Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Conheça 12 características do Simbolismo que você deve saber para o vestibular

Conheça 12 características do Simbolismo que você deve saber para o vestibular

Olá,

As características dos movimentos literários são cobradas em provas de vestibulares. Neste texto, você aprenderá os principais aspectos do Simbolismo. Vamos lá?

Simbolismo

O Simbolismo foi um movimento literário que ocorreu no final do século XIX e representou uma ruptura ideológica com o Realismo.

Essa fratura foi caracterizada pela busca da subjetividade, imaginação, do sentimento e da espiritualidade, em detrimento da objetividade e da racionalidade.

Um fator que influenciou o movimento foi a contraposição ao pensamento científico e filosófico da época, os quais se encontravam em declínio. Além disso, o Simbolismo também foi marcado por questões sociais e políticas, influenciado por pensamentos que se opunham, principalmente, à ascensão da burguesa e do capitalismo.

Confira as principais características desse movimento:

12 características do Simbolismo

Simbolismo

A visão de Bartholomew (1890) – Mikhail Nesterov/Fonte: Reprodução

  1. Sugestão em vez de descrição: os simbolistas procuravam se expressar por meio de símbolos, por isso seus textos mais sugerem do que descrevem. Dessa forma, em vez de nomearem os objetos a que faziam referência, eles os simbolizavam.
  2. Ênfase na subjetividade: os textos eram bastante subjetivos, com apelo ao sentimento, à imaginação, à sensualidade e à espiritualidade.
  3. Exploração do subconsciente e do inconsciente: devido à subjetividade dos textos, eram ampliadas as imagens do subconsciente e do inconsciente.
  4. Uso excessivo de imagens sensoriais: era comum o uso de sinestesia nos textos, através da qual buscava-se uma correspondência entre os sentidos.
  5. Uso de imagens metafísicas: a poesia era bastante representada por vivências místicas.
  6. Priorização da musicalidade: atingia-se a musicalidade, por exemplo, através do uso de figuras, como aliteração e assonância.
  7. Sinestesia: ocorre quando misturamos as sensações percebidas pelos cinco sentidos: visão, audição, olfato, paladar e tato.

Ex.: Pedro tem uma voz doce e aveludada.

Perceba que, para descrever a voz, que é percebida pela audição, usamos os termos doce (percebido pelo paladar) e aveludada (percebido pelo tato)

  1. Metáforas: o emprego de uma palavra com um sentido que não lhe é próprio, derivado de uma comparação entre dois seres.

Ex.: Amar é mudar a alma de casa. (Mário Quintana)

  1. Aliteração: é a repetição de sons consonantais com o intuito de trabalhar a sonoridade.

Ex.: “Que a brisa do Brasil beija e balança” (Castro Alves)

  1. Assonância: é a repetição de sons vocálicos com o intuito de trabalhar a sonoridade.

Ex.: “Ó Formas alvas, brancas, Formas claras” (Cruz e Souza)

  1. Expressão de uma religiosidade não convencional: buscava-se o místico através do desregramento dos sentidos, explorando a sexualidade, as emoções, alucinações e delírios.
  2. Havia também nos textos simbolistas uma busca pelo misterioso, pelo oculto, a anarquia, o caótico, o indefinível e o inexprimível.

Exemplo de texto simbolista

O teto a seguir é de Alphonsus de Guimaraens, poeta brasileiro representante do Simbolismo:

 

Ismália

Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar…
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.

 

No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar…
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar…

 

E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar…
Estava longe do céu…
Estava longe do mar…

 

E como um anjo pendeu
As asas para voar. . .
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar…

 

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par…
Sua alma, subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar…

 

 

Conclusão

Você viu neste texto o que foi o Simbolismo e suas doze principais características. Que tal agora resolver alguns exercícios para pôr em prática o que você estudou?

Um grande abraço, e até a próxima!

Exercícios

1 – (ITA-2002) Leia os seguintes versos:

Mais claro e fino do que as finas pratas

O som da tua voz deliciava…

Na dolência velada das sonatas

Como um perfume a tudo perfumava.

Era um som feito luz, eram volatas

Em lânguida espiral que iluminava,

Brancas sonoridades de cascatas…

Tanta harmonia melancolizava.

(SOUZA, Cruz e. “Cristais”, in Obras completas. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1995, p. 86.)

Assinale a alternativa que reúne as características simbolistas presentes no texto:

a) Sinestesia, aliteração, sugestão.

b) Clareza, perfeição formal, objetividade.

c) Aliteração, objetividade, ritmo constante.

d) Perfeição formal, clareza, sinestesia.

e) Perfeição formal, objetividade, sinestesia.

 

2 – (Fuvest)

– “Só, incessante, um som de flauta chora,
Viúva, grácil, na escuridão tranquila,
– Perdida voz que de entre as mais se exila,
– Festões de som dissimulando a hora.”
Os versos anteriores são marcados pela presença ………………….. e pela predominância de imagens auditivas, o que nos sugere a sua inclusão na estética …………………. .

Assinale a alternativa que completa os espaços.

a) da comparação – romântica
b) da aliteração – simbolista
c) do paralelismo – trovadoresca
d) da antítese – barroca
e) do polissíndeto – modernista

 

3 – (Mackenzie) Assinale a alternativa que não se refere ao Simbolismo.
a) Na busca de uma linguagem exótica, colorida, musical, os autores não resistem, muitas vezes, à ideia de criar novos termos.
b) Ocorre grande interesse pelo individual e pelo metafísico.
c) Há assuntos relacionados ao espiritual, místico, religioso.
d) Nota-se o emprego constante de aliterações e assonâncias.
e) Busca-se uma poesia formalmente perfeita, impassível e universalizante.

 

 

Gabarito

1 – A

2 – B

3 – E

 

 

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo