Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Empregos » Estágio ou Trainee: qual devo me candidatar?

Estágio ou Trainee: qual devo me candidatar?

Olá, leitor!

Conquistar uma vaga e iniciar uma carreira é um dos primeiros desafios para os universitários. Muitos estudantes se sentem inseguros e indecisos, não sabem por onde começar a trilhar sua jornada para o sucesso profissional e, na maioria das vezes, é comum que alguns se percam pelo caminho. Afinal, escolher fazer um estágio ou treinee?

Como, então, começar a construir a carreira ainda dentro da faculdade? É o que iremos discutir neste artigo hoje. Confira!

Estágio ou Trainee? Qual escolher para me candidatar?

estagio-ou-trainee

Muitos confundem os programas de Estágio e Trainee. Vale ressaltar que eles não são a mesma coisa! E você precisa entender isso para fazer uma escolha acertada logo no início da sua carreira.

Por isso, neste artigo, vamos esclarecer as diferenças e dar dicas para você decidir qual se encaixa mais com o seu perfil. Vamos lá?

Estágio e Trainee – conceito e diferenças

Existem diferenças práticas e também legais entre Estágio e Trainee. As diferenças e a contextualização correta dos títulos são muito importantes para o candidato e também para o empregador para evitar entrar em conflito com normas trabalhistas.

O que é Estágio?

O Art. 1º da Lei 11.788/2008 estabelece que:

Estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos.

O que é Trainee?

O trainee não é um estagiário. Trainees são jovens, em geral que ainda estão cursando o ensino superior ou recém-formados que, após um longo e bem estruturado treinamento, passam a ocupar posições técnicas e até gerenciais. Algumas empresas procuram para seus programas de trainees profissionais formados há 2 ou 3 anos, enquanto outras ainda optam por recrutá-los nas faculdades.

Diferenças legais entre Estágio e Treinee

Há diferenças legais entre o estagiário e o trainee, tanto no tempo de permanência na empresa quanto na carga horária para o trabalho e limitações para suas posições dentro de uma empresa.

Estágio

Os programas devem ser regidos de acordo com a Lei do Estágio (Lei 11.788/2008 – Não há vínculo empregatício);

A lei exige que o estagiário esteja estudando (não pode ter concluído ou estar com o curso “trancado”). As grandes empresas preferem estudantes com conclusão prevista para até 2 anos.

No programa o estagiário tem uma carga horária de 4 e no máximo 6 horas diárias, totalizando máximo 30 horas semanais, deve ocorrer uma redução da carga horária para a metade em época de provas. O programa de estágio tem a duração máxima de 2 anos, com a exceção em profissões que tem regulamentação própria.

Os estagiários também tem direito a férias remuneradas de 30 dias em estágios com duração superior a 1 ano ou recesso proporcional, quando o estágio tiver duração inferior.

O estagiário recebe uma bolsa auxílio, ajuda para o transporte, seguro contra acidentes pessoais e férias. Em caso de estágio obrigatório a remuneração e o auxílio transporte não são exigidos.

Trainee

Não há regulamentação específica, apenas o cumprimento da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) – O trainee é um funcionário efetivo da empresa como qualquer outro, com “carteira assinada”.

Os programas de Trainee são voltados para recém-formados com no máximo 2 anos ou quem está no fim da graduação.

São oferecidos salário acima da média de mercado e os mesmos direitos de qualquer empregado da empresa (férias, 13º salário, FGTS, aviso prévio etc). O treinando pode trabalhar normalmente em período integral, fazer viagens e mudanças.

As diferenças entre um cargo júnior e o trainee geralmente estão nas atribuições dadas a estes profissionais (trainee receberá atribuições mais básicas, crescendo em complexidade com o tempo de empresa) e no salário, já que o programa de trainee está também atrelado a um plano de carreira.

O programa de trainee costuma durar de 1 a 2 anos, mas o trainee permanece na empresa após o programa por prazo indeterminado conforme seu contrato de trabalho regido pela CLT. A empresa pode romper o contrato por baixo desempenho e outros motivos a qualquer momento, desde que pague todos os encargos trabalhistas.

Treinamento para Estágio e Treinee

Tanto o programa de Estágio quanto o de Trainee tem o objetivo de proporcionar a prática através do treinamento aplicado em um campo da carreira. Assim, por exemplo, alguém que está fazendo uma faculdade de Publicidade e Propaganda, pode procurar por um estágio ou trainee em uma agência de marketing, em um jornal local ou em uma editora.

Há uma pequena diferença nos objetivos de treinamento e isso pode ser um fator importante para você considerar na sua escolha entre fazer um estágio ou um trainee.

No Estágio busca-se uma formação complementar para que o estudante possa colocar em prática o que aprendeu na faculdade ou ensino técnico/médio. Já no programa de Trainee busca-se a formação de futuros líderes da empresa, de modo que o trainee receba uma preparação especial para que possa ter um crescimento acelerado de carreira.

Nos programas de Estágio é comum se ter um tutor, avaliações periódicas, alguns treinamentos específicos e técnicos oferecidos pela empresa.

Já um trainee costuma receber, além dos treinamentos técnicos, treinamentos em temas comportamentais, coaching, mentoring e também passar por diversas áreas dentro da empresa, nos programas de job rotation, para que compreenda bem o sistema de negócio da empresa e futuramente venha assumir uma posição de liderança. Este é um dos objetivos do programa, formar novos líderes para o negócio.

Considerando esses fatores, o estagiário só pode atuar em atividades diretamente ligadas ao seu curso (técnico ou graduação), já o trainee por participar de programas generalistas pode atuar em áreas totalmente diferentes de sua formação.

+ Conheça o “Curso Emprego pela Internet” e aumente em 70% suas chances de ser contratado. Neste curso, você vai aprender como usar a internet para conquistar um emprego.

Oferta de vagas para Estágio e Trainee

Há muito mais vagas disponíveis para estágio (afinal, é considerada como uma “mão-de-obra barata”). As vagas para Trainee são muito mais concorridas, podendo chegar a 4 mil candidatos por vaga em algumas empresas multinacionais.

Processos seletivos para vagas de estágio e trainee

Para vagas de estágio, podem se inscrever estudantes que estão no início do curso, isso irá depender dos requisitos da empresa, que normalmente exigem que os estudantes estejam no 3º período de curso. Exige-se que os estudantes tenham noções de ferramentas específicas da área, noções de informática e inglês de nível básico a intermediário.

Os programas de trainee são mais exigentes, já que o jovem estudante está se candidatando para uma vaga efetiva e para assumir um cargo júnior da empresa e, possivelmente, crescer lá dentro. Por isso, as empresas buscam estudantes que já estejam finalizando a faculdade, principalmente aqueles que já começaram sua monografia ou TCC, a maioria exige inglês avançado e algumas exigem inglês fluente.

Veja como funciona o processo seletivo para trainee neste artigo aqui do Canal do Ensino.

Como fazer a melhor escolha: Estágio ou Trainee?

Para conseguir um bom estágio ou uma vaga de trainee é essencial que pesquise as empresas e que envie currículos para aquelas com que mais se identifica. Para escolher melhor e decidir entre fazer um estágio ou trainee confira as dicas:

Pense em sua carreira e nas experiências para seu currículo profissional

Considere focar em atividades que vão de encontro à carreira que escolheu, para que consiga adicionar alguma experiência profissional ao seu currículo. Envie o seu currículo para aquelas empresas que oferecem mais daquilo que pretende, e tenha a clareza de que não encontrará uma oportunidade perfeita, você possivelmente terá que exercer funções que não gosta muito.

A principal questão a se fazer nesse momento é:

Você quer ter a oportunidade de fazer carreira ou prefere apenas adquirir experiência?

Depois de ter respostas para essa questão, foque nos tipos de empresa e programas de estágio ou trainee.

Avalie a empresa e os detalhes dos programas

Pesquise as empresas e analise com cuidado os programas dos processos seletivos, isso irá evitar frustrações futuras, além de você já se inscrever sabendo o que virá pela frente.

É muito importante que analise as etapas do processo seletivo e se auto avalie quanto aos requisitos antes de se inscrever.

Analise também os benefícios oferecidos e se está de acordo com eles. Caso não esteja, pense noutra empresa e procure outros programas de estágios ou trainee.

Tire dúvidas e converse com sua rede de contatos

Estabeleça contato com pessoas que conhece dentro da sua área de estudos como, por exemplo, professores, colegas de faculdade ou profissionais na área.

Tire dúvidas sobre os processos seletivos, sobre o que os recrutadores avaliam nos programas de estágio ou trainee, peça dicas de como se comportar nas entrevistas e dinâmicas. Peça indicações de empresas e dicas de vagas.

Converse com outros alunos que já estejam fazendo estágios dentro da mesma área que pretende integrar ou que já participaram de processos seletivos de trainee.

Após essas conversas você conseguirá decidir melhor entre estágio ou trainee, além de ficar muito mais motivado por conhecer pessoas que já superaram as fases que está prestes a passar. Tenha algo em mente: se elas conseguiram, você também pode!

Esteja aberto a outras oportunidades

Enquanto não consegue sua tão sonhada vaga de estágio ou trainee aproveite as oportunidades de treinamento e vagas oferecidas pela sua instituição de ensino. A maior parte das Universidades apresenta laboratórios nos quais pode desenvolver a parte prática dos conteúdos que aprendeu na sala de aula como um tutor ou auxiliar.

Pesquise sobre os convênios que a sua instituição de ensino tem com empresas da cidade em que mora, visite associações comerciais e industriais para avaliar outras opções.

A ideia é ser proativo e aproveitar essa fase para melhorar suas habilidades e competências. Com certeza essas características irão fazer a diferença nos processos de seleção para estágio ou trainee.

Você já será considerado um profissional de sucesso se tiver a iniciativa de alavancar sua carreira logo no início. Já abordamos aqui no Canal do Ensino sobre iniciativa e as 10 características comportamentais do profissional de sucesso que as empresas estão buscando atualmente, veja mais no link.

Até breve!

comentários (1)

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo