Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Empregos » Estudar e trabalhar no exterior vale a pena?

Estudar e trabalhar no exterior vale a pena?

Olá, leitores!

Muita gente se pergunta: será que vale a pena estudar e trabalhar no exterior? Bom… Para a maioria das pessoas que viveu essa experiência, a resposta é sim. Você conhece novos lugares, novas pessoas, novas culturas e aprende a ser mais independente e confiante em si mesmo, além de adquirir habilidades importantes que influenciam na carreira, seja ela qual for.

Hoje em dia, os empregadores realmente valorizam funcionários com experiência internacional. Katie Bateman, consultora de carreiras da Universidade de Gloucestershire, diz que isso pode fazer com que a pessoa se destaque em meio a uma multidão de outros candidatos: “Esses provam o quão adaptáveis ?? eles são, se dedicando a mudanças e aprendendo a adaptar-se a uma cultura diferente”.

Trabalhar no exterior

Há inúmeros cargos e lugares que você pode encontrar trabalho no exterior.

Sami Khalaf, graduado em negócios e turismo na Universidade de Plymouth trabalhou para agência de viagens, a Backpackers World Travel, em Coogee Beach, na Austrália. Ele acabou se especializando em consultoria de viagens fora de temporada: “Trabalhar na Austrália durante um ano foi, uma parte fundamental do meu diploma. Me deu experiência e confiança.”

Muitos jovens também estão optando por trabalhar na Europa. Beth Walrond, ilustradora freelance que trabalhava em Berlim depois de se formar na Universidade de Falmouth, ficou feliz com sua escolha: “Eu queria viver de forma independente, para que eu pudesse forçar a mim mesma em viver só de ilustração,” diz ela.

Ela diz que a fluência em Inglês é uma vantagem quando se trabalha no exterior, já que empresas como start-ups muitas vezes têm oportunidades que não exigem que você seja fluente na língua nativa do país em que estão sediadas.

Estudar e trabalhar no exterior

interrogacao-com-localidades-do-mundo

Se você quiser ter uma abordagem que tenha mais a ver mesmo com sua carreira, você pode tentar integrar as viagens à busca por trabalho na sua área. Pense em procurar emprego em outros países que não o seu, como um intercâmbio profissional mesmo.

Laura Blackwell, uma estudante de tecnologia da informação na Universidade de Gloucestershire, procurou oportunidades para viajar dentro do acordo de graduação tradicional: “No meu terceiro ano eu decidi me candidatar a pós-graduação, e mantive um olho aberto para empresas internacionais com escritórios em diferentes partes do mundo”.

Ela está agora planejando passar até seis meses no escritório de sua companhia no Texas. “Não tenha medo de perguntas nas empresas sobre a opção de viajar, eles ficarão bem impressionados com o fato de que você é flexível e disposto a mudar, o que o coloca em uma ótima posição”, diz Laura.

Recursos digitais como a plataforma de busca de emprego para estudantes Prospects ou o LinkedIn também são ótimos lugares para começar. A dica é pesquisar bastante antes de viajar para o exterior, e se preparar para os potenciais desafios.

Como enfrentar as dificuldades no exterior

Não se desmotive com as dificuldades. Os desafios e benefícios de trabalhar fora do país estão muitas vezes no mesmo patamar. São os pequenos obstáculos, como se localizar em ruas que não está acostumado e situações sociais em lugares desconhecidos, que constroem a sua confiança, em última análise, tendo um efeito sutil, mas perceptível, em qualquer campo de trabalho.

A oportunidade de explorar uma nova cultura e aprender uma nova língua é algo que pode ajudá-lo a estar à frente dos outros nos primeiros anos de sua carreira.

Tomar a decisão de trabalhar ou estudar fora é potencialmente desafiadora, mas os empregadores podem gostar do fato que você é uma pessoa que se arrisca e que não joga só pelo seguro. Você se torna mais confiante e quando aparecer a oportunidade, deve tentar, pois elas não são muitas.

Com uma perspectiva internacional das situações, você terá algo extra para falar com os empregadores.

Arrisque-se, aproveite e crie você mesmo as oportunidades que podem mudar não só sua carreira, mas sua vida. Estudar fora ou trabalhar no exterior: experimente.

Boa sorte.

Até mais!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo