Você está aqui:Home » Dicas » Professores » Como fazer uma dinâmica de grupo com seus alunos?

Como fazer uma dinâmica de grupo com seus alunos?

Olá, leitor!

Conversas entre os estudantes; materiais guardados; cadeiras reorganizadas. Sempre que o professor anuncia que fará uma atividade em grupo, ocorre uma movimentação na sala de aula. No artigo de hoje, traremos dicas e sugestões de dinâmicas de grupo. Acompanhe!

Como fazer uma dinâmica de grupo com os alunos?

Atividades em grupo são fundamentais para preparar os estudantes para as atuais demandas do mercado de trabalho, que envolvam a capacidade de lidar com situações novas, de resolver problemas, de atuar como líder, de defender uma ideia e de conviver com as diferenças. Assim, é essencial que o professor ajude todos os estudantes a participarem e aprenderem com essas atividades.

4 dicas para fazer atividades em grupo com os alunos

Como fazer dinâmica de grupo com alunos

Fonte: Reprodução

Esteja atento à formação dos grupos

O professor deve garantir que os grupos estejam adequados ao objetivo da atividade. Por isso, é importante determinar o tamanho das equipes e, em alguns casos, seus integrantes. Normalmente, os alunos se organizam de acordo com suas amizades, mas, se achar que aumentará a produtividade, o professor pode selecionar os componentes de cada grupo, unindo ora estudantes com habilidades parecidas, ora alunos com capacidades complementares. Apenas tome cuidado para não colocar estudantes com problemas de relacionamento na mesma equipe; isso pode afetar o andamento do trabalho.

Defina as funções de cada membro do grupo

Geralmente, alunos com alto desempenho acabam se destacando e tendo maior participação nos trabalhos em grupo. Para evitar que isso aconteça, o professor deve definir funções dentro da equipe e garantir que todos passem por todos os papéis. 

Isso pode ocorrer na mesma atividade – por exemplo, um aluno controla o tempo durante a leitura do enunciado e, durante a elaboração da resposta, ele fica responsável por anotar as conclusões da equipe- ou em dinâmicas diferentes, desde que o professor tenha registrado quem exerceu cada função nos trabalhos anteriores.

Entregue uma folha por grupo

É comum que, ao proporem atividades em grupo, os professores entreguem uma cópia da folha com o enunciado para cada aluno. Contudo, quando isso acontece, os estudantes deixam de refletir sobre o problema juntos. A leitura em grupo, a defesa de diferentes pontos de vista e a definição consensual do que deve ser feito são inerentes ao trabalho em equipe.

Escolha atividades que gerem desafio e reflexão

Atividades em grupo devem ser feitas em todas as disciplinas, sempre trazendo propostas desafiadoras, que deixem os alunos motivados. Uma forma de fazer isso é propor temas que estejam relacionados com a realidade dos estudantes. 

Também é interessante elaborar enunciados que possibilitem mais de uma resposta, além  de reservar um tempo no final da dinâmica para que os grupos exponham suas soluções e possam ouvir os caminhos escolhidos pelos colegas.

Tipos de dinâmica de grupo

Existem vários tipos de dinâmica de grupo, cada um trabalhando propósitos e habilidades específicas. Dentro de cada categoria, há diversas atividades que podem ser realizadas na sala de aula:

Dinâmicas de apresentação

As dinâmicas de apresentação são utilizadas para estimular a aproximação de pessoas que não se conhecem. Esse tipo de atividade costuma ser feito no começo de períodos letivos, quando há troca de professores ou ingresso de novos alunos e mobiliza toda a classe. Veja alguns exemplos:

Teia

Para realizar essa atividade, o professor precisará providenciar um rolo de barbante e organizar os alunos em um círculo. O rolo é oferecido a um estudante, que deve se apresentar, falar quais são suas expectativas para aquele período letivo, segurar uma ponta do barbante e lançar o rolo para um colega, que repetirá o mesmo procedimento. Ao final, todos os alunos estarão segurando uma parte do fio e tanto o professor quanto as crianças poderão comentar sobre atividade.

Jogo dos crachás

Nessa dinâmica, cada aluno recebe um crachá, no qual deve escrever seu nome e uma característica pessoal. Feito isso, o professor irá embaralhar os crachás e distribuí-los de forma aleatória. Então, cada aluno deverá colocar o crachá que recebeu no colega que acredita ter aquele nome e qualidade. Ao final, cada um deve falar seu nome e comentar sobre a característica que escreveu no crachá.

Dinâmicas para grupos menores

Esse tipo de dinâmica costuma envolver os conteúdos ensinados em sala de aula e tem o objetivo de estimular os alunos a compartilharem seus conhecimentos com os colegas: 

Leitura dividida

Essa dinâmica costuma ser feita por professores de língua portuguesa, mas pode ser realizada por todos os docentes que trabalham com leituras obrigatórias. Quando os grupos estiverem formados, o professor deve dividir os capítulos do livro entre as equipes e dar um prazo para que a leitura seja realizada. 

No dia combinado, cada grupo precisa encontrar uma forma de contar o que leu para os colegas. Aqui, é interessante utilizar a criatividade, mobilizando recursos como música, teatro e artes plásticas. Depois das apresentações, cada grupo deve entregar um resumo de sua leitura para o professor, que reunirá os trabalhos em um só bloco a ser distribuído para a turma.

Prós e contras

Nessa atividade, o professor selecionará um tema e a sala será dividida em três grupos, um responsável por levantar as vantagens associadas a esse assunto, outro para pensar nas desvantagens e uma terceira equipe que atuará como mediadora, definindo, ao final, qual grupo argumentou melhor. 

Para essa dinâmica gerar engajamento, o professor pode tanto selecionar um tema polêmico (como aborto, eutanásia, maioridade penal) quanto um assunto relacionado com o conteúdo ministrado em sala. Por exemplo, na aula de história, os alunos podem levantar os pontos positivos e negativos do Primeiro Reinado Brasileiro.

Dinâmica sobre questões interpessoais

Esse tipo de dinâmica costuma ser realizado com alunos que já se conhecem ou já trabalharam juntos. Atividades assim têm o objetivo de gerar reflexão sobre as qualidades e defeitos de cada um, sugerindo melhorias:

Autoavaliação

A dinâmica da autoavaliação ocorre ao final de um trabalho em grupo. Concluído o projeto, o professor deve dar um tempo da aula para que cada aluno escreva em um papel, sem anotar seu nome, mas identificando o grupo, situações que aconteceram durante o trabalho que o incomodaram. Feito isso, o professor lerá todos os papéis para a sala, estimulando os estudantes a oferecerem soluções para os problemas sinalizados. É essencial que essa atividade seja feita com cuidado e atenção, para não gerar nenhum tipo de constrangimento.

Gostou do nosso artigo sobre como fazer dinâmicas de grupo na sala de aula? Lembre-se de que essas dicas são apenas sugestões, que podem ser adaptadas para o contexto de cada turma.

Boa aula e até mais!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo