Você está aqui:Home » Dicas » Filmes » Festival de Cinema Russo 2021 oferece 8 filmes on-line gratuitos

Festival de Cinema Russo 2021 oferece 8 filmes on-line gratuitos

Olá, leitor(a)! 

Começou ontem, dia 16 de setembro de 2021o 2º Festival de Cinema Russo no Brasil. O evento on-line é realizado pelo ROSKINO (órgão estatal do governo russo responsável pela distribuição audiovisual em território nacional e internacional), com apoio do Ministério da Cultura da Rússia. 

O Festival será transmitido, de forma gratuita, na plataforma Supo Mungam Plusem parceria com a Spcine Play, plataforma mantida pela Spcine, empresa de cinema e audiovisual da cidade de São Paulo. Ele será exibido de 16 de setembro até 10 de outubro de 2021 e promete levar emoção aos(às) espectadores(as) com gêneros que vão da comédia ao documentário. 

Festival de Cinema Russo no Brasil

A 2ª edição do Festival no Brasil tem o intuito de divulgar as produções do cinema russo e a cultura do país depois de um período de estagnação. Com o fim da União Soviética nos anos 90, os investimentos na indústria cinematográfica sofreram reduções e só foram retomados em 2010 com o suporte de fundos públicos e privados. 

Desde então, com a recuperação financeira e os altos lucros do setor energético, o Ministério da Cultura e seus parceiros começaram a ampliar o alcance dos filmes russos, tanto dentro como fora do território. 

E o Brasil foi um dos destinos escolhidos. Segundo a CEO do ROSKINO, Evgenia Markova, para o site Vertentes do Cinema, “o público brasileiro foi um dos mais receptivos e, por isso, estamos igualmente felizes por repetir a parceria com a Spcine, que nos ajudou a conectar o Festival a milhares de espectadores(as).” 

Ao todo, 8 filmes compõem a mostra, com destaque para Parentes (2021), o único filme lançado neste ano, e Doutora Liza (2020), uma biografia emocionante. Vamos conhecer um pouco mais sobre cada um deles. 

Festival de Cinema Russo 2021: 8 filmes on-line gratuitos

Fonte: Reprodução

Parentes (2021)

Nessa comédia dramática, um pai resolve realizar o grande sonho da vida após ser diagnosticado com uma doença terminal: cantar sua música no Festival Grushinsky. Então, decide levar toda a família nessa viagem e, juntos, eles enfrentam aventuras, desafios, uma prova de amor e um reencontro importante depois de 20 anos. 

Na ponta (2020)

A personagem principal, interpretada pela atriz Svetlana Khodtchenkova, é uma esgrimista famosa que vê sua medalha olímpica de ouro ameaçada por uma jovem atleta em ascensão e leva essa disputa também para o lado pessoal. O enredo é baseado no confronto real entre as esgrimistas russas Sofia Velikaia e Iana Egorian, que ocorreu na Olimpíada do Rio, em 2016. 

Doutora Liza (2020)

O filme conta a biografia de Elizaveta Glinka, filantropa e fundadora da ONG (organização não governamental) Ajuda Justa, retratando um dia na vida da ativista. Durante o seu aniversário de casamento, ela recebe uma ligação para ajudar uma criança que necessita de medicamentos e acaba atraindo a atenção da polícia, que passa a vigiá-la. 

Masha (2020)

Nesse drama, a protagonista, Masha, cresceu em meio à violência e ao crime em uma cidade provinciana da Rússia durante os anos 90. Com o sonho de ser cantora, ela deixa sua cidade natal e se muda para Moscou, porém, quando o passado vem à tona, ela é obrigada a retornar para o lugar onde passou a infância. 

Luta (2019)

O único documentário do Festival retrata os desafios enfrentados pela seleção russa paralímpica de futebol, na qual os jogadores são totalmente cegos, durante a preparação para o Campeonato Europeu. Uma história de superação e muito esforço em busca de uma medalha de ouro. 

Sheena 667 (2019)

O casal Olga e Vadim, de pouco mais de 30 anos, mora em uma pequena cidade de 50 mil habitantes, a mais de 300 km da capital, Moscou. Eles levam uma vida simples, sem grandes emoções, mas esse cenário muda com a chegada de um novo meio de comunicação: a internet. 

A história de uma nomeação (2018)

Dirigido por Avdotia Smirnova, uma das mais renomadas diretoras e roteiristas do cinema russo, o filme é baseado em crimes de guerra reais que levaram militares a pedirem ajuda ao Conde Liev Tolstói, um dos maiores escritores da literatura russa. 

Kid-E-Cats (2015)

O Festival também conta com uma animação infantil, que é a produção mais antiga desta 2ª edição. A animação retrata as histórias, aventuras e relações de 3 gatinhosCookie, seu irmão, Pudim, e sua irmã, Candy. A animação também é exibida no Brasil pela TV Cultura. 

Plataforma, datas e como assistir

Para assistir a todas as produções mencionadas acima, basta acessar o site da plataforma Supo Mungam Plus clicando neste link, preencher os campos com os respectivos dados e elaborar uma senha 

Depois disso, você vai clicar no botão “Apenas cadastro para o Festival Russo”, para assistir aos filmes de forma gratuita, e terá acesso a todas as exibições do evento. Fique atento(a) às datas, pois o Festival vai até o dia 10 de outubro de 2021. 

Agora que você já sabe toda a programação, é só preparar uma pipoca e aproveitar o 2º Festival de Cinema Russo no Brasil. Comente aqui de qual filme você mais gostou, tenho certeza de que vai ser difícil escolher! 

No Canal do Ensino, leia também: 

Aproveite e até mais! 

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo