Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Como você pode melhorar sua pronúncia do francês

Como você pode melhorar sua pronúncia do francês

Olá, leitor!

Uma das maiores dificuldades de quem está começando a aprender um novo idioma é, sem dúvidas a pronúncia. Principalmente quando falamos na língua francesa, esta possui algumas particularidades sobre pronúncia que é muito importante saber e hoje vamos te ensinar como você pode melhorar sua pronúncia do francês.

O Francês é língua oficial em 30 países e já são mais de 500 milhões de falantes, quando incluídos pessoas que falam o idioma como segunda língua ou língua estrangeira. O francês, assim como todos os outros idiomas, possui regras gramaticais e técnicas de pronúncia.

Quem se dedica a estudar outra língua sabe que não basta apenas se dedicar a aprender falar corretamente. Um dos segredos de conseguir pronunciar corretamente é saber ouvir e treinar a audição.

Além disso, existem alguns erros que a maioria dos estudantes cometem e que você precisa conhecer. Separamos nesse artigo algumas dicas super importantes para você melhorar a pronúncia do francês. Confira!

Principais regras de pronúncia em francês

pronuncia_do_frances_regras_de_pronuncia_do_frances

Melhorar o desempenho da pronúncia de uma língua estrangeira exige um treinamento longo e sistematizado. Antes de mais nada, é preciso ter conhecimento sobre as principais regras de fonética e labialização, que são características marcantes do francês.

Vamos mostrar a seguir, algumas observações que poderão te ajudar a melhorar sua pronúncia do francês. Veja:

Sílaba tônica: letra E

Vemos muito no francês 4 tipos de “e”, que você precisará ter muita atenção, pois, há variações significativas na pronúncia. Temos:

  • E (mudo);
  • É (fechado);
  • È (aberto);
  • Ê (aberto agudo e prolongado).

A letra E

Quando a letra “e” aparece no final de uma palavra, você perceberá que ela é automaticamente removida na pronúncia.

Por exemplo, a palavra: table (mesa). Na pronúncia, você deverá pronunciar somente: Tábl.

Já quando a letra “e” aparecer no meio das palavras, você irá notar uma pronúncia um pouco mais tímida. A letra “e” quase não aparece e é um som bem fechado. Podemos ter como exemplo a palavra promenade (andar). Para a pronúncia dessa palavra devemos dizer: pRRom~enad. Ara compararmos com o português, o som do “e” é parecido com um “e” misturado com “õ”

Agora quando você encontrar a letra “e” no final de uma monossílaba, aí sim conseguirá ouvi-la perfeitamente, como por exemplo: Le (o), me (eu), etc.

A letra É

Você irá perceber que quando aparecer a letra “é” nas palavras irá soar como uma pronúncia bem fechada, ao contrário da língua portuguesa que possui a pronúncia bem aguda.

Podemos usar o exemplo da palavra: mérite (mérito). Nesse caso, a pronúncia soará como: mêRRit. A letra “e” é pronunciada quase que com a boca fechada.

A letra È

A pronúncia dessa letra “è” é totalmente o contrário da regra anterior. Agora sim iremos pronunciar o “e” abertamente. Podemos comparar com a pronúncia da nossa letra “é”.

Seguindo o exemplo da palavra: frère (irmão), sua pronúncia seria como: fRRéR.

A letra Ê

No francês, a letra “ê” se apresenta com a pronúncia ainda mais aguda e um pouco mais prolongada na palavra. Podemos usar como exemplo a palavra: Tête (cabeça). Ao pronunciar essa palavra, devemos prolongar a letra “ê” que, nesse caso, também soa como a nossa letra “é”.

Vogais nasais

O francês tem 4 vogais nasais (ã, ~e, õe e õ), enquanto o português tem 5. As vogais do francês têm a pronúncia ligeiramente mais aberta que o português. Em palavras como malsain (insalubre), devemos pronunciar: m~elçã. Uma pronúncia aproximada da nossa palavra “maçã”.

Outras palavras como main (mão), bain (banho e banc (banco) possuem a pronúncia parecida com o nosso “ã” só que com um som mais aberto.

Pronúncia de U e EAU

Aqui iremos utilizar muito a técnica de labialização que os franceses utilizam. A letra “u” é pronunciada com uma mistura da nossa letra “i” e “u”, ou seja, iremos pronunciar “iu”. Para a pronúncia dessa letra, precisamos fechar bem os lábios reproduzindo o famoso “biquinho” dos franceses.

Vamos utilizar o exemplo da palavra: surveiller (monitor). Para pronunciar essa palavra devemos dizer o seguinte: Siuveiê.

Já o EAU quando aparecem juntos em uma palavra possuem a pronúncia totalmente diferente do que podemos imaginar. Em palavras como beaucoup (muitos), peaufiner (refinar) e château (castelo), devemos sempre pronunciar como se fosse um “Ô”, exemplo: Bôcuu, pôfinê, Chatô.

Pronúncia do R

Como você deve ter percebido, em nossos exemplos de pronúncia ressaltamos o “R” ou até mesmo dobramos a pronúncia do “RR”. Isso porque, no francês o “R” precisa estar evidente e em todas as palavras você precisará pronunciá-lo como em nosso português quando falamos palavras como: rato, carro, agarrar, morro, etc.

Portanto quando for pronunciar palavras como: Trouver (encontrar) você deverá pronunciar da seguinte forma: TRRouvê.

5 erros de pronúncia para evitar

Agora que você já conhece as principais regras de pronúncia do francês, precisa conhecer quais são os principais erros que os estudantes costumam cometer. O cuidado com a pronúncia deve ser prioridade, uma vez que você já tem conhecimento da construção de frases, regras gramaticais e vocabulário.

Assim como em outras línguas, o francês traz muitos sons diferentes e que diferenciam totalmente da pronúncia do português. Por isso você deve ficar atento para não cair em pegadinhas. Veja só:

Pronunciando o “AI”

É comum que brasileiros pronunciem essas duas letras juntas como “ái”, afinal é assim que aprendemos no português. Acontece que no francês a pronúncia correta deverá se assemelhar ao nosso “é” no português.

Assim, palavras como L’air (ar), faire (fazer) e mais (mas) são pronunciadas com o som de é. Portanto, muita atenção nessa parte!

Pronunciando o “OI”

A mesma situação com essas duas vogais juntas. A tendência é que pronunciemos com o som de “ôi”, porém, para pronunciar corretamente essa junção você precisará dizer: “uá”.

Por exemplo, na palavra fois (tempo), o correto é dizer “fuá”.

Pronunciando o OU

Nesse caso, um segredo é sempre esconder a pronúncia da letra “o”. No francês essa junção é pronunciada como o nosso “u” só que um pouco mais prolongado, onde também fazem o famoso “biquinho” para que o som saia perfeito.

Palavras como como fou (louco), roue (roda) e bisou (beijo) possuem a pronúncia exatamente igual como quando falamos a vogal “ú”.

Pronunciando o S

O som do “S” também é um desafio para o brasileiro, já que há um costume comum de inserir a letra “e” antes de pronunciar o “s”. No francês, a pronúncia do “s” é pura, assemelhando-se com um duplo “s”.

Em palavras como spectacle (espetáculo) e salut (oi) devemos pronunciar praticamente o “s” sozinho sem juntar, por exemplo, com a letra “a” de “salut”. Desse modo, deve-se pronunciar quase separadamente. Veja o exemplo: SS-alú.

Pronunciar letras mudas

Aqui no Brasil dificilmente temos letras mudas. Isso faz com que os estudantes brasileiros cometam o erro de pronunciar letras que aparecem quase sempre no final de algumas palavras. Para evitar que isso aconteça, fique atento quando aparecer as letras D, S, T e P no final das palavras.

Palavras como petit – p~etí (pequeno), chaud – chû (quente) e français – fRRancé (francês) não devem ser pronunciadas as consoantes que aparecem no final.

4 Dicas para melhorar sua pronúncia do francês

1 – Aprenda a ouvir

Antes mesmo de começar a treinar conversação com nativos, é importante montar um plano de aula focado no treino da audição. Isso porque você precisa aprender a diferenciar a pronúncia dos sons e tentar identificar os diferentes sotaques do francês.

Antes de sair por aí tentando pronunciar cada palavra do francês, ouça muita música em francês, podcasts, assista filmes, ouça audiolivros e assista a vídeos no YouTube.

2 – Faça exercícios de repetição

Outra técnica que pode ajudar muito a você melhorar sua pronúncia do francês é incluir em seu cronograma de estudos exercícios de repetição de palavras. Selecione as palavras em que você encontra mais dificuldades e crie exercícios ouvindo primeiramente a palavra e logo em seguida tentando reproduzir perfeitamente.

Esse exercício você pode fazer facilmente no Google Tradutor, por exemplo. Você insere a palavra e consegue ouvir como é a pronúncia. Depois tente selecionar as frases que você gostaria de melhorar a pronúncia e faça o mesmo.

3 – Pratique a entonação

A entonação é uma variação do tom da fala que incide sobre determinadas palavras ou frases como por exemplo, frases interrogativas. Assim como no português, no francês existem algumas práticas de entonação que precisam aparecer na pronúncia para dar sentido real a frase que você está tentando dizer.

Um bom exercício para treinar a entonação é ouvir conversação entre nativos franceses. Outro exercício é praticar cursos de treinamento online. Uma dica é o site Appredre Le Français.

4 – Pratique muito

Não há como melhorar a pronúncia do francês sem treinar muito, não é mesmo? Portanto, nossa última dica é criar um cronograma de estudos que foque na prática. Após ouvir muito francês, compreender todas as regras de pronúncia, entender quais são os erros mais cometidos e conhecer as técnicas de sonorização, é hora de colocar a mão na massa.

Lembre-se de ter sempre em mãos ferramentas que possam te auxiliar no aprendizado, como dicionários, aplicativos de celular, sites para aprender francês com nativos, ferramentas de memorização e muito conteúdo útil que possa te ensinar todas as particularidades do idioma.

Seguindo esse guia completo, certamente você irá melhorar significativamente sua pronúncia do francês.

Bons estudos!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo