Você está aqui:Home » Dicas » Professores » Conheça os 3 tipos de educação

Conheça os 3 tipos de educação

Olá, leitor!

Seja você um estudante de pedagogia, de filosofia ou uma pessoa apaixonada por educação, provavelmente já ouviu termos como “educação formal”, “ensino presencial”, “ensino a distância” e “tecnologia em sala de aula”.

Em muitos casos, estas expressões são empregadas como sinônimos, o que pode dificultar ainda mais a compreensão de seus reais significados. Por isso, no artigo de hoje, trazemos a definição de 3 tipos de educação, descrevendo as características principais de cada um.

Conceitos e tipos de educação

Tipos de educação

Fonte: Reprodução

Antes de conhecer os tipos de educação, você compreende o que é educação? O conceito de educação é muito amplo, mas aqui nós abordaremos esse termo a partir dos aspectos da filosofia da educação, da ciência da educação e da etimologia da palavra.

Do ponto de vista etimológico, isto é, da origem e significado da palavra, educação vem do termo latino educare, que segundo o Dicionário Etimológico  significa literalmente “conduzir para fora” ou “direcionar para fora”. A expressão é composta pela união do prefixo ex, que significa “fora”, e ducere, que quer dizer “conduzir” ou “levar”.

Assim, o termo é empregado no sentido de preparar as pessoas para viverem em sociedade, ou seja, conduzi-las para fora de si mesmas, mostrando as diferenças que existem no mundo.

Com base nessa definição, pode-se resumir o conceito como a ação pela qual um emissor transmite conhecimento ao receptor, com o objetivo de desenvolver suas capacidades cognitivas e físicas para que possa participar plenamente da sociedade que o rodeia.

Neste contexto, a educação pode ser também definida como a transmissão dos valores e conhecimentos acumulados de uma sociedade.

Já quando se aborda os aspectos da Ciência da Educação, a definição se relaciona com métodos de ensino e aprendizagem em ambientes semelhantes a escolas, em oposição a várias modalidades não formais e informais de educação que veremos a seguir. Confira abaixo quais são os 3  tipos de educação e suas principais características.

3 Tipos de educação

1-Educação formal

A educação chamada “formal” é justamente aquela efetuada por professores a alunos em escolas tradicionais, nas quais eles se relacionam por meio de práticas e experiências que envolvem as teorias de aprendizagem, as linhas pedagógicas da escola e os métodos de ensino  utilizados.

Em geral, a educação formal é dividida em várias áreas do conhecimento, também chamadas de disciplinas, para facilitar a assimilação do conteúdo por parte do aluno. Contudo, a característica principal deste tipo de educação é fazer parte de um modelo sistemático, estruturado e administrado de acordo com leis e normas, tendo um currículo padronizado no que diz respeito a objetivos de ensino, conteúdos e metodologias.

Em suma, a educação formal corresponde ao processo adotado por escolas e universidades, isto é, por instituições de ensino que são física e administrativamente organizadas de acordo com requisitos legais. Estas entidades cumprem um programa que envolve avaliações de aprendizagem entre os períodos letivos, que fornecem graus e diplomas.

No Brasil, a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) da educação nacional (Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996) define que o ensino obrigatório deve ser conduzido na pré-escola, no ensino fundamental e no ensino médio com o objetivo de:

A educação, dever da família e do Estado, inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

A educação formal no Brasil pode ser presencial ou virtual, dependendo do contexto, e, além de seguir as diretrizes da LDB, está organizada nos seguintes estágios:

  • Pré-escola ou Educação Infantil;
  • Ensino Fundamental;
  • Ensino Médio;
  • Educação de Jovens e Adultos;
  • Ensino Técnico;
  • Ensino Superior;
  • Pós-Graduação: Especialização, Mestrado, Doutorado, Pós-Doutorado.

Outras formas de educação

Há diferenças entre as instituições e métodos empregados na educação formal. Essas divergências estão principalmente nas funções atribuídas a professores e alunos e nos materiais utilizados.

Com o avanço da Internet, é possível acessar a educação formal por meios digitais. Essas tecnologias em sala de aula trazem novas formas de socialização entre instituições, professores e alunos. No Brasil, a educação a distância, ou ensino virtual, está em expansão principalmente no Ensino Superior.

A alfabetização como indicador de sucesso na educação

A educação formal utiliza vários critérios para avaliar sua eficiência, sendo o grau de alfabetização 0 principal deles. A taxa de alfabetização também é uma forma dos governos regulamentarem políticas públicas para melhorarem tanto o acesso e os métodos empregados no ensino quanto a formação dos professores e o suporte às instituições.

2-Educação não formal

Enquanto a educação formal é organizada, estruturada e deve atender a requisitos metodológicos, legais e administrativos, a educação não formal possui maior flexibilidade, diferenciando-se das modalidades formais principalmente por centralizar o processo de ensino no aluno.

A educação não formal também é focada nas necessidades profissionais e técnicas do estudante e na utilidade imediata da disciplina abordada para o crescimento pessoal, emocional e profissional do aluno.

Assim, esse tipo de educação é composto por diversas situações. Por exemplo, o educando pode aprender a falar inglês por meio de aulas presenciais em uma instituição de ensino não tradicional e completar seu estudo com cursos online sobre idiomas.

Além disso, o ensino a distância e os sistemas de Educação Aberta também podem ser classificados como educação não formal.

3-Educação informal

A educação informal  não envolve os objetivos e assuntos geralmente englobados pelos currículos tradicionais, não controla as atividades realizadas pelos alunos e não pretende adquirir graus, diplomas ou certificados.

A educação informal complementa a educação formal e não formal. Por exemplo, uma pessoa pode ter aulas formais de uma disciplina como história da arte e completar seu aprendizado por meio de visitas a museus.

Há muitos contextos que podem ser classificados como educação informal, já que existem várias formas de acessar informações e se desenvolver para atingir objetivos pessoais e profissionais. Confira abaixo alguns exemplos:

  • Experiências com jogos científicos ou didáticos;
  • Leituras, individuais ou coletivas, tanto em casa, pela internet, quanto em bibliotecas ou na escola;
  • Participação em palestras, conferências, congressos e fóruns de discussão;
  • Visitas a museus, galerias e centros culturais;
  • Assistir a programas de rádio ou TV.

Resumo dos tipos de educação

Para compreender melhor as principais diferenças e relações entre os tipos de educação, confira este resumo:

1-Educação formal

É guiada por um currículo regulamentado e leva o aluno a obter uma credencial reconhecida. Os professores são treinados como profissionais e suas carreiras também seguem padrões legais.

2-Educação não formal

Possui maior flexibilidade e pode ou não ser guiada por um currículo formal. Esse tipo de educação pode ser liderado por um professor qualificado, por um tutor ou até por uma pessoa com mais experiência e  não resulta em um grau ou diploma formal.

3-Educação informal

Não há currículo formal nem credenciamento. O transmissor do conhecimento geralmente é uma pessoa com mais experiência, como pais, avós ou amigos. Esse tipo de educação também pode ser adquirido por meio da internet, de livros e de músicas.

E então? O que você achou desse artigo sobre os 3 tipos de educação? Deixe aqui nos comentários!

Bons estudos e até logo!

comentários (1)

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo