Você está aqui:Home » Cursos Grátis » Ciências Humanas » Descubra as principais características da metafísica

Descubra as principais características da metafísica

Olá, leitores!

Segundo Marilena Chaui: “Existência e essência da realidade em seus múltiplos aspectos são, assim, os temas principais da metafísica”.

Descubra as principais características da metafísica, que muitas vezes é confundida com correntes místicas, porém é uma disciplina da Filosofia que investiga os fundamentos, os princípios e as causas de todas as coisas, indagando por que existem e por que são o que são. Conheça sua origem, seus representantes e sua prática.

O que é a Metafísica?

metafisica-questionamentos

O termo Metafísica, vem das palavras gregas meta, que significa depois de, e phisis que é natureza ou física. A hipótese é que o título “Metafísica” teve sua origem nas obras de Aristóteles, compostas por quatorze livros sobre filosofia geral, compilados por Andrônico de Rodes (século I a.C.), que depois de elencar oito livros que tratavam da Física, os chamou de tà metà tà physiká, que significa “os que estão depois da física”, para explicar a posição dos livros seguintes.

As obras de Aristóteles alicerçaram a tradição filosófica ao expor um método de construção do argumento, indicando categorias e a finalidade da existência dos seres. A metafísica aristotélica, por exemplo, estuda os primeiros princípios e causas de todas as coisas, “o ser enquanto ser”, por isso a chamava de “Filosofia Primeira” ou “Teologia”.

Ao estudar as essências, Aristóteles não as separa enquanto essências físicas, matemáticas, astronômicas ou humanas, pois este estudo caberia a cada uma das ciências (saberes) separadas. Ele parte do princípio geral, que não deriva do “mundo das ideias” – base de sua divergência com os platônicos –, e estabelece critérios para que se possa conhecer, pois para ele, os “homens desejam, naturalmente, conhecer”.

O que diferencia a metafísica das ciências particulares é o fato da metafísica considerar o “inteiro” do ser. Ela está preocupada com o “ser total” ou “o ser enquanto ser em geral”. Diferenciando-se das ciências particulares, que estudam partes específicas do ser.

Por que estudar metafísica?

O estudo da metafísica compreende aspectos estruturais e energéticos que coordenam as matérias, orgânicas e inorgânicas. Estuda a essência do universo, sua formação e seus seres. Aborda o tempo, o espaço, os sensos do Bem e do Mal, além das causas primitivas do mundo físico. Compreende também as esferas psíquica, emocional, energética, espiritual e sentimental.

A metafísica não está longe da realidade. Ao estudar o ser como tal e em seu todo, compreende determinações diversas:

  • O ser enquanto sensível móvel: objeto da física;
  • O ser enquanto sensível vivente: objeto da biologia;
  • O ser enquanto quantitativo: objeto da matemática.

A metafísica, entretanto, está para além das coisas físicas, porque o ser como tal, não é e nem pode ser objeto de nossos sentidos. O estudo do ser procura esclarecer, na medida do possível, o sentido do ser e descobrir suas causas, se é que existem.

Como estudar metafísica?

A melhor introdução à metafísica é começar por autores que se aprofundaram na investigação do ser. Desde o grego Parmênides (século VI a.C.), passando por Platão, Aristóteles, Plotino e Tomás de Aquino.

A metafísica é dividida, atualmente, em três períodos:

  • 1º período: vai de Platão e Aristóteles (séculos IV e III a.C.) até David Hume (século XVIII d.C.);
  • 2º período: vai de Kant (século XVIII) até a fenomenologia de Husserl (século XX);
  • 3º período: metafísica ou ontologia contemporânea, dos anos 20 aos 70 do século passado (XX).

No entanto, a metafísica moderna, desde Descartes (século XVIII), tem se deslocado do ser para o sujeito do conhecimento, o pensante, ao ponto do ser mesmo ficar em um segundo plano.

Hoje a metafísica, depois do sujeito, transferiu para a linguagem a morada o ser. É na linguagem que se origina a inteligibilidade de todas as coisas, tendo grandes autores como referências deste pensamento filosófico, como Heidegger, Gadamer e Habermas, entre outros.

Quais são as principais características da metafísica?

No primeiro período, a metafísica apresenta as seguintes características:

  • Investigação da realidade, do que existe;
  • Baseia-se em conceitos formulados pelo intelecto, é racional;
  • É sistemática. As ideias estão ligadas entre si em um sistema de coerência;
  • Através do conhecimento da realidade, distingue o que é real do que é aparência.

Esse período termina quando Hume explica que a metafísica não tem relação nenhuma com a realidade externa, que existe em si, independente de nós.

O segundo período tem início com a Filosofia de Kant, demonstrando a impossibilidade dos conceitos definirem a realidade e propondo o desenvolvimento da própria capacidade de conhecer, tomando a realidade como aquilo que existe enquanto somos o sujeito do conhecimento. A realidade é o que existe para nós, formada pela nossa razão.

O terceiro período é o atual, no qual a metafísica é também chamada de ontologia e procura superar a concepção kantiana. Suas principais características são:

  • Investigação dos seres, ou entes, em suas existências e essências como aparecem em nossa consciência pela percepção, imaginação, linguagem, reflexão, ação moral e política, práticas artísticas, técnicas e intersubjetividade;
  • Pode ser entendida como descritiva, pois ocupa-se mais em descrever do que explicar o mundo e o pensamento.

Atualmente, com a prevalência da linguagem, muitos falam da “morte da metafísica”, porém, outros sustentam que o ser humano é dono de uma inegável dimensão e que as questões por ela levantadas, como a infinitude do ser, leva-nos a pensar nele e em sua transcendência infinita.

Gostou de saber um pouco mais sobre a metafísica? Quer conhecer mais? Deixe seu comentário.

Até logo!

comentários (4)

  • Cristina

    Ótimo post! Uma linguagem simples e um conteúdo bem sintetizado, de fácil entendimento e apresentando seus princípios na filosofia.
    Como sugestão, que tal uma postagem sobre a metafísica em filmes? Apesar de presente na nossa cultura em filmes como Inception, Matrix ou Avatar, não é raro ver pessoas que não entendem a metafísica, não conhecem ou pior, acham que é algo novo.

    Responder
  • Giani Guerino Piazentini

    Olá,
    gostei bastante do assunto Metafísica e gostaria de saber mais sobre este tema tão interessante…por exemplo…quero saber mais sobre literaturas específicas…indicação de livros para este tema e autores atuais renomados que abordam sobre esta disciplina…

    um abraço e muito obrigado…

    Responder
  • ANTONIO JAMESSON COSTA NASCIMENTO

    Assunto de meu interesse! Tenho algum conhecimento superficial sobre o assunto, como autodidata.

    Responder

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo