Você está aqui:Home » Dicas » Curiosidades » Conhecimento religioso: saiba o que é, conceito e definição

Conhecimento religioso: saiba o que é, conceito e definição

Olá, leitor!

Já falamos sobre conhecimento científico, empírico e filosófico. Hoje, abordaremos o conhecimento religioso. Você sabe o que significa esse conceito?

A religião é algo que faz parte da vida de muitas pessoas. De acordo com uma pesquisa publicada em 2015 e divulgada pela rede Worldwide Independent Network of Market Research (WIN), 8 de cada 10 pessoas se dizem religiosas. 

E você sabe o que é o conhecimento religioso? Continue acompanhando o texto para saber mais a respeito.

O que é conhecimento religioso?

Conhecimento religioso

Fonte: Reprodução

De forma geral, podemos definir conhecimento religioso, ou teológico, como saberes que abrangem religião, são baseados nas doutrinas sagradas e adquirem uma forma muito particular para cada pessoa ou família.

Por exemplo, a frase “O mundo e os homens foram criados por Deus” é um tipo de conhecimento religioso, já que está de acordo com o que é dito nos livros sagrados de várias doutrinas. 

O conhecimento religioso baseia-se no puro sentimento, podendo ser uma forma onde se relaciona-se através da crença (fé). Ou seja, eles podem ser organizados e sistematizados em um corpo
coerente de doutrina, e assim acaba sendo conhecido como religião.

Algumas características do conhecimento religioso são:

Inspiracional
 Não verificável
 Aceitação plena (nenhuma dúvida)
 Valorativo
 Infalível
 Indiscutível
 Exato
 Sistemático

Sendo assim, ele é conhecido como um conhecimento inspiracional. Logo, se apoia m doutrinas que contêm proposições sagradas.

O Cristianismo, por muito tempo, foi a religião que prevaleceu em vários povos e países. Contudo, atualmente, os especialistas afirmam que existem mais de 10 mil religiões ao redor do mundo. Entre as mais conhecidas estão:

  • Cristianismo;
  • Judaísmo;
  • Islamismo;
  • Budismo;
  • Hinduísmo.

Os Sistemas de Conhecimento Religioso têm várias características compartilhadas: livros sagrados, locais de culto, líderes, seguidores, um senso do que é sagrado, lugares de peregrinação.  Outras palavras e ações ainda se relacionam com o conhecimento religioso. São elas:  oração, adoração, liberdade, caridade, ensino, rito de passagem, espírito, sagrado, divino, amor ou jornada espiritual.

Espiritualidade e religião

Espiritualidade é um conceito mais amplo do que religião, porém é muito comum pessoas religiosas serem espiritualizadas. Espiritualidade pode ser definida como a conexão com algo maior do que o ser humano, que se manifesta em várias situações, como cerimônias religiosas e processos de meditação, por exemplo.

A escolha da religião

Seguir ou não uma religião é algo muito pessoal. Por isso, o conceito de espiritualidade tem ganhado destaque, já que trabalha com ideias mais abertas do que a maioria das religiões.

Nesse sentido, o conhecimento religioso pode ajudar a refletir sobre fatos que transcendem a condição humana e proporcionar maior clareza sobre as doutrinas, evitando as brigas religiosas que são uma realidade em muitos países.

Em termos de desenvolvimento histórico, você pode olhar para as origens e o desenvolvimento de diferentes Sistemas de Conhecimento Religioso e considerar o desenvolvimento de idéias religiosas ao longo do tempo.

Ao longo da história, a investigação sobre religiões inspirou e perturbou artistas, músicos, cineastas e escritores – incluindo TS Eliot, Dante, Toni Morrison, Tagore, Tupac Shakur, Eurípides, Rumi, William Blake, Margaret Mead, John Updike, Tolstoi, Leonard Bernstein. John Coltraine, George Lucas, Einstein, Gandhi – entre inúmeros outros. O ritual e a crença religiosos também estão entre as forças mais poderosas que unem o passado e o presente, moldando a memória e a identidade de geração em geração e através de milênios.

Pesquisa sobre religião

Abaixo resumimos dados de uma pesquisa feita sobre religião. De acordo com o Fórum de Religião e Vida Pública do Pew Research Center:

  • Nas religiões do mundo, além do cristianismo, cerca de seis em cada dez americanos (62%) sabem que a maioria das pessoas na Índia é hindu. Cerca de metade sabe que o Ramadã é o mês sagrado islâmico (52%) e pode nomear o Alcorão como o livro sagrado muçulmano (54%). Cerca de um terço (36%) associam corretamente a luta pelo nirvana com o budismo.
  • Cerca de quatro em cada dez americanos sabem que a religião mórmon foi fundada depois de 1800 (44%) e que o Livro de Mórmon conta a história de Jesus aparecendo para as pessoas nas Américas (40%). Aproximadamente metade (51%) identifica corretamente Joseph Smith, fundador da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, como um Mórmon.
  • Além de questões sobre o conhecimento religioso, a pesquisa incluiu nove questões de conhecimento geral (sobre história, política, ciência e literatura) para fins de comparação. Estes mostram, por exemplo, que cerca de seis em cada dez americanos podem nomear o vice-presidente dos Estados Unidos (59%) e entender que os lasers não funcionam focando as ondas sonoras (60%). Mais de sete em dez (72%) associam corretamente Susan B. Anthony ao movimento para dar às mulheres o direito de votar, enquanto apenas 42% sabem que Herman Melville foi o autor do romance Moby Dick .
  • No geral, as pessoas que pontuam bem nas questões de conhecimento geral também tendem a se dar bem nas questões religiosas. Ateus / agnósticos e judeus respondem corretamente uma média de aproximadamente sete das nove questões de conhecimento geral. Entre o público em geral, o entrevistado médio responde corretamente a 5,2 dessas questões de conhecimento geral.
  • Enquanto as pessoas com um alto nível de comprometimento religioso se saem melhor do que a média nas questões religiosas, as pessoas com baixos níveis de comprometimento religioso são melhores que a média nas questões de conhecimento geral.
  • Muitos americanos são leitores dedicados das Escrituras: mais de um terço (37%) dizem ler a Bíblia ou outras Sagradas Escrituras pelo menos uma vez por semana, sem contar os cultos de adoração. Mas os americanos como um todo estão muito menos inclinados a ler outros livros sobre religião. Quase metade dos americanos que são afiliados a uma religião (48%) dizem que “raramente” ou “nunca” leem livros (exceto as Escrituras) ou visitam sites sobre sua própria religião, e 70% dizem que raramente ou nunca leem livros ou visitam sites sobre outras religiões.

 Concluindo…

Neste texto, você aprendeu mais sobre conhecimento religioso e espiritualidade. 

A religião é uma importante fonte de inspiração, significado e controvérsia na cultura humana, informando história, política, economia, arte e literatura.

E então? O que você pensa sobre o assunto? Deixe aqui nos comentários!

Bons estudos e até logo!

Para saber mais sobre os tipos de conhecimento, clique aqui!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo