Você está aqui:Home » Enem » Como calcular a nota do Enem de forma correta?

Como calcular a nota do Enem de forma correta?

Olá, leitores!

A nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é usada em vestibulares, SiSU, ProUni e FIES.

E se você já fez ou pretende fazer o ENEM 2017 com certeza faz planos para o futuro e pretende utilizar a nota para alguns destes objetivos.

Preparamos este artigo para esclarecer dúvidas e também para você aprender como calcular a nota do ENEM.

A importância da nota do Enem

A grande maioria dos participantes do ENEM 2017 vão optar por uma das opções abaixo:

– SISU

Programa de ingresso em instituições de ensino superior públicas, federais, estaduais e institutos. Há instituições de ensino que definem pesos específicos para cada prova do Enem. Estes podem ter variações até mesmo em relação ao curso concorrido. Essa informação consta nas páginas eletrônicas das universidades, nos editais dos processos seletivos e no termo de adesão ao SiSU.

– PROUNI

Já o Programa Universidade para Todos, oferece uma oportunidade de ingresso em instituições privadas. A oferta de bolsas é de 50 a 100 por cento do valor das mensalidades. Para participar é necessário que o candidato obtenha média nas provas do Enem de, no mínimo, 450 pontos sem zerar a redação, além de outros requisitos exigidos no que diz respeito a renda familiar, para então poder concorrer às bolsas ofertadas.

– FIES

O FIES é o financiamento do governo federal, que oferece juros menores para os estudantes e a condição de pagar apenas ao final do curso. O FIES exige média de 450 pontos no Enem, sem ter zerado a redação, para o estudante solicitar financiamento de sua mensalidade. No entanto, estão isentos desta regra professores da rede pública de ensino matriculados em cursos superiores de licenciatura, normal superior ou pedagogia.

Como Calcular a nota ENEM 2017

calcular-nota-enem

Não tem como o estudante e candidato calcular com exatidão a nota no Enem e sim como estimar o resultado. Apenas o INEP pode fazer o cálculo, sendo que o instituto não calcula uma média global de desempenho, apenas apresenta as médias das provas separadamente.

As provas do ENEM estão divididas em:

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Matemática e suas Tecnologias
  • Redação

No calculo da nota da redação ENEM, são levadas em considerações 5 competências, são elas:

  • Domínio da norma culta padrão;
  • Compreender a Proposta de Redação;
  • Relacionar, selecionar, organizar as ideias e argumentos;
  • Demonstrar conhecimentos da lingüística para aplicar a argumentação dissertativa;
  • Elaborar uma proposta de solução para o problema abordado, de forma a não desrespeitar os valores humanos e a diversidade sociocultural.

A pontuação de todas as provas, incluindo da redação é de 0 até 1.000.

+ Conheça o Checklist Redação Perfeita

Como funciona o calculo da nota com a TRI – Teoria da Resposta ao Item

O cálculo final da nota são feitos por um método chamado TRI (Teoria da Resposta ao Item).

Na Teoria de Resposta ao Item o número de acertos corresponde à média final. A TRI qualifica o item de acordo com os seguintes parâmetros:

  • Poder de discriminação: capacidade de um item distinguir os participantes que têm a proficiência requisitada daqueles quem não a têm
  • Grau de dificuldade
  • Casualidade, possibilidade de acerto ao acaso, ou seja, de “chute”.

O número de questões por nível de dificuldade em cada prova e as demais características dessas questões refletem no resultado. Acertar um número maior de itens em uma área não significa, necessariamente, ter uma proficiência maior do que em outra, cujo número de acertos foi inferior.

Como a TRI pressupõe que um candidato com certo nível de proficiência tende a acertar os itens de nível de dificuldade menor e errar aqueles com nível de dificuldade maior, o padrão de respostas do participante é levado em consideração no cálculo do desempenho. Como a TRI não tem um limite, inferior ou superior, padrão entre as áreas de conhecimento, as notas dos participantes não variam entre zero e mil. Elas podem ultrapassar os mil pontos.

O MEC seleciona o conjunto das 45 questões de cada área. Elas têm de medir o domínio das competências, habilidades e conteúdos previstos na matriz de referência do Enem e são compostas equilibrando o grau de dificuldade das questões – fáceis, médias e difíceis.

A prova é elaborada com questões com diferentes graus de dificuldade. As mais fáceis ficam para baixo de 500; as médias, por volta de 500; as mais difíceis, para cima: 600, 700, 800. Durante a prova, as respostas às questões vão definindo o grau de conhecimento de cada aluno.

Por exemplo, de um aluno com grau de conhecimento 600 em Matemática, espera-se que acerte as questões abaixo de 600 e erre as que estão acima de 600.

Para que cada questão da prova, ela passa antes por um pré-teste antes do Enem, organizado pelo MEC. Participam escolas em todo o Brasil. Cada aluno participante do pré-teste recebe um caderno com 48 questões. Assim, são testados milhares de questões que vão integrar o banco de dados do MEC. Do conjunto de questões do banco, saem as 180 que vão compor o Enem.

Na nota final, calculada por computador, o INEP considera a consistência das respostas. Dois alunos com cinco questões certas em Matemática, por exemplo, podem ter notas diferentes. O que acertou as cinco mais fáceis terá uma nota maior, pois seu desempenho é coerente. O outro, que errou questões fáceis e acertou outras difíceis, terá a sua nota reduzida pelo cálculo da casualidade, ou seja, como sua proficiência foi pequena (cinco questões em 45), a TRI entenderá o acerto nas questões difíceis como “chute” e reduzirá o valor do item certo.

Passo a passo de como calcular a nota ENEM 2017 seguindo as orientações do INEP

No início de 2018, serão divulgados os resultados oficiais da sua prova do ENEM 2017. Tenha em mãos o número de inscrição ou CPF e a senha de acesso.

  1. Acesse o site do Portal do Estudante ENEM;
  2. Preencha as informações de acesso;
  3. Verifique o seu quadro de notas.
  4. Anote as pontuações e veja abaixo como calcular a nota ENEM 2017.

Acesse aqui o portal do INEP com informações do ENEM.

Como Calcular a nota ENEM 2017

Some e divida por 5, este será o resultado da sua média geral no ENEM:

  • Some as Notas 1 + 2 + 3 + 4 + 5
  • Divida o resultado por 5
  • O resultado é a sua média final do ENEM

O cálculo pode se tornar um pouco mais complexo quando se tem um determinado peso para cada uma das provas do ENEM, de acordo com o que for estabelecido pela instituição de ensino superior. Desta forma, a média será obtida somando as cinco notas e dividindo-as com os seus respectivos pesos.

Área do conhecimento

Nota

Peso

1. Ciências da Natureza e suas Tecnologias
2. Ciências Humanas e suas Tecnologias
3. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
4. Matemática e suas Tecnologias
5. Redação

Soma Total

   

Média (Soma total dividido por 5)

A média nacional do ENEM é cerca de 500 pontos, ou seja, para ter chances de conseguir uma vaga em universidade pública através do SiSU, uma bolsa do ProUni ou financiamento pelo Fies é recomendável uma média acima desse índice.

Veja como aumentar sua nota no ENEM com estas 3 dicas aqui do Canal do Ensino.

Fique atento aos prazos dos programas educacionais para aproveitar sua média do ENEM e conquistar uma bolsa de estudos. Veja os tipos e como conseguir uma bolsa de estudos com a nota do ENEM neste artigo aqui do Canal do Ensino.

Aproveite este período antes das provas dos dias 05 e 12 de novembro para fazer simulados e treinar sua redação. Uma ótima dica é estudar com o Mecflix: plataforma de videoaulas gratuitas do MEC para o ENEM.

Sucesso!

Deixe um comentário

© 2012-2017 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo