tudo isso que você aprendeu aqui!

Bons estudos!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo