Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Empregos » Como você pode conseguir um emprego no exterior

Como você pode conseguir um emprego no exterior

Olá, leitor!

Como sabemos, o nosso país está passando por uma crise político-econômica intensa, a qual aparentemente vai demorar para acabar, e com isso o índice de desemprego tende a aumentar constantemente, deixando a população cada vez mais desanimada com o país.

No levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, mostrou que em 2017, quase 12% da população estava desempregada. Para alguns esse número pode parecer insignificante, mas dentro da casa dessas famílias a situação fica mais difícil, e consequentemente a economia do Brasil fica estagnada, correndo o risco de cair ainda mais.

Diante desse cenário, muitos brasileiros estão optando por sair do país, procurar um emprego no exterior, e tentar dar um vida digna, com o mínimo que alguém pode oferecer para sua família, sem o medo do desemprego.

Para algumas pessoas esse processo é mais fácil, pois, elas têm dupla cidadania, ou seja, são aquelas pessoas que possuem título de nacionalidade de dois países, por exemplo, você nasceu no Brasil, e seus pais ou avós são espanhóis, você consegue tirar o título de nacionalidade da Espanha.

Portanto, essas pessoas com dupla cidadania têm maior facilidade para sair do Brasil e conseguir um emprego no exterior, mas isso não impede que pessoas de única nacionalidade brasileira não possam sair do Brasil. Saiba mais!

Dando o primeiro passo

como_conseguir_emprego_no_exterior

É claro que tomar uma decisão tão séria como essa de ir trabalhar fora do país não é fácil, afinal você estará deixando para trás amigos e familiares para buscar o sonho de ser financeiramente estável.

Acredito que a parte mais difícil nesse processo de mudança de país é sair da zona de conforto. Por essa razão o primeiro passo é o mais difícil, afinal, ninguém gosta de sair de algo que o deixa acomodado para buscar o novo, o diferente.

Sair da zona de conforto é semelhante aquele dia de frio que você está embaixo dos cobertores e tem um compromisso a noite, você não quer sair de jeito nenhum do lugar que está quente e confortável para uma rua fria e chuvosa, mas você toma coragem e vai.

Sua mente só insiste em um pensamento “vou me arrepender de ter saído da cama”, mas quando você chega nesse compromisso, descobre que essa foi a melhor decisão da sua vida, porque essa saidinha mudou sua vida para sempre.

Então, se você quer sair do Brasil para conseguir um emprego no exterior, leia e releia esse texto quantas vezes for preciso, e tenha certeza que você não vai se arrepender, porque o novo, na maioria das vezes pode ser incrível.

Você tomou sua decisão e realmente vai sair de sua zona de conforto? Ótimo! Então vamos as dicas para que você possa se preparar para conseguir um emprego no exterior.

Dica 1: Como está o seu currículo?

Para que você consiga uma boa vaga de emprego no Brasil, é preciso que o seu currículo seja invejável, certo? Para conseguir um emprego no exterior não poderia ser diferente. É preciso que você tenha um bom currículo, que tenha qualificações, que fale outro idioma e que tenha experiência profissional.

Falar um outro idioma, principalmente o inglês, é fundamental para se conseguir um emprego no exterior, afinal, como a empresa vai se comunicar com você se você não entende o que eles falam? Não são eles que tem que se adaptar a você, é você quem está chegando, então é preciso que você se adapte ao novo ambiente.

Ter qualificações e experiência profissional é outro fator essencial para conseguir um emprego no exterior, mesmo se você for se candidatar a uma vaga de serviços como babá, atendente de lanchonete, ou qualquer cargo nesse perfil, mesmo que não tenha experiência é importante que tenha qualificação.

Além disso, você precisa adequar o seu currículo – que deve ser em inglês – para a realidade do país que você pretende trabalhar. Por exemplo, na Europa o currículo possui uma padronização, que é chamada de Europass, esse é o modelo mais utilizado pela população europeia.

Além disso, o seu currículo precisa estar bem elaborado e atualizado no LinkedIn. Ele deve estar completo, inclusive com uma foto, para que a empresa saiba como você é. Não invente informações. Fale a verdade, pois, se pedirem para você confirmar determinada informação, você terá como fazê-lo.

Porém, fique bem atento para não exagerar nas informações. Escreva de forma sucinta, limpa, para que fique fácil de compreender. Se você fizer seu currículo em português para depois passar para o inglês faça com atenção, e peça para alguém que seja fluente na língua revisar para ver se você fez tudo certinho.

Dica 2: Elabore uma carta de apresentação

Para se candidatar a uma vaga de emprego no exterior, é preciso que elaborar uma carta de apresentação, em inglês é claro. Nela você deve descrever os seus objetivos, metas profissionais e principalmente sobre as suas experiências profissionais.

Nessa última parte, você deve escrever experiências que tenham relação com a vaga a que você está se candidatando. Imagine você se candidatando para uma vaga de secretária e falar que tem experiência como enfermeira, não tem lógica.

Inclua palavras-chave na sua carta de apresentação, por exemplo, se a vaga pede um candidato proativo, mostre em suas experiências anteriores que você exerceu essa característica. Isso torna o seu currículo mais atraente para a vaga em questão.

Dica 3: Como encontrar uma vaga de emprego no exterior?

Antes de procurar uma vaga de emprego no exterior, você precisa definir para qual país pretende ir. Já decidiu? Então é hora de entrar nos sites de agências de emprego, e nos sites da empresa que você pretende se candidatar a vaga.

Procure também no LinkedIn, muitas vagas de emprego são disponibilizadas nesse site.

Outros sites em que você pode cadastrar o seu currículo são o Gumtree e o Totaljobs.

Obviamente, ao pesquisar as vagas de emprego no exterior, você precisa analisar se o seu currículo se encaixa na vaga que está disponível, ou seja, se você tem a capacitação necessária para concorrer a essa determinada vaga de emprego fora do país.

Em países europeus, o processo seletivo para a contratação de um novo empregado pode demorar alguns meses, uma vez que esse processo possui várias etapas durante a seleção, afinal, a empresa quer um funcionário que seja de confiança e que fique alguns anos fazendo parte da equipe, e não alguém que vai ficar apenas alguns meses e depois pedir demissão.

Dica 4: Faça Networking

No decorrer de nossas vidas, vamos conhecendo pessoas e mais pessoas, pois bem, é fundamental que você sempre esteja em contato com elas.

Quando você se mudar para o exterior porque conseguiu um emprego, a empresa pode muito bem pedir uma carta de recomendação, tendo uma rede de contatos, você pode muito bem pedir ajuda para um amigo.

Outro exemplo. Você está fazendo um curso de inglês e um colega de sala conseguiu um emprego no exterior, ao fazer amizade com as pessoas, ao fazer networking, você pode muito bem pedir para esse amigo uma indicação, ou pelo menos para vocês dividirem as despesas da casa enquanto você está procurando emprego no exterior.

Dica 5: Você já ouviu falar em Trial Shift?

Como já percebemos, cada país tem uma forma de selecionar os seus funcionários. Há países, como por exemplo, a Inglaterra, que tem como tradição fazer um trial shift durante o processo seletivo.

Um trial shift pode ser considerado uma entrevista de emprego na prática, ela acontece da seguinte maneira: por cerca de 3 horas, você é submetido a uma avaliação prática na função que você vai exercer na empresa, independentemente da função, todos são submetidos a essa fase da seleção.

Portanto, se você se candidatar para um emprego no exterior em uma empresa que realiza o trial shift, a dica é: dê o seu melhor! Mostre que você desempenha muito bem a sua função, que é dedicado e prestativo, e principalmente, que faz tudo com qualidade.

Se você se candidatou para uma vaga que não domina, a dica é mostrar interesse em aprender. Não fique tímido ou com preguiça de trabalhar, mostre serviço e com certeza você vai conseguir a vaga no emprego.

Dica 6: Algumas frases para você se preparar para a entrevista de emprego no exterior

Para que você possa se preparar para as entrevistas de emprego que vai fazer no exterior, preparamos algumas questões que irão te ajudar a treinar.

1 – Tell me something about yourself;

2 – What do you know about the company?

3 – What did you do before?

4 – Why did you leave your previous job?

5 – What is your strength?

6 – What is your weakness? 

7 – How many hours would you like to work? Would you like to work part time or full time? (Essa pergunta é comum para pessoas que vão fazer intercâmbio no exterior e procuram um trabalho para complementar sua renda)

8 – What is your goal in the future?

9 – Do you have any questions? (Assim como no Brasil, é interessante que você faça alguma pergunta sobre a empresa ou a vaga)

Você já pensou em procurar emprego no exterior? Já viveu essa experiência? Então compartilhe conosco!

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo