Você está aqui:Home » Olimpíadas Rio 2016 » Conheça todos os mascotes que já fizeram parte das Olimpíadas

Conheça todos os mascotes que já fizeram parte das Olimpíadas

Famosos por sua simpatia, os mascotes dão mais alegria para os espectadores nas Olimpíadas 

Olá, pessoal!

Criados para representar e comunicar as Olimpíadas de uma maneira mais animada e descontraída, os mascotes são personagens que fazem sucesso antes e durante os jogos em todo o mundo. Retratados, geralmente, por animais, eles também ajudam a divulgar o país sede e trazem detalhes culturais ou locais.

Os mascotes fazem parte dos jogos, oficialmente, desde 1972, quando aconteceram as Olimpíadas de Munique. No entanto, o primeiro personagem surgiu ainda em 1968, nos jogos Olímpicos de Inverno de Grenoble. Desde então, toda edição possui pelo menos um mascote – a mais conhecida foi o urso Misha, dos jogos de Moscou.

Conheça abaixo todos os personagens:

  1. Waldi: representado por um cachorro da raça dachshund, famoso pela resistência e pela agilidade, a primeiro mascote oficial da história se tornou tão popular que o trajeto da maratona nas Olimpíadas de Munique, em 1972, foi baseado no formato do corpo do personagem. Os atletas iniciaram a prova “na cabeça do cachorro”.
  2. Amik: no Canadá, em 1976, o mascote escolhida era um castor de nome Amik, que circulava com uma faixa vermelha em volta do corpo, contendo o logo de Montreal 1976. O animal está bastante ligado à história do Canadá, presente no brasão da cidade sede e na moeda de cinco centavos.
  3. Misha: o urso é o personagem mais famoso de todas as Olimpíadas. Além de um jeito simpático, ele emocionou o público ao derramar uma lágrima na cerimônia de encerramento dos Jogos de Moscou, em 1980. Em 1978, ele ainda visitou a estação espacial Salyut 6 em um foguete.mascote-misha-das-olimpiadas-de-1980
  4. Sam: representado pela águia símbolo dos Estados Unidos, o mascote dos jogos de Los Angeles de 1984 foi criado por um artista da Walt Disney Productions e usava um chapéu que simula a bandeira americana.
  5. Hodori: quatro anos depois, em 1988, em Seul, o mascote escolhida foi um tigre de nome Hodori – o animal está ligado à arte popular e lendas coreanas. Na cabeça, ele utiliza um sangmo, um chapéu tradicional da região.
  6. Cobi: em 1992, em Barcelona, foi a vez do Cobi, uma versão do cão da montanha dos Pirineus. O personagem foi um dos mais populares da história das Olimpíadas e participou de propagandas e uma série de TV. Além disso, ele contava com uma série de souvenirs apelidados de Cobiana. O nome é uma homenagem ao COOB’92, sigla do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992.
  7. Izzy: nos jogos de Atlanta em 1996, o personagem foi o primeiro que não representou um animal e foi criticado pela fisionomia esquisita. Criado em um computador, ele foi remodelado pelas crianças de Atlanta e ganhou boca, nariz, pernas mais fortes e estrelas nos olhos.
  8. Syd, Olly e Millie: as olimpíadas de Sydney, que aconteceram em 2000, foram representadas por três mascotes, típicos da fauna australiana: um ornitorrinco, uma ave kookaburra e uma equidna. A ideia do comitê era que não fossem escolhidos cangurus ou coalas.
  9. Phevos e Athena: com nomes de deuses gregos, os mascotes dos Jogos Olímpicos de Athenas de 2004 representavam dois irmãos. A ideia do comitê era simbolizar a união, a igualdade e a fraternidade entre homens e mulheres.
  10. Beibei, Jingjing, Huanhuan, Yingying E Nini: no ano de 200, em Pequim, foram escolhidas cinco mascotes e cada um representava um elemento da natureza, uma cor dos anéis olímpicos, um desejo e um animal característico da China. O quinteto era conhecido como “bonecos da sorte”.
  11. Wenlock: nas últimas Olimpíadas, que aconteceram em Londres, o mascote fazia referências à modernidade, ao esporte e aos elementos encontrados facilmente nas ruas da cidade: táxis pretos e Estádio Olímpico, por exemplo. O nome representa a cidade de Much Wenlock, que foi uma das inspirações do Barão Pierre de Coubertin para a criação dos Jogos Olímpicos modernos.
  12. Vinícius: para os Jogos Olímpicos Rio 2016, o mascote escolhida foi inspirado na fauna brasileira. A ideia é atingir especialmente o infanto-juvenil. Por isso, o comitê divulga, de diversas maneiras, o personagem e uma historinha: conta-se que, no dia em que o Rio de Janeiro foi anunciado como dos Jogos, a alegria dos brasileiros foi sentida por toda a natureza; dessa energia nasceu Vinícius.

E você, ansioso para os Jogos Olímpicos Rio 2016?

Até logo!

comentários (2)

Deixe um comentário para Vanessa

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo