Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Concursos » Conheça as principais armadilhas recorrentes em concursos públicos

Conheça as principais armadilhas recorrentes em concursos públicos

Olá leitores!

Prestar um concurso e conquistar uma carreia de sucesso em um órgão público é o sonho de milhares de brasileiros, entretanto, alguns fatores impedem que muitos consigam realizar esse sonho. São as armadilhas em concursos públicos que assustam grande parte dos concurseiros.

São exatamente o medo dessas armadilhas em concursos que faz com que os participantes fiquem ansiosos, nervosos e cheios de receios e medos, prejudicando dessa maneira o seu desempenho durante a realização das provas, mas você não precisa mais se preocupar com essas armadilhas, pois preparamos algumas dicas que vão te ajudar a sair dessa e conseguir realizar o seu sonho.

Armadilha 1: Nunca deixe para depois o que você pode começar AGORA

armadilhas_recorrentes_em_concursos

Uma das armadilhas em concursos que mais faz vítimas é o deixar para começar depois, dizer “eu começo a estudar para o concurso na segunda.” Ao deixar para mais tarde os seus estudos, pode ficar tarde demais, não se esqueça que têm pessoas que estudam à anos para essa prova, e você ainda está protelando? Depois não reclame que não tem sorte.

Deixe a desculpa de lado e comece a estudar. Geralmente as pessoas deixam para começar a estudar para um concurso público só quando sai o edital, mas você pode – e deve – começar antes. Use outros editais do mesmo concurso como base, estude as provas anteriores, tudo isso fará com que você se livre dessa armadilha e conquistar sua tão sonhada vaga.

Armadilha 2: Tenha um cronograma de estudos e siga-o

Outra grande armadilha em concurso é a falta de planejamento e de disciplina por parte dos concurseiros. As vagas abertas em concursos público são muito disputadas, então você não pode perder tempo pensando no que vai estudar nesse momento.

O ideal é fazer uma planilha de acordo com a sua disponibilidade de estudos, por exemplo, se você vai estudar duas horas por dia, determine 2 matérias que vai estudar e os conteúdos referentes e a elas. É importante que você monte um cronograma e que ele seja cumprido.

Não adianta você fazer um super cronograma, e deixar para depois por preguiça, porque alguém chamou ou porque é hora do futebol. Se você se propôs a estudar determinado conteúdo, estude. A organização e a disciplina são chaves preciosas para escapar das armadilhas em concursos e conquistar a vaga que tanto deseja.

Para facilitar determine o horário de estudo, mas atenção, se terminar mais cedo, continue estudando, é melhor estudar um pouco mais por dia do que um pouco menos, no final, quando for fazer a prova você sentirá a diferença desse pouco mais ou pouco menos.

Armadilha 3: Revisão e simulados

Dentro do seu cronograma de estudos determine dias para fazer revisões e simulados, essa técnica é importante porque você não vai esquecer o que aprendeu e nem ser pego se surpresa na prova que vai prestar.

Uma das grandes armadilhas em concurso é o concurseiro se pego de surpresa na hora da prova, ele estudou muito mas a prova está complexa demais, ou ele não lembra algo que estudou quando decidiu prestar um concurso público.

Para que você não caia nesse tipo de armadilha faça revisões semanais do que você estudou naquela semana e no mês, para fazer isso, basta fazer anotações claras, que você consiga entender, e sempre que possível leia. Você pode fazer essas leituras de revisão indo para o trabalho, por exemplo.

Com relação a fazer simulados é bem simples também: a cada 15 dias, por exemplo, você escolhe uma prova do concurso que você vai prestar (elas sempre estão disponíveis na internet), e faça. É interessante que você use um cronômetro para fazer esses simulados, assim você não corre o risco de, no grande dia, deixar questões em branco por conta do tempo perdido.

Essa também é uma ótima estratégia para que você possa treinar os seus conhecimentos, ver os seus pontos mais fracos, e os fortes também, e saber onde focar os estudos, para que durante a prova não surja alguma dúvida e você ficar preso em uma dessas armadilhas em concursos.

Armadilha 4: Saiba exatamente onde está indo

Vou explicar. Cada banca de concurso público tem um estilo diferente de prova e de avaliação, é fundamental que o concurseiro conheça muito bem, que saiba onde está indo, caso contrário, com certeza ele vai cair em uma armadilha em concurso. Como você pode conhecer a banca que vai encarar? Simples! Siga a dica anterior, faça muitos simulados.

Ao estudar o conteúdo e fazer simulados, você vai começar a prestar atenção e, devagar vai conhecendo o estilo dos seus avaliadores então, aquela preocupação de como será a prova vai embora, você faz sua prova mais tranquilo e escapa de mais uma armadilha em concurso.

Armadilha 5: Não gosto de matemática, não vou estudar

Essa armadilha em concurso é muito perigosa, muitas pessoas já se prejudicaram muito em vestibulares e concursos públicos pensando isso, então evite essa armadilha e não use essa desculpa em hipótese alguma.

O uso dessa “desculpa” é fácil de ser justificada, mas não significa que essa justificativa um dia será aceita. Muitas pessoas usam essa mesma desculpa desde a época da escola: “Não gosto de história, por isso vou mal na prova,” mas agora você é um adulto que busca estabilidade financeira e um bom futuro, então não dá pra usar essa justificativa.

Já que você não é muito bom em determinada matéria, o que você precisa fazer é estudar mais sobre o assunto, até que ele entre em sua mente, até que você aprenda, até que você não a esqueça. Posso te garantir que se seguir essa dica, você jamais vai cair nesse tipo de armadilha em concurso público.

Armadilha 6: A alternativa “A”

Quem é concurseiro experiente ou que já passou em uma prova de concurso público sabe exatamente do que estamos falando, esse é um erro comum que os candidatos comente principalmente por conta do nervosismo durante a prova, e é uma maneira fácil de cair em uma armadilha em concurso.

Isso acontece da seguinte maneira: o candidato a vaga está fazendo sua prova, quando vai preencher o cartão de resposta percebe que mais da metade das questões estão marcadas na alternativa “A”.

Quer saber porque isso acontece? A pessoa está tão nervosa para fazer a prova, a ansiedade está tão alta que, ao ler a questão, parece que a primeira alternativa é a correta, mesmo relendo as questões, o candidato tem certeza que aquela é a resposta.

Quer entender porque isso acontece? Por falta de preparação e disciplina. Sabe aquela história de começar a estudar antes de sair o edital, de fazer simulado para conhecer a banca e marcar o tempo que gasta em cada questão? Essas são pequenas armadilhas que se você não evitar faz com que você caia na armadilha da alternativa “A.”

Está percebendo que para evitar uma armadilha em concurso grande você precisa evitar primeiro algumas menores?

Armadilha 7: Questões com respostas similares

Essa armadilha em concurso é bem comum, e apesar de ser conhecida ainda faz muitas vítimas. O candidato à vaga está tão desesperado para conseguir responder a prova no tempo certo que não está prestando a devida atenção.

Muitas vezes há duas questões seguidas com respostas praticamente idênticas, e ainda tem candidato que responde a mesma coisas nas duas questões, obviamente que isso é pura desatenção, e é claro que sabemos que essa desatenção vem da falta de preparação.

Mais uma vez, se esse candidato tivesse se dedicado ao concurso da forma correta, se tivesse feito simulados, ele não estaria tão tenso a ponto de deixar uma coisa tão importante passar em branco. Certamente isso aconteceu por falta de dedicação, preparação e disciplina.

Armadilha 8: Questão de lógica

Dependendo do tipo de concurso que você vai prestar, a maioria das questões requer mais lógica do que conhecimentos gerais, então faça o simulado a cada 15 dias, sem falta! Muitas pessoas tem dificuldade em responder algumas questões exatamente porque elas são de lógica, mas não significa que você não precisa estudar.

Quanto mais bem preparado o concurseiro estiver, maiores são suas chances de ter sucesso e passar com louvor, então inclua os estudos de lógica em seu cronograma, se esse tipo de questão não cai no concurso que você vai prestar, não tem problema, estude assim mesmo. Melhor se prevenir do que se prejudicar.

Armadilha 9: Falta de preparação emocional

Estar emocionalmente preparado para uma prova de concurso é fundamental para que você não caia nessa que é a maior armadilha em concurso. Você pode ter seguido todas as dicas que foram colocadas nesse post, mas se você não estiver emocionalmente preparado, nada disse terá adiantado.

Para escapar desse tipo de armadilha cada pessoa tem uma estratégia diferente: alguns meditam, outros praticam esportes, outros leem algum livro ou assistem um filme. Qual dessas estratégias te deixa mais calmo?

Durante a prova, caso você tenha uma crise nervosa, não entre em pânico, feche os olhos, respire fundo e conte até dez, e tenha sempre em sua mente que você estudou e se preparou, que você sabe todo o conteúdo que está na prova e que você não vai cair nessa armadilha em concurso.

Qual a armadilha você mais teme em concurso? Deixe sua opinião.

Até a próxima!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo