Você está aqui:Home » Vídeo Aula » Empreendedorismo » Como conseguir incentivo financeiro para empreender?

Como conseguir incentivo financeiro para empreender?

Olá, leitores!

Já pensou em investir em seus reais talentos ou tornar realizável as suas ideias? Então, esse é o tempo certo. Há poucos anos foi aberto um mundo de possibilidades, que foram obtidas através das Startup’s. Elas são uma espécie de empresas que funcionam de maneiras distintas da que estamos habituados a ver, e prometem chances de abrir um negócio lucrativo, iniciado com pequenos investimentos. O mundo digital oferece espaço privilegiado para acomodação e desenvolvimento de negócios, este é o tipo de Startup mais aplicada nos dias de hoje.

Para iniciar este tipo de empresa é importante ter em mente que é necessário mantê-la sustentável, ser consciente que haverá sempre incertezas. O segredo é fazer um bom plano de ação e experimentar as ideias, colher resultados e retroalimentar seu modelo empreendedor.

Há controvérsias conceituais do que venha a ser, efetivamente, uma Startup, porém pode-se afirmar que não é uma minúscula empresa e sim uma outra espécie de empresa. Dentre as características da maioria dos tipos de Startup’s, destaca-se o aspecto escalável, recorrente e lucrativo, sendo estas as bases que consolidam a execução da ideia ou ideias.

As vantagens de desenvolver um negócio rápido, barato e fluente tem agradado e motivado muitas pessoas a investirem nos seus talentos e a internet é um ambiente muito fértil, onde nascem, frequentemente, muitas empresas e ideias em forma de Startup. Já podemos enxergar na sociedade contemporânea o empreendedorismo sob um patamar histórico da sociedade, a realidade virtual e as oportunidade de trabalho em ambiente digital.

Aspectos como: venda repetível e escalável, propostas para investidores, conhecimento sobre Infoprodutos e Infoserviços,  entre outros são pontos indispensáveis para o desenvolvimento sustentável de uma Startup. Um modelo inovador que contenha uma ideia judicialmente possível pode tornar-se sustentável e ter uma carreira empreendedora.

Como iniciar uma startup?

elementos-de-um-investimento

A Startup inicia quando o empreendedor desperta para uma ideia que pode ser lucrativa. Então, começam as pesquisas a fim de montar um modelo inovador com base na sustentabilidade desta ideia. Em seguida é importante perceber se esta ideia tem disponibilidade jurídica e então fazer os registros legais para garantir proteção e exclusividade autoral.

Feito a checagem supracitada, busque as possibilidades que mais se encaixam no que você deseja do empreendimento. Existem possibilidades de conseguir financiamento de Startup, as ideias ligadas a tecnologia, neste caso, são as mais viáveis. Então, há chances de que essas empresas ligadas às tecnologia possa se interessar e investir na sua ideia, mas para isto você tem que caprichar no seu projeto.

Outra oportunidade, esta governamental, é trabalhar com pesquisas a longo prazo utilizando incentivo do FINEP (Financiadora de Produtos e Projetos), que foi criado para incentivar e investir em pesquisas que promovam a geração de conhecimento e estímulo de produção de bens e serviços. Se o seu intuito são pesquisas e aperfeiçoamento científico e tecnológico, esta é a dica: Procure conhecer o FINEP.

Existem ainda, muitas outras formas de conseguir incentivo financeiro para desenvolver suas ideias: bolsas governamentais, anjos investidores, apoio ao empreendedor oferecida por alguns municípios brasileiros e até mesmo a “vaquinha virtual”, que só pelo termo já sabemos que se trata de um fundo para juntar dinheiro.

A startup ideal depende do potencial de sua ideia

  1. Empreendedorismo para pequenos negócios. São os restaurantes, lavanderias e outros pequenos negócios do mercado comercial. O lucro liquido é difícil, porém mais fácil de equilibrar.
  2. Startup escaláveis. A maioria mostra-se como serviços digitais. Este tipo de Startup possibilita o alcance de investidores externos. Grande responsabilidade, metas, reuniões, controle, gestão financeira deverão ser de competência deste empreendedor.
  3. Startup compráveis. Utiliza economia pessoal e desenvolve ideias simples e inovadoras para revendê-las.
  4. Empreendedorismo em grandes empresas. Intraempreendedor, criações sustentáveis.
  5. Empreendedores sociais. Iniciativa sem fins lucrativos que luta por causas importantes para mudar o mundo.
  6. Startup de Estilo de Vida (Lifestyle Startup). Parecido com Startup escalável, porém em maior tempo e menor escala. Redução de complexidade e crescimento natural da empresa.

Trabalhar com serviços em ambiente digital é estar em livre mercado com diferencial competitivo. A liderança e inovação neste caso se faz essencial. Saia do mundo de sonhos e comece a escalar. Lembrem-se, oportunidades podem ser únicas.

Até a próxima!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo