Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Enfermagem: guia completo da carreira e do curso

Enfermagem: guia completo da carreira e do curso

O profissional da área de Enfermagem estuda como promover, manter e restabelecer a saúde das pessoas, trabalhando juntamente com outros profissionais como médicos, nutricionistas e psicólogos.

 Olá, leitor!

O curso de Enfermagem possibilita ao estudante o acesso as matérias na área das Ciências Biológicas como anatomia, parasitologia, farmacologia, saúde da mulher, obstetrícia e saúde coletiva, assim como noções de psicologia, administração e sociologia.

O profissional desse ramo está em constante contato com o objeto de estudo, ou seja, com o paciente. Por isso, é necessário que o aluno tenha muito interesse em interação e contato com o ser humano.

>> Confira Bolsas de Estudo com até 70% para o Curso de Enfermagem

Possuir atenção também e essencial, pois diversas atividades dessa área lidarão diretamente com a vida humana, bem como concentração, organização e disciplina.

É de suma importância que o profissional de Enfermagem busque estar sempre se atualizando. A medicina sofre constantes alterações, decorrentes de novas pesquisas. Por isso, é mais do que necessário sempre estar a par dessas possíveis mudanças, então, manter-se nos estudos é fundamental!

Sobre o curso de Enfermagem

enfermagem

A graduação em Enfermagem é oferecida na habilitação de bacharelado e licenciatura, porém alguns cursos oferecem as duas titulações. Os cursos geralmente duram cinco anos, podendo ser integral ou em turnos.

Durante a faculdade o aluno aprende sobre diversos aspectos da saúde humana. Entre as aulas práticas estão anatomia, saúde da mulher, obstetrícia e saúde coletiva. Nas teóricas encontramos noções de administração e sociologia.

A partir do segundo ano, o aluno deverá realizar um estágio obrigatório, em enfermarias, trabalhos extracurriculares clínicos, organizacionais ou educacionais e um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Mercado de Trabalho

Essa área, diferente do que muitas pessoas acreditam, não se limita apenas a trabalhar no meio clínico, ou seja, dentro de um hospital. O profissional desse ramo pode exercer diversas atividades, como por exemplo:

  • Enfermagem geral – Gerir equipes de técnicos e auxiliares no trato de pacientes.
  • Enfermagem geriátrica – O profissional presta seus serviços a idosos (doentes ou não), em domicílios (homecare), casas de repouso, clínicas ou hospitais.
  • Enfermagem médico-cirúrgica – O profissional ministra, em clínicas ou hospitais (públicos ou particulares), cuidados antes e após as cirurgias.
  • Enfermagem obstétrica – O profissional deve orientar mulheres gestantes, parturientes e lactantes no acompanhamento de pré-natal. Também auxilia o médico tanto no parto quanto no pós-parto. Também é função do profissional a orientação acerca do planejamento familiar.
  • Enfermagem pediátrica – O profissional deve acompanhar e avaliar o desenvolvimento e crescimento da criança. Junto aos pais, deve orientar quanto à importância do aleitamento materno e também quanto às práticas e cuidados com recém-nascidos.
  • Enfermagem psiquiátrica – O profissional deve auxiliar no tratamento de pacientes com distúrbios psicológicos, tanto em clínicas, quanto em hospitais ou centros de assistência psicossocial.
  • Enfermagem da saúde pública – O profissional deve orientar a população, em geral, acerca de prevenção de doenças, promovendo a saúde coletiva. Também, atender pacientes em hospitais públicos, centros de, creches e escolas. É também função do enfermeiro formar, capacitar e supervisionar os agentes de saúde.
  • Ensino – Em universidades e cursos. Dando aulas ou orientando projetos de pesquisa.
  • Gestão de qualidade – Avaliando e preparando hospitais e clínicas para o melhor trato dos pacientes e para receber certificações e qualificações.
  • Pesquisa – Pode trabalhar em universidades e núcleos de pesquisa para desenvolver drogas ou tratamentos.
  • Enfermagem de resgate – Trabalha em conjunto com outros profissionais do resgate, no auxílio de vítimas de calamidades e acidentes
  • Enfermagem do trabalho – Presta assistência a funcionários dentro da empresa que trabalha. Também é responsável por programas de prevenção de saúde e orientação acerca de primeiros-socorros.

Principais opções de trabalho

As principais áreas de trabalho para o profissional de Enfermagem estão espalhadas nas atividades citadas acima, contudo, algumas profissões se destacam uma das outras devido as suas particularidades e benefícios.

Três dos trabalhos mais procurados, são:

Enfermagem geral

Optar pela carreira de enfermagem geral possibilita ao profissional um alto índice de empregabilidade, ou seja, poderá haver grandes oportunidades. Isso porque diversos programas de governo oferecem vagas.

Mesmo não sendo uma profissão com alto retorno financeiro, se formos calcular toda a responsabilidade e carga horária, trabalhar como clínico atrai muitas pessoas devido a estabilidade  profissional.

Além disso, é possível também trabalhar no setor privado ou em homecare, diretamente com o paciente. Contudo, se quer mesmo ganhar dinheiro sendo enfermeiro geral, é necessário que o aluno continue estudante e faça especializações ou pós-graduações para se aprimorar na carreira.

Ensino

Optar pela carreira de ensino possibilita ao profissional alta rentabilidade, pois exige além de licenciatura e especialização.

O profissional tem a possibilidade de ministrar aulas tanto para cursos de auxiliares e técnicos em Enfermagem, quanto para o Ensino Superior, em instituições públicas ou privadas. Pode também auxiliar, tanto alunos, quanto pesquisadores a conduzir seu trabalho.

Pesquisa

Optar pela carreira de pesquisa traz ao profissional de Enfermagem a oportunidade de crescimento profissional, pois, geralmente, envolve profissionais de diversas áreas da saúde.

Essa carreira é bastante visada, pois o profissional tem a chance de, além de aplicar todos os seus conhecimentos, no desenvolvimento de novos fármacos ou mesmo novos tratamentos, por vezes agrega para si novos conhecimentos. Fato esse que só tem a enriquecer, em muito, o currículo do profissional.

Onde um profissional de Enfermagem pode atuar?

O profissional de Enfermagem pode atuar nos seguintes lugares:

  • ONGs
  • Escolas de formação de técnicos e auxiliares de Enfermagem
  • Universidades
  • Empresas
  • Hospitais públicos
  • Clínicas particulares
  • Pesquisador e palestrante
  • Homecare
  • Ambulatório de empresas
  • Equipes de resgate
  • Pronto-socorros
  • Casas de repouso
  • Gestão hospitalar

Média Salarial

Não existe um piso salarial nacional para profissionais de Enfermagem no Brasil, estando esse sujeito a resoluções e convenções locais, quando essas existem. Por exemplo, no Rio de Janeiro, o piso é de R$ 2.231,86.

Já, em São Paulo, o piso varia de acordo com o sindicato ao qual o profissional é associado e a região onde trabalha, ficando entre R$ 1.910 e R$ 2.616.

A média de ganho de um profissional graduado, com jornada semanal de 36 horas, é de R$ 2.814,50, mas isso pode variar bastante de acordo com a função desempenhada e, novamente, a região em que se exerce a profissão.

Ganho escalão (média mensal) é de R$ 4 mil até R$ 5 mil.

Ganho no auge (média mensal) é acima de R$ 4,4 mil, podendo chegar até R$ 10 mil. O auge da carreira da maioria dessas atividades é de dez a quinze anos, em média.

>> Confira Guia Completo do Curso de Enfermagem

Onde encontrar o curso de Enfermagem?

O curso de Enfermagem é facilmente encontrado em universidades públicas e particulares. Contudo, separamos uma lista com as principais faculdades do Brasil que disponibilizam esse tipo de curso. Lembrando que alguns cursos oferecem bacharelado, licenciatura ou, em alguns casos, ambas as titulações. Por isso, é importante se informar sobre o curso junto à instituição. Confira as regiões e Universidades:

AC:
– Faculdade Meta

AL:
– Maceió – Faculdade da Cidade de Maceió

AM:
– Manaus – FMN-Manaus

AP:
– Oiapoque – Unifap

BA:

– Barreiras – FJC

– Santo Antônio de Jesus – Facemp

– Vitória da Conquista – FMN-Vitória da Conquista

CE:

– Fortaleza – Famil-CE; UniChritus
– Icó – FVS

DF:

– Brasília – Faculdade Mauá-DF; FE-DF; Centro Universitário Estácio de Brasília; Faculdade Anhanguera de Brasília

– Taguatinga – UniCEUB

ES:
– São Mateus – FVC

GO:

– Águas Lindas de Goiás – Mauá-GO

– Goiás – UFG

– Piracanjuba – FAP

MA:
– Coroatá – Uema

– Colinas – Uema

– São Luís – FMN-São Luís

MG:
– Alfenas – Unifal-MG

– Belo Horizonte – UFMG; Faculdades Kennedy

– Divinópolis – UEMG

– Passos – UEMG

MS:
– Dourados – Faculdade Anhanguera de Dourados

– Corumbá – FSST

MT:

– Alta Floresta – Fadaf

– Cárceres – Fapan-MT

– Guarantã do Norte – Faculdade Arjes

PA:
– Tucuruí – Faculdade Gamaliel

– Marabá – Faculdade Carajás

PB:
– João Pessoa – Faculdades Asper

– Cajazeiras – Fasp

PE:
– Escada – Faesc

– Paulista – Faculdade Joaquim Nabuco

– São Francisco da Mata – Faculdade Joaquim Nabuco

PI:
– Teresina – Fatesp; Faculdade do Piauí;Instituto Camilo Filho

PR:
– Ponta Grossa – Unopar-Ponta Grossa

– Campo Largo – Cmec

RJ:
– Rio de Janeiro – FGS; UNIMSB; Faculdades São José; Centro Universitário IBMR; Faculdade Gama e Souza

– Rio das Ostras – Faculdade Cenecista de Rio das Ostras

– Nova Iguaçu – Universidade Estácio de Sá; Universidade Unigram Rio

RN:
– Natal – Fanec

– Parnamirim – Famil–RN

RO:
– Ouro Preto do Oeste – Uneouro

– Cacoal – Unesc-RO; Fanorte

RR:
– Boa Vista – Universidade Federal de Roraima

RS:
– Caxias do Sul – Faculdade Anhanguera de Caxias do Sul

– Porto Alegre – UniRitter; Faculdade Factum; Unisinos; Fadergs

– Canoas – UniRitter

SC:
– Florianópolis – UFSC

– Joinville – Univille

SE:
– Lagarto – FJAV

– Itabaiana – Universidade Tiradentes

SP:

– Itapetininga – FSP-SP

– Ribeirão Preto – Faculdade Anhanguera de Ribeirão Preto

– São Paulo – Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein; Universidade Anhanguera de São Paulo; Universidade São Judas Tadeu; UniSant’Anna; Faculdade das Américas

– São Vicente – Unibr-São Vicente

– Suzano – Faculdade Piaget

TO:
– Augustinópolis – Unitins

– Colinas – Fiesc

 Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo