Você está aqui:Home » Dicas » Bolsa de Estudo » Como se destacar na candidatura para bolsas de estudo?

Como se destacar na candidatura para bolsas de estudo?

Olá, leitor!

Como já vimos recentemente aqui no Canal do Ensino, o Brasil possui alguns órgãos de fomento à pesquisa que fornecem bolsas de estudo para alunos de instituições públicas e privadas no país, como Capes e CNPq.

Qualquer pessoa pode se inscrever, desde que esteja matriculado em cursos que tenham parcerias com essas agências. Mas como conquistar a vaga durante o processo seletivo?

As dicas que daremos a seguir, servem tanto para a seleção de bolsas de estudo oferecidas por órgãos governamentais como também fornecidas diretamente por instituições de ensino ou até mesmo no exterior. Confira!

Tenha um objetivo

bolsa_de_estudo_bolsas_de_estudo_estudar com bolsa_programa_de_bolsa_de_estudo

O primeiro passo é decidir qual curso você irá prestar e quais instituições de ensino o oferecem. Feito isso, é hora de pesquisar se a universidade fornece bolsas de estudo e como são os processos de seleção: se a bolsa será coberta internamente ou por meio dos órgãos de fomento à pesquisa.

Dessa forma, fica mais fácil entender como você deve se dedicar para conquistar a posição. Fique atento também aos critérios, exigências e documentos necessários para seguir com a candidatura. Cada instituição segue um modelo, portanto não confie em um formato padrão para não correr riscos do processo não sair como o esperado.

Prepare-se para avaliações

Normalmente, é possível concorrer à bolsa apenas se você já está matriculado no curso desejado. Sendo assim, é necessário estar preparado não só ao processo seletivo da bolsa, como também para uma prova de ingresso. Pesquise sobre temas de provas anteriores na hora de estudar e, se possível, converse com bolsistas para entender melhor o formato da avaliação.

Construa um bom currículo

O currículo do candidato sempre é analisado durante um processo de seleção para bolsa de estudos. Você sabe como construir um bom currículo?

Basicamente, o documento deve ser dividido em itens como dados pessoais, experiência profissional, formação acadêmica, qualificações e habilidades e conter no máximo duas páginas, ou seja, todas as informações devem ser escritas de forma sucinta, mas ao mesmo tempo completas.

Exalte experiências relevantes para sua carreira e características que demonstrem como você é um bom profissional – e está apto a desenvolver um projeto relevante.

Fique calmo durante a entrevista

Uma das fases dos processos seletivos para bolsas de estudo é a entrevista presencial, realizadas para que a instituição conheça melhor o candidato e suas pretensões com o desenvolvimento de pesquisas e projetos.

O encontro será marcado por perguntas como área de interesse, projeto a ser desenvolvido e o estudante conseguirá conciliar o curso com outras atividades, como emprego ou até mesmo outras aulas.

Por isso, não há motivos para ficar nervoso com a entrevista. Treinar algumas perguntas e respostas antes do encontro, estudar bem o currículo e as ideias que possui para o projeto, podem ajudar no momento de se apresentar e mostrar para os avaliadores como você está apto para conseguir a bolsa.

Defina seu projeto

Falamos muito sobre o “projeto” ao longo do texto, mas você sabe o que ele significa? Geralmente, as bolsas de estudo são dadas para estudantes que irão contribuir com o desenvolvimento do ensino de alguma forma: essa contribuição costuma acontecer por meio da realização de pesquisas e projetos relacionados à área de estudos.

Nesse caso, os estudantes já precisam ter ideias prévias sobre com o que desejarão trabalhar durante os anos que receberem as bolsas e um tema para seu principal projeto do curso.

Os avaliadores, na hora de decidir quais estudantes receberão o benefício, analisam essas ideias e escolhem as mais relevantes para o nicho e alinhadas com o programa do curso. Na hora de escolher um assunto, foque em pesquisas inovadoras, sem temas já “batidos”, ou seja, escolhidos pela grande maioria.

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo