Você está aqui:Home » Dicas » Artigos » Como criar uma biblioteca de conteúdo?

Como criar uma biblioteca de conteúdo?

Olá, pessoal!

Pergunta para quem trabalha com mídias digitais e principalmente marketing: você conhece a biblioteca de conteúdo? Sabe como criar uma? Essa é uma nova estratégia que começa a ser usada para conquistar e fidelizar clientes.

As empresas usam muito o e-mail marketing para informar seu público ou mandar novos conteúdos de sua marca para eles. Mas o site Copyblogger resolveu fazer diferente: a biblioteca de conteúdo Em vez de mandar o material, é o próprio cliente que acessa quando e onde quiser. É uma página em que eles se inscrevem gratuitamente e tem acesso a e-Books, vídeos, áudios e muito mais (conteúdos).

Depois da criação da biblioteca, o Copyblogger teve crescimento nas inscrições do site e acesso ao seu serviço e material. O segredo é criar um senso de confiança nos clientes para com sua marca, antes de pedir algo em troca.

O que é uma biblioteca de conteúdo

Muitos vão responder que é um banco de dados com todo o conteúdo da empresa, alocado em um portal interno em que todos os departamentos podem acessar.

Neste caso é diferente. Claro que é um banco de dados, mas são recursos que seu público também vai poder acessar, desde que faça sua inscrição com e-mail, tornando-se assim, uma ferramenta ainda mais importante.

Esse conteúdo todo que estamos falando pode ser:

  • Ebooks
  • Vídeos
  • Webinars
  • Seminários
  • Podcasts
  • Textos
  • Gráficos
  • Tutoriais
  • Análise de dados e muito mais.

O segredo é oferecer material que leve seu cliente a querer assistir seu conteúdo de um jeito fácil e exclusivo.

Ao criar sua biblioteca de conteúdo, comece já com bastante material para trazer mais credibilidade logo de cara já que, quando você imagina uma biblioteca, já pensa em algo grande, com muitas opções. E crie o hábito de sempre atualizar esse conteúdo com alguma frequência (uma vez por semana, ou por mês, dependendo da sua demanda).

Vantagens sobre o e-mail marketing

A principal vantagem é que você vai ter maior controle sobre os acessos de seu público. O que eles mais clicam, mais assistem ou mais querem receber de conteúdo. Desse modo, pode fazer um planejamento de marketing mais assertivo, de acordo com as necessidades do público-alvo.

Outro ponto positivo é que você não está simplesmente mandando conteúdo para seu cliente (como no e-mail marketing), mas está convidando-o a ter acesso a materiais exclusivos separados especialmente para ele (e que sejam úteis de alguma forma). E mais: você pode oferecer a opção de cada um poder customizar sua biblioteca de conteúdo, oferecendo ainda mais exclusividade.

Como chamar o público para sua biblioteca

Se você já tem uma lista de cadastros de e-mail, envie a novidade para todos. Se ainda não tem, a dica é criar um blog-tutorial que explica como funciona a biblioteca de conteúdo e as vantagens de fazer parte dela.

Separe seu material de melhor qualidade para essa etapa, sempre com o link para o cliente se cadastrar, seja no final da página, ou uma barra lateral, um pop-up, uma promoção…

Outra dica é que sua “biblioteca de conteúdo” não precisa ter esse nome. Você pode dar o título que quiser, de acordo com o seu produto ou serviço. Exemplos:

  • Receitas Essenciais
  • Guarda-roupa básico
  • Exercícios Fundamentais

Etc…

Conheça um pouco mais sobre a biblioteca de conteúdo no site da Copyblogger.

Essa é mais uma dica que você pode considerar para sua estratégia de marketing, marketing digital, planejamento e tudo que possa ajudar a prospectar cada vez mais clientes.

Até mais!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo