Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Conhecimento empírico: saiba o que é, conceito e definição

Conhecimento empírico: saiba o que é, conceito e definição

Olá, caro leitor do Canal do Ensino!

O ser humano é capaz de aprender, construir e transmitir conhecimento de várias maneiras diferentes. Muitas vezes, o conhecimento não é adquirido por meios científicos ou filosóficos, mas sim de forma empírica.

No texto de hoje, falaremos sobre esse tipo de conhecimento, que há séculos  intriga pensadores e filósofos. Leia e saiba mais sobre a produção e as características do conhecimento empírico.

Conceito

conhecimento empírico

Fonte: Reprodução

O conhecimento empírico, também chamado de conhecimento popular, é passado de pai para filho, de geração para geração, até se tornar parte do senso comum e das tradições culturais das comunidades.

Embora o conhecimento empírico seja baseado em experiências, não são exigidas comprovações científicas para estes saberes serem assimilados e difundidos por indivíduos de uma sociedade.

Empirismo

Esse tipo de saber foi teorizado pelo empirismo, ramo da filosofia que acredita que o conhecimento é adquirido a partir de experiências principalmente sensoriais (percebidas pelos sentidos).

Os principais filósofos que adotaram a teoria do conhecimento empírico foram:

John Locke – Defendia que não existem ideias inatas. Para ele, tudo que sabemos vem de nossas experiências sensoriais: ouvir, sentir, tocar, comer, ver e cheirar. À medida que vamos vivendo, vamos aprendendo. A única possibilidade inata do ser humano é formular ideias sobre os fatos que acontecem no mundo. Principal livro: Ensaio sobre o entendimento humano.

Francis Bacon – É considerado o pai do empirismo moderno por ter criado o método de pesquisa da ciência moderna. Segundo ele, o conhecimento é gerado a partir de experiências e assimilado pela mente por meio da razão. Principal livro: O progresso do conhecimento.

Portanto, o princípio do conhecimento empírico está nas experiências, na observação e na prática, e não nas teorias.

Você também pode se interessar por: USCS oferece palestras gratuitas sobre filosofia e marketing

Exemplos de conhecimento empírico

Para deixar as definições mais claras, separamos alguns exemplos de conhecimento empírico. Confira!

  • Chá de limão para curar gripe;
  • Tomar café para se manter acordado;
  • Colocar arroz no saleiro para fazer o sal sair mais facilmente;
  • Tomar suco de maracujá para manter a calma;
  • Não abrir o forno quando estiver assando um bolo.

Esses saberes são obtidos por meio do uso diário e acabam se tornando costumes e tradições. Para chegar aos resultados, alguém experimentou e obteve sucesso. Portanto, essas afirmações não são necessariamente comprovadas pela ciência.

Sugestão do Canal do Ensino: Curso online gratuito de Filosofia da Educação

Características do conhecimento empírico

Veja a seguir as principais características do conhecimento empírico:

  • É falível e inexato, pois se refere a percepções pouco fundamentadas;
  • Valorativo, já que as emoções envolvidas interferem nos resultados;
  • Assistemático, por não seguir nenhuma metodologia;
  • Acrítico, pois não se reflete para saber se o resultado é verdadeiro ou falso;
  • Imediatista, já que é usado para resolver problemas imediatos;
  • Instintivo, pois é elaborado de forma instantânea e instintiva;
  • Vivencial, sendo baseado no que se vive ou no que é passado por tradição;
  • Impreciso, por ser construído a partir de experiências subjetivas.

Muitos estudiosos tentaram entender como se produz o conhecimento passado de geração para geração e baseado em situações vividas diariamente, sem o auxílio de livros ou metodologias científicas. E, apesar de serem pouco embasados, esses saberes são muito utilizados.

Talvez te interesse esse texto: Como abordar a filosofia no Ensino Médio?

Importância do conhecimento empírico

Em ambientes acadêmicos, o conhecimento empírico geralmente é discriminado. Porém, não há como negar sua importânciaPor muito tempo, antes do surgimento e da institucionalização da pesquisa científica, os saberes intuitivos e práticos garantiram a sobrevivência da humanidade.

Esses artigos podem complementar os seus estudos:

Quais são os 7 tipos de aprendizagem?

Multidisciplinaridade, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade

Educação e escolarização: quem são os responsáveis nesse processo?

Resumindo…

Confira a seguir tópicos importantes sobre o conhecimento empírico:

  • É baseado em crenças;
  • As explicações são aceitas sem questionamento;
  • Apoia-se em tradições e experiências coletivas;
  • Nasce de experiências pessoais acumuladas;
  • É o tipo de conhecimento mais elementar;
  • Não é aprofundado;
  • Não tem análise crítica;
  • Está sujeito a erros.

Para complementar o seu aprendizado sobre esse tipo de conhecimento, sugerimos o filme Narradores de Javé, que mostra como os saberes empíricos estão presentes na vida de uma comunidade.

O conhecimento empírico é apenas um dos vários tipos de conhecimento que existem e que se complementam, oferecendo uma visão mais ampla do mundo que nos cerca.

Esperamos que você tenha gostado desse texto. Qualquer dúvida, deixe aqui nos comentários!

Bons estudos e até breve!

Para saber mais sobre os tipos de conhecimento, clique aqui!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo