Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Concursos » Como fazer uma revisão para concurso de qualidade

Como fazer uma revisão para concurso de qualidade

Olá, leitor

Não há dúvida de que os níveis de estresse e preocupação dos concurseiros só aumentam com o passar do tempo.

É um desafio lidar com os prazos dos editais, a pressão para que os estudantes tenham um bom desempenho, organizar vários materiais, seguir todas as dicas dos professores de cursinho.

À medida que o tempo passa e a data do exame se aproxima, os estudantes buscam as estratégias de revisão para concurso. Mas será que acumular tanto conteúdo para revisar para um mês antes ou fazer simulados de provas regularmente é eficiente?

Para te ajudar nisso, preparamos este roteiro com dicas simples e eficientes para você fazer uma revisão com qualidade. Confira!

Porque é tão importante fazer revisão para concurso?

revisao_para_concurso_publico_taticas_de_estudo-tecnicas_quando_o_estudo_nao_rende_como_memorizar_os_estudos_como-decorar_os_assuntos_da_prova_

Curva do Esquecimento de Ebbinghaus

De acordo com o psicólogo Hermann Ebbinghaus, o nível em que retemos informações e nos lembramos do que aprendemos depende de dois fatores:

  • A força ou capacidade da sua memória;
  • A quantidade de tempo que passou desde o aprendizado;

Suas pesquisas demonstraram que sua capacidade de memorização determinará se você reterá metade das informações por 3 semanas ou mais. Dependendo do que você estudou e da forma como aprendeu, você pode esquecer quase tudo depois de mês, cerca de 90%!

Você pode querer desistir de estudar para concursos públicos, afinal, por que irá estudar mais se irá se esquecer de tudo depois de 1 mês?

A boa notícia é que existe solução. Há outros fatores principais que afetam nosso nível de aprendizagem e nossa memória de longo prazo, a repetição e qualidade da informação para memorização, ou seja, quão significativa é a informação para você.

Por isso a revisão para concurso é tão importante! Entenda que quanto mais repetirmos algo, mais provável é que se guarde esse conteúdo na memória.

A pesquisa do Hermann mostrou que a revisão em intervalos regulares aumenta a memorização dos conteúdos e que, com o tempo, é necessária uma revisão menos frequente.

Outro aspecto importante e que poucos estudantes consideram é sobre a qualidade e relevância da informação. Os estudos do Ebbinghaus relacionaram que a memorização é maior se o conteúdo é importante para você, e se você pode conectá-lo com muitas coisas que você já conhece, sua retenção de memória será muito alta.

Então, baseado nessa pesquisa, como você pode melhorar seu desempenho em provas ou ser aprovado em concursos públicos?

Leia a seguir as dicas valiosas para que você faça revisões com qualidade para vencer os efeitos da Curva do Esquecimento.

Como fazer uma revisão para concurso público?

O que você quer é reter a maior quantidade de informações possíveis, certo? Quem deseja prestar um exame para concurso público precisa ler e estudar uma quantidade enorme de materiais e isso pode ser bem exaustivo, já que há muito conteúdo e geralmente pouco tempo para estudar tantas disciplinas.

Guarde isso: Revisão para concurso não é ler todo o conteúdo novamente. Esse é o pulo do gato! O segredo dos concurseiros profissionais!

Para conseguir atingir resultados excelentes nas provas, os concurseiros bem sucedidos aprendem a aliar as melhores técnicas de estudos, para relacionar o que aprendeu e traçar conexões, e então fazer as revisões cíclicas, relembrando o conteúdo em intervalos cada vez mais espaçados, para memorizar os conteúdos e seu nível de aprendizagem.

E como eles fazem isso? Experimente unir as melhores técnicas de estudo para fazer revisões com qualidade:

  • Técnica de aprendizagem espaçada;
  • Mapas mentais;
  • Sínteses e resumos breves;
  • Gravações de áudio;
  • Simulados de provas de concursos.

O melhor roteiro para estudar e fazer revisão para concurso

Organize suas apostilas, escolha um bom livro para o concurso público, dê preferência para os que possuem exercícios para praticar e muitas questões. Será melhor ainda se conseguir obter aquelas revistas ou encartes com um “resumão” contendo esquemas, fórmulas, diagramas.

Elabore um quadro de horários e reserve os blocos de tempo para estudar com foco total. Em cada 1 hora de estudos sobre um tema você irá reservar, por exemplo:

1º bloco (25 minutos) – leitura focada da teoria utilizando o livro didático para concurso. Durante a leitura, grife fórmulas, faça um resumo e mapas mentais, faça perguntas e anotações em cartões de revisão. Organize esse material que será utilizado para revisões.

Descanso de 5 minutos – aproveite para tomar um pouco de água.

2º bloco (20 minutos) – reler a matéria por meio do resumo e esquemas, aproveite para ler em voz alta e gravar arquivos de áudios.

Descanso de 5 minutos – aproveite para fazer um alongamento.

3º bloco (25 minutos) – resolva questões e faça exercícios para fixar o que aprendeu.

No dia seguinte, você irá revisar o que estudou. Baseado nas pesquisas da Curva do Esquecimento de Ebbinghaus, após um dia você poderá se esquecer até 50% do que estudou. Por isso a revisão de 24 horas é tão importante.

Na prática, você poderá utilizar as táticas de estudo que adotou na sua sessão anterior, por exemplo, para 1 hora de revisão para concurso:

1º bloco (15 minutos) – Pegue a apostila ou livro didático e faça os exercícios sobre a matéria que estudou no dia anterior.

Descanso de 5 minutos – aproveite para tomar um pouco de água e coloque os áudios que gravou para ouvir.

2º bloco (10 minutos) – Pegue o material para revisões (resumo, mapas mentais, esquemas). Releia esse material para revisar e memorizar os conteúdos para concurso.

Descanso de 5 minutos – aproveite para fazer um alongamento.

3º bloco (25 minutos) – resolva questões de concurso público anteriores. Preferencialmente estude com questões comentadas.

Agende esse mesmo tópico para revisar após uma semana. Na revisão semanal siga a mesma tática de estudo, revise utilizando os mapas mentais, resumo e áudios que fez, e faça muitas questões para concursos públicos.

Continue lendo no próximo tópico para ver como organizar essas revisões de uma forma simples e eficiente.

Outras oportunidades:

Como organizar as datas das revisões?

Na prática você precisa organizar seu tempo utilizando um cronograma de estudos para concursos ou quadro de horários, você pode adotar uma agenda de papel, uma agenda no computador, uma planilha no Excel, aplicativos, enfim, algo que te ajude a visualizar “o que estudar”, “quando estudar” e “quando revisar”.

O que estudar para ser aprovado num concurso público? Siga o edital para pegar todo o conteúdo programático de cada tópico. Pesquise questões de concurso público preferencialmente da mesma banca organizadora e utilize estas questões para praticar e também nas sessões de revisão para concurso, durante as sessões semanais e sessões de revisão diária.

Com o tempo, à medida que seguir a ordem do edital, você terá estudado toda a teoria e irá acumular muito conteúdo para revisar. Será uma loucura tentar revisar toda essa matéria às vésperas do exame.

Porém, se você adotar esta tática de estudo você irá revisar cada tópico aos poucos e irá fixar com as questões de concurso.

Você irá precisar organizar um esquema para concluir o ciclo de revisões (24 horas e 7 dias), para ilustrar quando estiver estudando um tópico de Língua Portuguesa:

  • 1º Dia – Sessão focada de estudos – Português Apostila para Concurso paginas 20 a 45;
  • 2º Dia – Sessão de revisão – Português Apostila para Concurso paginas 20 a 45;
  • 7º Dia – Sessão de revisão – Português Apostila para Concurso paginas 20 a 45;
  • Depois desse ciclo completo – Revisões apenas com questões e exercícios relacionados ao tópico de Português p. 20 a 45.

Experimente um aplicativo para te ajudar a organizar as datas e programar as revisões para concursos públicos. Um desses aplicativos é o PartiuRevisão. O App é gratuito e te auxilia no agendamento de revisões para reforçar os conteúdos dos editais de concursos públicos, OAB, vestibulares / ENEM e provas em geral.

Segundo os desenvolvedores, o App PartiuRevisão é baseado nos estudos sobre a “Curva do Esquecimento”, do psicólogo Hermann Ebbinghaus.

O que achou desta tática de estudos para revisão para concursos? Vale a pena conhecer, mas vale mais a pena ainda colocar em prática!

Experimente e adapte as ideias que compartilhamos para aliar as melhores técnicas de estudo para garantir sua aprovação nos concursos públicos.

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo