Você está aqui:Home » Dicas » Bolsa de Estudo » 8 coisas que você deve saber antes de se candidatar para uma bolsa de estudo no exterior

8 coisas que você deve saber antes de se candidatar para uma bolsa de estudo no exterior

Estudar no exterior é o sonho de muitos estudantes. Um intercâmbio pode ser uma oportunidade valiosa, tanto para seu currículo quanto para seu crescimento pessoal. Se expor a culturas diferentes enriquece muito suas experiências. Além disso, não existe forma melhor de se tornar fluente em uma língua do que a imersão cultural.

 

No entanto, a grande maioria das pessoas tem muitas dúvidas quanto ao procedimento necessário para fazer um intercâmbio. Em especial, aqueles que precisam de bolsa de estudo no exterior têm muitas dificuldades. Afinal, as regras são bem diferentes e é difícil saber até mesmo por onde começar.

 

Se você quiser dicas sobre como conseguir bolsas de estudo nas universidades privadas do Brasil, leia também esse outro post do blog.

 

A disponibilidade de bolsa de estudo no exterior não é pequena. Mas, como a informação sobre elas normalmente está muito segmentada, a maioria das pessoas não consegue encontrar o que precisa. Você consegue encontrar as bolsas disponíveis em sites de fundações, escritórios de representação educacional, consulados ou embaixadas, órgãos internacionais e muitos outros. Portanto, acaba sendo difícil analisar as opções disponíveis de maneira organizada.

 

Nesse artigo, você encontra dicas sobre onde procurar a sua bolsa de estudo no exterior. Além disso, vamos falar sobre o que você precisa fazer para se inscrever e conseguir o sonhado intercâmbio.

Basta continuar lendo para conferir!

Preparação: o que fazer antes de procurar a bolsa de estudo no exterior

bolsa-de-estudo-no-exterior

 

Antes de mais nada, é preciso definir os seus objetivos profissionais. Entender o que você tem em mente para a progressão da sua carreira é essencial antes de começar o intercâmbio. Você pretende fazer um MBA, mestrado ou doutorado no exterior?

 

Uma vez que você definiu qual é o tipo de curso que você precisa para avançar sua carreira, é preciso verificar quais universidades oferecem uma grade curricular compatível. O próximo passo é definir qual dessas instituições se encaixa mais nos seus objetivos. Sua escolha pode ser baseada no ranking, localização, infraestrutura, variações na grade, entre muitos outros fatores. A decisão final da universidade vai depender muito dos seus objetivos pessoais.

 

Outra preparação importantíssima é aprender a língua falada no país. Muitas pessoas aproveitam o intercâmbio para aperfeiçoar a fluência, verdade. No entanto, se você não falar nada da língua, certamente encontrará problemas. Lembre-se que as aulas serão ministradas na língua do país. Além disso, você precisará conviver e se inserir nessa sociedade e cultura. Conseguir se comunicar é essencial.

 

Por isso, não deixe de fazer um curso intensivo de idiomas se você não fala a língua ou está enferrujado. Você pode conseguir bolsas também nesses cursos. Existem também opções de cursos online gratuitos.

Como conseguir uma bolsa de estudo no exterior

Agora que você já fez a preparação básica e já escolheu a universidade, é hora de começar a pensar na documentação. Muitas pessoas acabam esquecendo que você precisará passar por um processo burocrático para estudar fora. Esse erro pode atrapalhar os seus planos, já que conseguir uma bolsa de estudo no exterior exige que uma série de documentos sejam entregues em diferentes momentos.

 

São muitas coisas para preparar ao mesmo tempo. Por isso, pode ajudar saber tudo que você precisa e se adiantar com a documentação. Confira:

Reference Letter e Personal Statement

Esses dois documentos normalmente são o primeiro passo para conseguir uma bolsa de estudo no exterior. Quase todas as universidades vão exigir essas duas cartas. A seguir, você encontra uma explicação sobre cada uma:

Reference Letter

Essa é uma carta de referência, como as que são usadas no Brasil para entrevistas de emprego. Elas normalmente são essenciais para conseguir a bolsa de estudo no exterior.

 

Essa carta pode ser escrita por ex-professores ou orientadores, por exemplo. A linguagem usada deve ser formal, profissional e clara. O uso de jargões, abreviações e gírias deve ser evitado ao máximo.

 

O objetivo desse documento é que alguém com prestígio acadêmico reforce as suas qualidades. Essa carta deve conter características positivas de sua personalidade, ética acadêmica e conquistas.

 

Quanto mais a pessoa que você escolher confiar no seu potencial, mais autêntica será a carta de recomendação. Isso é muito importante para se destacar entre os candidatos, já que a concorrência para a bolsa de estudo no exterior é grande. Contate pessoas que fizeram parte de uma grande conquista na sua vida acadêmica ou profissional, com as quais você tenha um bom relacionamento.

Personal Statement

O personal statement é um pequeno texto escrito em primeira pessoa, no qual você se apresentará para a universidade. Normalmente há um limite de palavras para esse documento, por isso, fique atento.

 

Escrever sobre si mesmo pode ser bastante difícil. Se você nunca redigiu um personal statement antes, algumas universidades oferecem orientações sobre o texto. Por exemplo, essa página do British Council oferece muitas dicas sobre o documento. Existem também muitos modelos disponíveis na internet para se inspirar. Mas cuidado: não copie completamente esses modelos. Muitas pessoas cometem esse erro, e a universidade desconsiderará sua aplicação nesse caso.

 

No Brasil, é comum a dificuldade de falar sobre as próprias qualidades e conquistas. Segundo uma pesquisa realizada pelo Linkedin, apenas 42% dos brasileiros se sentem confortáveis falando sobre o seu sucesso profissional. isso é uma característica da nossa cultura, que valoriza muito traços como a humildade. No entanto, você não deve economizar na hora de escrever o personal statement.

 

O objetivo desse documento é “vender o seu peixe”. Aqui, você precisa falar sem medo das suas qualidades. Desde que não esteja exagerando suas qualidades ou conquistas, você deve falar do seu sucesso sem medo. Essa carta é um cartão de visitas que convencerá a universidade que você merece essa bolsa de estudo do exterior. Portanto, destaque seus pontos fortes e projetos de sucesso, seja da esfera pessoal, acadêmica ou profissional.

Documentação de entrada no país

Você precisará preparar, também, toda a documentação de entrada e permanência no país de destino. Os vistos de estudante têm as suas regras específicas, e são diferentes para cada país.

 

Por isso, trate de pesquisar quais são os pré-requisitos. Afinal, a última coisa que você quer é que, quando conseguir a bolsa de estudo no exterior, não possa ir fazer o curso por problemas burocráticos.

Requisitos para se qualificar para a bolsa de estudo no exterior

Outro fator ao qual é preciso estar atento são os requisitos da universidade para qualificação para bolsa de estudo no exterior. A maioria das instituições têm regras claras para que os candidatos se qualifiquem a concorrer.

 

Um dos fatores mais importantes é normalmente o seu aproveitamento da graduação anterior. Por exemplo, se você fará uma pós, as suas notas da graduação serão avaliadas. Como os sistemas de avaliação são diferentes em outros países, procure converter sua média de aproveitamento para garantir que você se enquadra nos requisitos antes de se inscrever.

 

Uma vez que você escolheu a universidade na qual tentará a bolsa, pesquise sobre os métodos de avaliação no país.

Onde procurar a bolsa de estudo no exterior?

Existem alguns sites que reúnem informações sobre bolsas em diversas universidades. O ideal, no entanto, é escolher a instituição primeiro e verificar como funcionam os programas de bolsas para intercâmbio depois.

 

Se você quer ter uma ideia mais ampla do que esperar antes de escolher, pode consultar listas de bolsa de estudo no exterior disponíveis.

 

A HotCourses é uma dessas listas. O site apresenta um banco de dados completo e sempre atualizado sobre bolsas disponíveis nos países em que atua. Entre as opções, estão Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos, Reino Unido, Suécia e Holanda. O acesso a esse site é gratuito e existe uma versão em português.

 

Outra opção para encontrar sua bolsa de estudo no exterior é o site Scholarships for Development. A iniciativa oferece opções disponíveis especialmente para estudantes de países em desenvolvimento, como o Brasil. Esse site é todo em inglês, mas o acesso também é gratuito. Você pode encontrar aqui muitas oportunidades.

 

Outro ótimo recurso é o Partiu Intercâmbio. Lá você pode refinar a sua busca por país e tipo de curso. O site oferece links e descrições para editais abertos no mundo todo.

Conclusão

Agora, você já tem todas as informações que precisa para se candidatar a uma bolsa de estudo no exterior. Vamos revisar uma lista das coisas que você precisa saber?

 

  1. Defina seus objetivos profissionais para escolher o tipo de formação
  2. Encontre uma universidade no país desejado cujo currículo atenda suas expectativas
  3. Se estiver em dúvida, consulte um banco de dados de bolsa de estudo no exterior para encontrar as opções disponíveis atualmente
  4. Prepare-se para se comunicar exclusivamente no idioma do país escolhido
  5. Verifique se você se enquadra no programa de bolsa de estudo no exterior escolhido
  6. Escreva o seu Personal Statement, ressaltando suas qualidades
  7. Peça para que alguém que confie no seu potencial escreva sua carta de referência
  8. Certifique-se de preparar a documentação de entrada e permanência no país

 

Com preparação e dedicação, o sonho de estudar no exterior se torna possível. A bolsa de estudo no exterior pode ser a ferramenta que você precisa para finalmente conseguir o seu intercâmbio.

 

Não deixe de aproveitar essa oportunidade para inserir-se na cultura do país de destino. Uma das experiências mais ricas do intercâmbio é o conhecimento de sociedades e pessoas diferentes.

 

Se você quer mais dicas sobre estudar no exterior, leia também esses outros artigos do Canal do Ensino:

 

E você, onde pretende fazer o seu intercâmbio? Conte nos comentários onde você pretende conseguir sua bolsa de estudo no exterior e aproveite para perguntar se ficou com alguma dúvida.

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo