Você está aqui:Home » Dicas » Professores » Como usar a tecnologia corretamente na pré-escola

Como usar a tecnologia corretamente na pré-escola

Olá, professor!

O universo infantil está cada vez mais ligado à tecnologia, porém alguns pais ainda se assustam com a facilidade que seus filhos pequenos lidam com tablets, smartphones e outros aparelhos eletrônicos. Por esse motivo, os educadores devem estudar a fundo essa questão para otimizar os processos educativos e saber qual o melhor jeito de usar a tecnologia na pré-escola.

Muitos pais acreditam que as crianças ainda são muito novas para se envolverem com a internet. Mas os professores devem levar em conta o contexto tecnológico que os pequenos vivem e estimulá-las de maneira adequada inserindo a tecnologia de maneira educativa para que o processo seja produtivo e os alunos realmente aproveitem os recursos.

Dicas para usar a tecnologia com criança pequenas

Confira seis dicas para construir um ambiente pedagógico favorável à tecnologia:

1- Evite usar tablets com crianças menores de 2 anos
O cérebro das crianças dessa idade ainda está em desenvolvimento, por esse motivo elas não devem ser expostas a estímulos tecnológicos, nem mesmo a televisão é adequada. As crianças podem desenvolver problemas de atenção por uma exposição tão prolongada a esses aparelhos.

2 – Acompanhe de perto a navegação dos alunos
Assim como em todas as atividades, o professor deve supervisionar os alunos. Se tratando de uma aula que envolva internet, por exemplo, é fundamental bloquear o acesso a sites de conteúdo impróprio que os alunos possam ver por engano e acompanhar o progresso das crianças com os softwares, tirando dúvidas e orientando.

3 – Use a tecnologia como reforço
As técnicas de ensino digital devem complementar o aprendizado dos alunos. Sendo assim, as atividades passadas aos alunos devem ser educativas e auxiliar, dando exemplos de conteúdos que já tenham sido ensinados em sala de aula. Uma boa maneira de fazer isso é utilizar a tecnologia através dos jogos e aplicativos infantis que colaboram para que as crianças montem palavras e frases, iniciando seu contato com a leitura e a escrita de maneira divertida.

4 – Não deixe que a tecnologia substitua o contato humano
A pré-escola é o ambiente onde a criança começa a desenvolver a socialização fora do ambiente familiar. Por esse motivo, a tecnologia deve ser um complemento a essa socialização, mas nunca deve substituir a interação com outras pessoas.

5 – Não associe tecnologia ao comportamento
Crianças pequenas estão no início do aprendizado sobre o conceito de disciplina, que é fundamental para a formação de um bom comportamento em sala de aula. A escola tem um papel fundamental no estabelecimento de limites e regras, assim como a família.

Por esse motivo, os alunos devem conhecer, participar e obedecer o que foi combinado em sala e saberem o que vai acontecer se não se comportarem direito, para assim agirem corretamente.

Dentro desse sistema, eles devem compreender que a tecnologia é um recurso pedagógico como qualquer outro e não um fator condicionante para suas atitudes. Portanto, os professores jamais devem incentivar o uso de tablets ou smartphones como um benefício para o bom comportamento ou forma de punição.

Ninguém está dizendo que é fácil lidar com essas questões com crianças que ainda estão em formação, mas usar a tecnologia corretamente na pré-escola já é um começo. Experimente.

Até mais!

comentários (1)

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo