Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Como fazer graduação na USP seguindo esse passo a passo

Como fazer graduação na USP seguindo esse passo a passo

Olá, leitor!

Você que está se preparando para iniciar uma nova jornada na sua vida estudantil fazendo uma graduação, vai encontrar nesse artigo um guia para seguir, caso seu foco seja a Universidade de São Paulo (USP) – a maior universidade pública brasileira e uma das mais prestigiadas do mundo. Se esse é seu objetivo não perca mais tempo e veja como fazer graduação na USP seguindo esse passo a passo. Confira!

O Ingresso na USP

como_fazer_graduacao_na_USP

Quem pretende estudar na USP, em um dos 7 campis no estado de São Paulo, precisa fazer um vestibular organizado pela Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) ou pelo Sisu.

Pelo Vestibular da Fuvest 

O candidato deverá se inscrever no site da Fuvest conforme calendário estipulado, informando seus dados, CPF e identidade. Para a carreira de Artes fará prova antecipada de habilidades específicas. Alunos que ainda não concluíram o ensino médio a tempo, também poderão se inscrever na modalidade “treineiros” em uma das 3 carreiras disponíveis para a modalidade:

  • H (Humanidades);
  • B (Biológicas);
  • E (Exatas).

Lembrando que será só para treinamento, não poderá efetivar matrícula. Os candidatos terão um prazo para pagar a taxa de inscrição e deverão preencher um questionário socioeconômico para fins estatísticos da Fuvest.

O Vestibular terá duas fases

  • A 1ª realizada em um único dia, com questões de todas as matérias obrigatórias do ensino médio;
  • A 2ª prova será realizada pelos candidatos mais bem classificados segundo critérios pré-estabelecidos no manual do candidato.

Serão 3 provas discursivas: sendo cada prova com limite de 4 horas para serem concluídas:

  1. Prova contendo questões de português e redação;
  2. Questões interdisciplinares;
  3. Com questões referentes à carreira escolhida.

Pela Inclusp (Política de Inclusão Social da USP)

Para auxiliar no ingresso de estudantes que estão no ensino médio e que fizeram todo o ensino fundamental em escolas públicas, apoiando com bolsas para incentivar a permanência destes estudantes na Universidade e por meio de ações como:

  • O Sistema de Pontuação Acrescida e o PASUP (Programa de Avaliação Seriada da USP). As informações sobre os critérios e etapas estão explicadas no Manual do Candidato.
  • Por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) ou do Prouni (Programa Universidade Para todos). Candidatos que tem sua vaga garantida após passar no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).

Transferência de cursos externos

Por meio de exames, a Fuvest oferece certo número de vagas para quem está cursando outra universidade e pretende estudar na USP. A prova possui 80 questões de múltiplas escolhas. O candidato deverá acessar o site da USP para acompanhar o calendário de inscrição, provas e outras recomendações.

Matrícula: Seguindo o calendário, após o resultado do processo seletivo, o estudante deverá acompanhar a chamada para efetivação da matrícula pelo site na forma presencial (obrigatória) ou na não presencial (por meio da internet).

Como passar no vestibular da Fuvest?

Estudar para um vestibular pode ser uma das fases mais trabalhosas da vida de um estudante. Estudar para a Fuvest, devido a ampla concorrência e a nota de corte ser alta, além de ser em duas etapas, cada ponto a mais fará grande diferença.

Procuramos depoimentos de alunos que passaram no vestibular da Fuvest em sites, no Guia do Estudante de 2017 e fizemos um apanhado dos principais pontos para ajudá-lo nessa maratona de estudos:

1º Estudar muito - É inevitável, até mesmo pelo conteúdo extenso do roteiro de estudos, ter que dedicar a maior parte do seu dia para estudar. Para quem ainda está estudando, precisa saber dividir o tempo do estudo para a escola e para o vestibular.

Muitos alunos estudam um turno na escola e no contra turno dividem o tempo para dedicar um pouco ao vestibular, muitas vezes fazendo um cursinho preparatório e estendendo os estudos até altas horas da noite.

Quem já terminou o ensino médio terá mais tempo para estudar, a não ser que esteja trabalhando. Nesse momento, dependendo do curso que escolha, ter um ou dois anos de estudos exclusivos para o vestibular deve ser levado em conta, caso contrário a dificuldade será maior.

Um bom curso preparatório poderá fazer grande diferença para quem tem dificuldades de estudar por conta própria, mas para quem tem disciplina e organização não é impossível.

2º Siga um método de estudo - Todos que passaram na Fuvest nos primeiros lugares seguiram métodos adaptados à sua realidade de vida. Seguir um método significa: organizar seu material de estudo, os dias que estudará determinadas matérias, o horário, etc.

A maioria se dedica mais as matérias mais difíceis, que tem maior dificuldade, intercalando com exercícios, revisões e simulados. As revisões geralmente são feitas ao final do dia, sobre o que foi estudado no dia. Em determinado momento refaça as provas da Fuvest e faça uma simulação.

3º Respeite seu descanso – Estudar muito não significa não ter hora pra descansar, sair e curtir um dia de folga. Esses momentos são necessários para que você recupere sua energia e tenha estabilidade mental.

Caso contrário poderá ter uma estafa e ainda não estar preparado na hora da prova. Seus estudos dependem também de sua saúde.

Reserve um tempo, para descansar bem, nem que seja apenas um dia, mas respeite esse dia sem pensar em estudos. Além disso, durante a semana, tire uns intervalos para beber água, dar uma volta, se esticar.

4º Mantenha a motivação - Em algum momento, devido a matéria ser difícil, ou por cansaço, pode acontecer de ficar desmotivado. Mesmo assim continue! Não desista. Descanse e talvez o tempo que tenha dedicado para isso não tenha sido suficiente.

Leia depoimentos de pessoas que passaram, converse com professores, visite o site da Universidade, se veja realizando seu sonho. Respire fundo e siga em frente.

5º Use material didático de qualidade – Se fizer curso preparatório escolha o melhor – não necessariamente o mais caro, mas o que tenha uma história de aprovações positiva, que tenha ótimos professores.

Se estuda sozinho, leia livros didáticos não só apostilas, assista as melhores videoaulas, vale seguir dicas de pessoas que passaram em vestibulares e professores.

6º Mantenha o foco –  Não se distraia com celulares, televisão. Ás vezes o começo é empolgante, mas quando se aproxima da prova você perde o pique. Não deixe isso acontecer.

Evite distrações, continue concentrado no seu objetivo. Se não der tempo de estudar tudo, concentre-se no que conseguiu estudar. Acredite no seu potencial.

Se não passar, reveja onde errou: se boicotou alguma matéria, se deixou o cansaço dominar, se ficou muito tempo nas redes sociais.

A graduação na USP

A USP oferece cursos em todas as áreas de atuação. São cursos anuais gratuitos que duram de 4 a 6 anos. Por meio da campanha #Você também pode, a USP procura manter um contato direto com estudantes que estejam interessados em estudar na Universidade com informações importantes sobre as formas de ingresso, as carreiras e a estrutura da universidade.

Promova feiras de profissões, visitas monitoradas às escolas, museus e instituições da USP. Fique atento ao calendário para aproveitar a oportunidade de conhecer a USP e se motivar ainda mais a fazer seu vestibular.

Leia o Manual do candidato, lá você encontra as principais informações sobre o curso que pretende fazer, sobre as provas, as pontuações e os conteúdos.

Além disso, procure conhecer o que a banca Fuvest quer do candidato por meio do estilo das questões e tente usar esse entendimento ao fazer seus textos e resolver suas provas.

Seguindo essas orientações e se dedicando aos estudos, certamente conseguirá realizar seu sonho de passar na renomada Universidade de São Paulo.

Até breve!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo