Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Encontro Consonantal: perfeito e imperfeito

Encontro Consonantal: perfeito e imperfeito

Olá, estudante!

Se você está com algumas dificuldades em gramática, com certeza poderemos te ajudar.

Neste texto, iremos tratar do Encontro Consonantal,  que faz parte dos estudos iniciais sobre a Gramática, especificamente na parte da Fonética. Esse conteúdo é estudado normalmente no início da vida escolar, mas por isso mesmo muitas vezes não conseguimos lembrar do que se trata.

Vamos, então, relembrar tudo sobre Encontro Consonantal de maneira didática e detalhada para que essa matéria nunca mais saia da sua cabeça.

Entendendo melhor o funcionamento língua: os encontros consonantais

Encontro Consonantal

Fonte: Shutterstock

Para iniciar a compreensão sobre   o encontro consonantal, é interessante fazer uma reflexão sobre a língua: você já percebeu que, nas palavras em português, a regra geral é intercalar uma consoante e uma vogal? Veja os exemplos:

 

  • casa (consoante + vogal + consoante + vogal)
  • amor (vogal + consoante + vogal + consoante)
  • lar (consoante + vogal + consoante)
  • amado (vogal + consoante + vogal + consoante + vogal)

Apesar de haver essa regra geral, nem todas as palavras se apresentam dessa maneira. E é nesse contexto que surgem os encontros vocálicos (que ocorrem quando há uma sequência de duas ou mais vogais em uma palavra e os encontros consonantais (sobre os quais vamos falar logo abaixo)

Conceito de encontro consonantal

Encontro Consonantal

O encontro consonantal ocorre quando duas consoantes aparecem seguidas em uma palavra.

Em termos mais simples, podemos dizer que toda vez que duas consoantes aparecem juntas sem a presença de uma vogal entre elas há a ocorrência de encontro consonantal, que pode ser subdividido em perfeito e imperfeito.

Encontro consonantal perfeito

Ocorre quando as duas consoantes que se encontram juntas na palavra ficam sempre na mesma sílaba, ou seja, são inseparáveis. A maior parte dos encontros consonantais perfeitos têm como segunda consoante a letra “L” ou “R”.

Os encontros consonantais perfeitos mais frequentes são os seguintes:

  • bl: blo-co
  • br: bra-ço
  • cl: cla-ro
  • cr: cre-me
  • dr: dra-gão
  • fl: flo-ri-cul-tu-ra
  • fr: fra-co
  • gl: gló-ria
  • gr: gra-de
  • pl: plan-ta
  • pr: pre-ço
  • tl: a-tlân-ti-co
  • tr: tri-bo
  • vr: li-vre

Há ainda alguns encontros consonantais perfeitos que não aparecem em muitas palavras, como:

  • gn: gno-mo
  • mn: mne-mô-ni-co
  • pn: pneu-má-ti-co
  • ps: psi-có-lo-go
  • pt: pti-a-li-na

Encontro consonantal imperfeito

Neste caso, as duas consoantes seguidas na palavra devem ficar em sílabas diferentes. Ocorrem sempre no interior das palavras (nunca no início ou fim). Veja os casos:

  • bj: ob-je-ti-vo
  • bs: ab-so-lu-tis-mo
  • ct: co-nec-tar
  • dv: ad-vo-ga-do
  • ft: af-ta
  • gn: dig-ni-da-de
  • lm: al-mo-çar
  • ls: a-vul-so
  • pt: ré-ptil
  • rg: a-mar-go
  • rt: cor-tar
  • sp: ras-pa
  • st: es-tra-nho
  • tm: rit-mo

Encontro Consonantal e Dígrafo: diferença

É comum fazer alguma confusão entre esses dois conceitos. Contudo, tratam-se de situações bem distintas.

No encontro consonantal, cada uma das consoantes é pronunciada, ou seja, ao falar a palavra é possível ouvir o som das duas letras, como no exemplo “bloco”, no qual podemos distinguir com clareza o som do “b” e o som do “l”.

no dígrafo, apesar de aparecerem duas consoantes, há um único som pronunciado, como em barro, no qual as letras “rr” correspondem a apenas um fonema.

P.S.: Os dígrafos mais comuns são ch, lh, rr, gu, qu, sc, sç, xc.

Exercícios para fixar o conteúdo

QUESTÃO 01 (UFV-MG)

As sílabas das palavras psicossocial e traído estão corretamente separadas em:

  1. a) psi – cos – so – ci– al / tra – í – do
  2. b) p– si– cos – so – cial / tra – í – do
  3. c) psi – co – sso – ci – al/ tra– í– do
  4. d) p – si – co – sso – cial / tra – í – do
  5. e) psi – co – sso – ci – al / traí – do

 

QUESTÃO 02 (Urcamp – RS)

 

Os grupos de letras encontrados na palavra craque são classificados como:

  1. a) apenas encontros consonantais.
  2. b) encontro consonantal e dígrafos, respectivamente.
  3. c) dígrafo e encontro consonantal, respectivamente.
  4. d) apenas dígrafos.
  5. e) Nenhuma das alternativas anteriores.

QUESTÃO 03 (UFSC)

A única alternativa que apresenta palavra com encontro consonantal e dígrafo é:

  1. a) graciosa
  2. b) prognosticava
  3. c) carrinhos
  4. d) cadeirinha
  5. e) trabalhava

QUESTÃO 04 (FUNRIO) [adaptação]

“Os jovens modernistas da Semana queriam a independência artística do Brasil e negavam, antes de mais nada, o academicismo nas artes.”

A primeira oração da frase acima contém quantos quantos encontros consonantais?

  1. a) oito encontros consonantais.
  2. b) cinco encontros consonantais.
  3. c) um encontro consonantal.
  4. d) quatro encontros consonantais.
  5. e) nove encontros consonantais.

QUESTÃO 05 (IPAD – COMPESA)

Analise a divisão silábica das palavras abaixo.

1. convicção – con-vic-ção
2. abstrato – ab-stra-to
3. transparência – tran-spa-rên-ci-a
4. nascimento – nas-ci-men-to

Estão corretas:
a) 1, 2, 3 e 4.
b) 1 e 4, apenas.
c) 2 e 3, apenas.
d) 1, 3 e 4, apenas.
e) 2, 3 e 4, apenas.

QUESTÃO 06 ( FUNRIO) [adaptação]

Qual dos provérbios abaixo está acompanhado da correta identificação de dígrafos e encontros consonantais?

a) Quem semeia vento colhe tempestade – três encontros consonantais.

b) Mais vale um pássaro na mão do que dois voando – nenhum encontro consonantal.

c) Em terra de sapo, mosquito não dá rasante – dois encontros consonantais.

d) Farinha pouca, meu pirão primeiro – um encontro consonantal.

e) Quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece – quatro encontros consonantais.

GABARITO

1) A

2) B

3) E

4) B

5) B

6) B

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo