Você está aqui:Home » Dicas » Pais e Filhos » Como estimular o hábito da leitura nas crianças

Como estimular o hábito da leitura nas crianças

Olá leitores!

Apresentamos aqui uma atividade mágica, surpreendente simples, porém capaz de despertar na criança o gosto por leitura, é abordado o processo da leitura de livros. A primeira etapa é dialogar com a criança e descobrir o gosto literário dela.

Assim, é importante desafiá-la para leitura. Isto é realizado da seguinte forma, inicialmente o adulto vai ler um livro acerca do assunto que a criança gosta. E a dica é deixá-la observar esta leitura. Na leitura, o adulto deve buscar demonstrar as emoções sentidas partindo do que se lê.

O segredo é ao terminar de ler a atividade não oferecer ao pequeno o livro. Em substituição, o livro é colocado em local visível. E então o adulto conversa acerca de mais assuntos, e no final sobre histórias do tema preferido da criança. O adulto comenta sobre o que terminou de ler.

Um detalhe importante é que em situação alguma o pequeno deve ser obrigado a ler. O próximo passo é dar um livrinho para a criança ler. Pode ser que no primeiro contato ele somente folheará as páginas para exploração do terreno novo.

Em relação ao gosto da criança com a leitura, com raras exceções, gostam de livros apresentando ilustrações bem produzidas. É fundamental que seja desenhos ou ilustrações. Elas acham fotografias deprimentes e muito sóbrias para o mundo infantil.

Isso pode até representar uma fuga da realidade, porém é desta forma, e nesta situação não adianta a tentativa de compreender o motivo. Entenda somente que fotos, para as crianças, são menos interessantes em comparação com ilustrações. As folhas devem apresentar pouco texto, em livros de poucas páginas; em média de 15 para crianças menores.

E então de posse do livro, depois de ter folheado o mesmo, a dica é usar o argumento mágico, ou seja, pedir para que a criança leia o livrinho dela nesta atividade. Ao fazer isto, é importante demonstrar que confia inteiramente nela em tom normal, firme.

É positivo também falar que o adulto tem interesse no livro. Nessa situação, toda insegurança comum no pequeno, ao oferecer ou dividir algo da preferência dele com adultos, terá a tendência de sumir. No final, a indicação é comentar com ele a história lida.

É muito importante dizer que a história foi muito boa, que o adulto gostou, e dar a sugestão de que o pequeno deve ler sempre que tiver vontade. Mais um detalhe é o adulto saber que ao pedir para que executasse a leitura, além de depositar nele uma alta dose de confiança, delegou ação de gente grande, e apreciou o resultado.

Boa leitura!

comentários (1)

  • Claudio Cursini

    Muito bom que me enviam – acho que, com a situação do ensino no Brasil, todos os professores deveriam ler e reler suas matérias/informações/novidades.
    O mundo é outro – tudo se agilizou e não temos mais uma infância, juventude e fase adulta – tudo transformou-se em um só bloco – com a era da informação, não separamos mais – as responsabilidades adiantaram-se e posso dizer que as crianças estão mais espertas, mas não mais sabidas – quanto a isso eu acho que até voltou ou parou. Mas vamos ver até aonde chegaremos.
    Gosto do que me enviam – obrigado

    Responder

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo