Você está aqui:Home » Dicas » Idiomas » Conheça detalhes de como os poliglotas estudam e aprendem um novo idioma

Conheça detalhes de como os poliglotas estudam e aprendem um novo idioma

Olá, leitor!

Aprender um novo idioma nunca é fácil já que é preciso se adaptar a forma de linguagem, aos sotaques e estimular o cérebro a pensar nessa língua nova que você escolheu aprender, sem isso dificilmente é possível aprender outros idiomas.

Ser um poliglota, ou seja, ser uma pessoa que fala mais de quatro idiomas não é fácil, é preciso que haja muita dedicação e empenho para conseguir estudar e praticar esses vários idiomas.

Por outro lado, se considerarmos a atual situação do país, com a crise na nossa porta, e o índice de desemprego aumentando diariamente, é fundamental sabermos mais de um idioma para dessa maneira, termos maiores chances de conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho, ou pelo menos, manter o atual emprego.

O que é ser um poliglota?

como_os_poliglotas_estudam

Um poliglota é aquela pessoa que fala, lê e escreve mais de quatro idiomas. Aquelas pessoas que dominam mais de seis idiomas são chamadas de hiper poliglotas. Paulo Freire, o mestre da educação, era fluente em simplesmente 135 idiomas! Isso mesmo, ele dominava 135 idiomas que ia do inglês ao latim.

No nosso país, dominar quatro idiomas é muito difícil, devido a fatores culturais, mas se considerarmos a Europa onde a cultura é bem diferente e cada país tem um idioma próprio, por exemplo, Alemanha, Espanha, Itália e França, para eles fica muito mais fácil aprender, e se tornar poliglota, mas isso não significa que é impossível que nós, brasileiros também não podemos nos tornar poliglotas.

Por que ser um poliglota?

Além de ajudar a conseguir uma melhor colocação no mercado de trabalho, ser poliglota é uma forma de agregar mais conhecimento. Qual o objetivo de ter esse tipo de conhecimento? Simples! Se você for prestar um concurso público, por exemplo, e tiver prova de idiomas, você não terá dificuldade.

Ao se tornar um poliglota, você ainda pode ganhar um dinheiro extra dando aulas de idiomas, e diante da situação financeira que o país se encontra, renda extra é sempre bem-vinda. Você ainda pode trabalhar como tradutor, linguista, intérprete, entre tantas outras funções que envolve o conhecimento de outro idioma.

O melhor motivo para se tornar um poliglota é que você vai exercitar o seu cérebro. Diversos pesquisadores pelo mundo já comprovaram que ao aprender um novo idioma estimulamos a memória, a atenção e ainda é formado um tipo de “reserva cognitiva”. Essa reserva reduz as chances de desenvolver doenças associadas com a idade como o mal de Alzheimer, entre outros tipos de demência.

Ao estudar diversas línguas diferentes você estimula o seu cérebro a traçar novos caminhos para o conhecimento, isso irá fazer com que você se torne uma pessoa mais organizada, disciplinada e concentrada em todas as ações que vai executar ao longo do dia.

Quando falamos isso, nos referimos a atividades do cotidiano, e não apenas nos momentos em que você estiver estudando ou treinando um idioma diferente.

Como se tornar um poliglota?

Assim como tudo na vida, não existe uma técnica ou receita exata para se tornar um poliglota. Cada pessoa precisa identificar qual a melhor maneira que ela tem para aprender as coisas, e usar isso em seu favor para conseguir estudar e se tornar um poliglota.

Por outro lado, existem técnicas que podem ajudar, mas obviamente se não houver disciplina, esforço e dedicação, você não conseguirá “sair do lugar” e jamais se tornará um poliglota.

Veja agora algumas técnicas que podem ser utilizadas para te ajudar a estudar e se tornar um poliglota.

Matricule-se em uma escola de idiomas

Sabemos que essa parece uma dica meio óbvia, mas se você não consegue estudar em casa para aprender um idioma sozinho, esse deve ser o primeiro passo para se tornar um poliglota.

Ao se matricular em uma escola de idiomas, você vai aprender a pronúncia correta das palavras e vai poder conversar com outras pessoas que estão ali com o mesmo objetivo que você, estudar para se tornar um poliglota.

É nas aulas de idiomas que você poderá tirar algumas dúvidas, ou seja, vale a pena investir em um curso de idiomas para se tornar um poliglota. Agora se você é autodidata e não precisa de escola de idiomas, existem sites como o Duolingo, que podem te ajudar a começar seus estudos para se tornar um poliglota.

Aprenda as palavras-chave de cada idioma

Todo idioma possui palavras-chave que são usadas em praticamente todas as frases, então procure aprender essas palavras. Essa dica é dos próprios poliglotas, que usam essa técnica para aprender novos idiomas.

Conhecer as palavras-chave de cada idioma é uma técnica que dá certo porque nos fazer exercitar a memória, acelerando o processo de aprendizagem desse novo idioma, assim você dará um passo bem largo nos estudos, se tornando um poliglota rapidamente.

Faça desse novo idioma parte da sua rotina

Se você quer ser um poliglota precisa fazer com que o idioma que está aprendendo faça parte da sua vida, afinal, de nada adianta você estudar uma ou duas horas por dia, e o restante do tempo você simplesmente esquecer que essa língua existe.

Para começar essa imersão no novo idioma, você pode mudar a configuração do seu celular e computador para essa nova língua, além disso, você pode acessar sites de notícias dos países que falam o idioma que está estudando para se tornar um poliglota.

Outra forma de inserir esse novo idioma na sua rotina é assistir filmes, séries e ouvir música no idioma que está estudando. Todas essas estratégias são válidas para que você consiga se tornar um poliglota, uma vez que estará enriquecendo o seu vocabulário diariamente e de diversas maneiras.

Converse com outras pessoas

Nada melhor para aprender um novo idioma do que a prática. Sabe aquele ditado que diz que “a prática leva a perfeição”, pois é, ele se encaixa perfeitamente para aquelas pessoas que estão aprendendo um novo idioma e querem se tornar poliglotas.

Por isso pratique!

Marque encontro com pessoas que também estejam estudando o mesmo idioma que você. Essas reuniões ajudam não apenas a praticar, mas também a tirar dúvidas e aprender novas palavras e expressões.

Com o tempo, quando você estiver mais fluente, você pode se inscrever para participar de reuniões com poliglotas. Nessas reuniões as pessoas conversam sobre diversos assuntos, alternando os idiomas em uma mesma conversa. É fantástico!

Tenha contato com nativos

Crie uma rede de contato com pessoas que são nativas do país que fala o idioma que você está aprendendo. E não vai dizer que isso é impossível, pois, com as redes sociais a nossa disposição, é muito fácil conhecer pessoas de todo o mundo e assim, se tornar um poliglota.

Pode ter certeza que esse é outro segredo que os poliglotas usam para aprender um novo idioma, e é dessa maneira que eles não esquecem o que já estudaram, uma vez que eles sempre encontram uma oportunidade de por em prática o que está estudando.

Semelhanças entre o idioma que está estudando e o que já é fluente

Muitos idiomas têm a mesma origem, por exemplo, o português, o espanhol e o italiano são originados do latim, então há muitas semelhanças entre esses idiomas. O que você acha de usar essas semelhança a seu favor? Essa é uma outra técnica que os poliglotas usam para praticar e não esquecer os idiomas que já sabem e os que está aprendendo.

Existem ainda palavras que são semelhantes em diversos idiomas com, por exemplo, “democratização”, que é semelhante no português, no inglês, no espanhol e no francês. Preste atenção, ao conhecer essa palavra em pelo menos quatro idiomas diferentes, você estará praticando essa língua nesses quatro idiomas.

Imite os nativos

Usar a arte da imitação é outra estratégia válida para se tornar um poliglota. Como fazer isso? É fácil! Quem nunca brincou de imitar, por exemplo, um ator de novela mexicana? Pois é exatamente isso que estou sugerindo que você faça.

Nessa brincadeira de imitar, você estará treinando a pronúncia das palavras e a formação de frases, além é claro, dos sotaques, que faz com que parece que você é fluente, e dependendo do caso, até nativo, nesse determinado idioma.

Estude em conjunto

Sabe aquela história de reação em cadeia? Você já pensou que os poliglotas estudam assim para aprender um novo idioma? Como isso funciona? Veja só!

Considere que você está estudando inglês e já se sente confiante para aprender um novo idioma, por exemplo o espanhol. Então você não vai “estudar espanhol” e sim “study spanish”. Entendeu? Você vai estudar um novo idioma, praticando aquele que você acredita que já está dominando. Dessa forma, você aprende um sem se esquecer do outro.

Essa é outra estratégia de estudo que com certeza vai te ajudar a ficar fluente mais rapidamente em todos os idiomas que você pretende estudar para ser um poliglota.

Quantos idiomas você fala? Você tem alguma outra estratégias para aprender um novo idioma e se tornar um poliglota?

Compartilhe conosco!

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo