Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Empregos » Dicas de linguagem corporal para entrevistas de emprego

Dicas de linguagem corporal para entrevistas de emprego

Confira nossas dicas incríveis de linguagem corporal para entrevistas de emprego e aprenda a como se portar de forma correta para garantir aquela tal sonhada vaga de trabalho. Aproveite!

Olá, leitor!

Para além do seu currículo e da forma como responde às questões que lhe são colocadas, as variáveis para o sucesso em qualquer entrevista de emprego são diversas.

Mas há um componente fundamental que muitos não se atentam: a imagem transmitida pela linguagem corporal. Como você se senta diante do recrutador? Onde foca o seu olhar? Qual a sua expressão enquanto fala? Entrevistadores são treinados para interpretar os sinais transmitidos pela postura física dos candidatos.

Contudo, a influência dos sinais do corpo é garantida ainda que o avaliador não conheça tão bem o assunto, pois passamos muito sobre nossa personalidade por meio dos nossos gestos. O recrutador será impactado pela linguagem corporal do entrevistado, seja no nível consciente ou inconsciente.

A boa notícia é que é possível evitar alguns recados indesejáveis. Você nem precisa adotar uma personalidade “engessada” para tal. Basta saber o que alguns gestos e posições, normalmente representam e evitá-los na próxima vez que for entrevistado.

Sendo assim, confira nossas dicas de linguagem corporal para mandar bem na hora de fazer uma entrevista de emprego e conseguir alcançar aquela almejada vaga de emprego. Vamos lá!

Dicas de linguagem corporal para entrevistas de emprego

dicas-de-linguagem-corporal-para-entrevistas-de-emprego-01

As dicas a seguir são baseadas em estudos comportamentais de especialistas em linguagem corporal, portanto, todas elas são comprovadamente verdadeiras bem como muito importantes na hora de realizar uma entrevista de emprego.

Algumas são dicas de gestos e atitudes que os candidatos à vaga de trabalho devem fazer, e outras dicas com gestos e atitudes que eles não devem fazer para não serem mal interpretados. Confira a seguir:

1 – Tenha sempre um sorriso amigável ao cumprimentar

Assim que você entra na sala, o primeiro recado que você passa está em seu rosto. Sorrir suavemente, sem exageros, para todos os presentes, passa segurança e simpatia. Pode parecer um detalhe irrelevante, mas um sorriso é fundamental para se criar um vínculo interpessoal imediato.

É claro que existem candidatos mais sérios e outros mais efusivos, mas lembre-se que, numa entrevista de emprego deve sempre fazer parte uma expressão sorridente. Demonstra otimismo e entusiasmo.

2 – Opte por cumprimentar sempre próximo

A forma como se troca um aperto de mão contém muito mais mensagens do que você imagina. É muito importante evitar o cumprimento por cima da mesa do entrevistador.

Tudo porque, essa posição fará com que você receba um aperto de mão com as palmas viradas para baixo; o que o colocará, mesmo que de maneira simbólica, numa posição inferior em relação ao entrevistador.

Para evitar essa posição incômoda, o ideal é se aproximar da mesa, dar um passo à esquerda e cumprimentar o outro com a sua mão por cima.

3 – Demonstre uma boa postura ereta

Enquanto sentado, o ideal é manter as costas eretas ou ligeiramente inclinadas na direção da pessoa com a qual se fala. Essa postura denota tanto equilíbrio quanto interesse na situação a ser tratada.

É perigoso se recostar para trás ao ouvir uma pergunta, pois isso pode demonstrar uma postura defensiva, como se você não gostasse do que está sendo falado.

Agarrar os braços da cadeira é outra postura a evitar, porque pode transmitir ansiedade, tensão e insegurança.

Manter a coluna ereta enquanto é entrevistado é o ideal. Mas como em qualquer situação, é necessária certa flexibilidade. Por isso, não permaneça demasiado rígido. Reaja com movimentos corporais discretos em alguns momentos da entrevista.

Dica: Permanecer parado pode significar falta de competência e controle. Movimente-se um pouco para enfatizar pontos importantes, demonstrar dinamismo e evitar o tédio.

4 – Seja assertivo ao fazer contato visual

O ideal é olhar para o rosto do entrevistador durante cerca de 70% do tempo, focando sempre no triângulo formado pelos olhos e pela boca, demonstrando interesse e confiança.

Embora o cuidado seja essencial para transmitir confiança, é preciso tomar cuidado com os exageros. Se você fixar exageradamente o olhar na outra pessoa, isso pode gerar desconforto e constrangimento.

Se for entrevistado por mais do que uma pessoa, tenha o cuidado de distribuir o olhar por todos dedicando-lhes a mesma atenção. Mesmo que um dos entrevistadores seja mais interventivo e coloque mais questões, é importante que não se esqueça que está sendo avaliado por todos.

5 – Se afaste das emoções faciais

Caso você costume fazer toda uma sorte de expressões, é bom frear essa tendência, quando estiver diante de um entrevistador. Não que você deva ficar com um rosto inexpressivo, como um boneco de cera. O ideal é manter uma expressão serena, confiável e neutra.

6 – Respire fundo e afaste o nervosismo

Na hora da entrevista, evite usar o celular, roer as unhas, morder a ponta de uma caneta ou brincar com colares, relógios ou pulseiras. Candidatos que não conseguem manter as mãos em repouso durante a conversa, são frequentemente percebidos como inseguros e ansiosos.

7 – Quando falar, gesticule apenas o necessário

As suas mãos não precisam ficar totalmente paradas durante a entrevista. Gestos são permitidos e até mesmo aconselhados, para acrescentar expressividade à sua fala. Mas é bom ter parcimônia.

Gesticular demais pode tirar a atenção do recrutador sobre a sua fala e transmitir uma ideia de que você é uma pessoa pouco equilibrada, muito teatral.

Mesmo que não seja pessoa de gesticular, devem-se manter as mãos visíveis e descontraídas. Seja sobre a mesa ou sobre o próprio colo, é sempre melhor do que escondê-las. Unir os dedos das duas mãos passará uma imagem de autoridade e de confiança.


style=”display:block; text-align:center;”
data-ad-layout=”in-article”
data-ad-format=”fluid”
data-ad-client=”ca-pub-0004038628274638″
data-ad-slot=”6375463985″>

8 – Relaxe os braços, cruza-los pode aparentar intimidação

Além de denotar impaciência, cruzar os braços em frente ao corpo, pode passar a impressão de que você está querendo se defender da outra pessoa. A posição é especialmente desaconselhável quando você é o foco, ou seja, quando é a sua vez de falar ou perguntar algo.

9 – Sempre que possível concorde discretamente com a cabeça

É importante fazer pequenos sinais de concordância com a cabeça enquanto ele fala. Isso demonstra interesse e facilita a conexão pessoal. Vale também tomar cuidado com o queixo. O ideal é que ele fique na posição horizontal, paralelo ao chão.

Se você ficar com a cabeça inclinada para baixo, pode transmitir cansaço ou desânimo. Manter a cabeça erguida não se trata de uma pose altiva, mas apenas de se manter com a cabeça levantada e os ombros ligeiramente para trás. É uma postura que demonstrará confiança da sua parte.

10 – Nunca coloque sua bolsa entre você e o entrevistador

Ao levar uma bolsa ou pasta para a entrevista, carregue-a sempre ao lado do corpo. O ideal é deixá-la à esquerda, para deixar a mão direita livre para apertos de mão.  Ao sentar-se, é uma péssima ideia colocar o objeto na frente do corpo, criando uma barreira entre você e o recrutador.

Isso pode transmitir a impressão de insegurança e ansiedade, pois deixa claro que está tentando se proteger e disfarçar o nervosismo.

11 – Demonstre confiança ao deixar a sala

Após o término da conversa, o ideal é arrumar os seus pertences com calma. Agindo com pressa, você pode dar a impressão de que quer “fugir” logo da situação. Em seguida, basta apenas dar um aperto de mão no entrevistador, virar-se e sair.

Se a porta estava fechada quando você entrou, é importante fechá-la ao deixar o recinto; de preferência, olhando para o entrevistador e fechando o encontro com um último sorriso.

12 – Aperte firmemente a mão do entrevistador

Não tome a iniciativa de cumprimentar, devendo aguardar que o entrevistador o faça. A melhor forma para retribuir, é com um aperto de mão firme, passando, assim, confiança a ele.

13 – Evite cruzar as pernas, mantenha os pés no chão

Tomando cuidado para não parecer imóvel, mantenha os pés no chão, paralelos. É a linguagem corporal adequada para uma entrevista de emprego, ao contrário das pernas cruzadas ou balançando.

14 – Administre positivamente seu tempo

Até a forma como se relaciona com o tempo transmite uma mensagem sobre si mesmo. Olhar para o relógio, por exemplo, é um demérito gigantesco. Não denuncie eventuais pressas ou impaciência, boicotando qualquer hipótese de sucesso para a sua entrevista.

15 – Tente manter um tom de voz controlado

O tom de voz do candidato pode transmitir entusiasmo ou desânimo. Tenha muito cuidado com a forma como apresenta o seu discurso e preocupe-se em falar devagar para ser bem entendido pelo recrutador.

Até breve!

comentários (1)

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo