Você está aqui:Home » Dicas » Pais e Filhos » Como educar seu filho dando exemplo útil

Como educar seu filho dando exemplo útil

Olá papais e mamães,

Está fácil ou difícil educar seu filho? O exemplo tem mais valor que mil palavras se conseguir se tornar ação cognitiva e útil, partindo da conduta lúcida. No educar, o acerto a partir de erros representa sabedoria, já o erro a partir dos acertos, representa burrice.

A explicação para uma criança, por meio do exemplo, o significado de um tijolo quebrado, é de forma relativa, fácil. É necessário somente que ela enxergue o tijolo inteiro e então o processo da quebra e pronto.

Não será necessária a repetição do gesto, pois a demonstração já resume tudo. Então, a experiência visual já é suficiente para que a criança entenda o significado daquilo.

A experiência sensorial remete à criança mesmo quebrar o tijolo, que é diferente. Assim, há dois aspectos, a compreensão visual e a compreensão sensorial, 2 níveis cognitivos. Existe o efeito visual e a sensação táctil. E isto deveria terminar todo o processo de aprender, em associação a este assunto.

Porém, há ainda um terceiro fator que é o acabamento teórico ou textual, em situação por meio de palavras, que é tentado explicar os outros 2 fatores. O aprendizado inteiro apenas acontece quando o pequeno tem a experiência visual, e na seqüência a sensorial, com complemento por esclarecimento textual ou explicação em detalhes do que ocorreu.

E quanto mais a criança aprende acerca da experiência que termina de ter, maior a qualidade da própria cognição será. Mas, nem toda ação cognitiva passa com esse padrão à risca. Ou seja, nem sempre uma experiência pessoal possuirá o complemento textual para auxiliar no esclarecimento da ocorrência.

Para a criança, o conhecimento útil, no educar, é o que a mesma consegue transformar em ação, e dele tirar determinado proveito. A grande parte dos ensinamentos que os pequenos captam de adultos por meio de exemplo, várias vezes acontece de modo discreto e involuntário.

Ou seja, o adulto na função de orientador, não percebe que está ensinando ao sempre atento jovem que está ao redor. Um erro feito é a melhor maneira de exemplificar os ensinamentos. Então, o pai ou educador que está atento, vai usar deste valioso argumento cognitivo com os próprios filhos, alunos, sempre que a situação se fizer presente.

Para o pequeno, o melhor ensinamento é o que pode ser demonstrado de modo prático, por meio da auto experimentação. E para o jovem, importa a vivência, esclarecimento acerca do que ocorre que é complemento imprescindível.

comentários (2)

  • Ana Paula

    tenho uma criança de dois anos e é nessa fase q é bem difícil, chega a hora de dizer não para muitas coisas q a criança quer chega a doer no coração rsrs..

    Responder
  • José Ailton Mota

    Precisamos estarmos atentos cima educação dos nossos filho, devemos estar vigilantes 24hs.è excelente as dicas que recebemos do Canal Ensina. Sempre estou acompanhando as orientações.

    Obrigado por tudo
    José Ailton Mota

    Abraço.

    Responder

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo