Você está aqui:Home » Artigos publicados porJohn Lennon
John Lennon

Número de entradas : 140

Fogo Morto, de José Lins do Rego

Olá, leitor! Publicada em 1943, Fogo Morto é considerada a obra-prima de José Lins do Rego, retratando de maneira única a ascensão e o declínio da produção de cana-de-açúcar no Nordeste e a decadência de uma sociedade que dependia economicamente da atividade canavieira. Fogo Morto também se destaca por ser a última obra publicada no período literário conhecido como Neorrealismo Regionalista dos anos 1930, q ...

Ler mais

Lucíola, de José de Alencar

Olá, leitor! Publicado em 1862, Lucíola é o 5° romance de José de Alencar, marcando a estreia de sua trilogia de perfis femininos, que são Lucíola, Diva e Senhora. Essa série de 3 livros traz personagens femininas diferenciadas para os padrões de romance da época, sendo todas colocadas em situações de pressão psicológica, sofrendo com os preconceitos da sociedade e demonstrando certos ares de antagonismo na ...

Ler mais

Pauliceia Desvairada, de Mário de Andrade

Olá, leitor! O livro Pauliceia Desvairada, de Mário de Andrade, foi publicado pela primeira vez em 1922 e já mostrava características do Modernismo. Nessa obra, o autor faz um rompimento definitivo com o passado da literatura brasileira, trazendo novas possibilidades estéticas para abordar a cidade de São Paulo, que é o tema do livro. Esta é a primeira obra de poemas modernistas do autor, citada por ele na ...

Ler mais

Angústia, de Graciliano Ramos

Olá, leitor! A obra Angústia, de Graciliano Ramos, foi publicada em 1936, época em que o autor estava preso por causa de sua oposição ao governo de Getúlio Vargas. Angústia é um romance muito renomado, sendo um dos livros mais importantes da literatura brasileira. Ganhador do Prêmio Lima Barreto, concedido pela Revista Acadêmica, Graciliano Ramos foi um dos maiores escritores de seu tempo, trazendo simbolog ...

Ler mais

Água Viva, de Clarice Lispector

Olá, leitor! A obra Água viva,  publicada em 1973, foi escrita por Clarice Lispector, que veio a falecer poucos anos após o lançamento do livro. A obra é composta por um texto longo e ficcional, escrito como um monólogo. Essa forma de expressão era muito incomum para a época, já que desestrutura o romance, trazendo histórias e frases que parecem inacabadas. Água vida não tem um enredo tradicional, não é poe ...

Ler mais

Recordações do Escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto

Olá, leitor! Publicada em 1917 em formato de livro definitivo, Recordações do Escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto, é uma obra pré-modernista por causa de seu modo único de retratar a sociedade carioca da época, tanto a elite quanto os mais pobres, misturando uma certa comicidade com ironias e críticas sociais. Isso porque Lima Barreto era muito interessado no corpo social, no indivíduo e nas relações e ...

Ler mais

Poesias, de Olavo Bilac

Olá, leitor! Olavo Bilac foi muito importante para a literatura brasileira devido ao seu desempenho na escola parnasiana, movimento literário que tinha como característica a estrutura rígida e estética dos versos Bilac foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras e foi eleito pela revista Fon-Fon "o príncipe dos poetas". O escritor também ficou conhecido por sua atuação na literatura infantil e pe ...

Ler mais

Espumas Flutuantes, de Castro Alves

Olá, leitor! Castro Alves é visto como o maior poeta social do Romantismo brasileiro. Sua obra lírica mais significativa é Espumas Flutuantes, considerada por muitos uma antecipação do realismo. Contudo, a poesia de Castro Alves mantém forte ligação com a vida do poeta, logo, sua essência é absolutamente romântica. Publicada em 1870, Espumas Flutuantes é uma obra extensa, contendo 54 poemas que abordam tema ...

Ler mais

Gabriela Cravo e Canela, de Jorge Amado

Olá, leitor! Publicado em 1958, Gabriela Cravo e Canela é um romance que pertence à segunda fase do modernismo brasileiro. Essa obra é umas das mais importantes de Jorge Amado, devidamente por ser um livro que marca a mudança da produção literária do autor, que a partir desse romance passou a tecer críticas à sociedade da época, juntando a isso o regionalismo e uma minuciosa caracterização dos personagens. ...

Ler mais

O Alienista, de Machado de Assis

O Alienista, de Machado de Assis, é um conto/novela dividido em 13 capítulos, que foi publicado originalmente em 1882, chegando a ser considerado uma história clássica e sagaz sobre o debate acerca da frágil fronteira que separa a racionalidade da loucura. Machado de Assis é o autor de “O Alienista”, que é sua primeira obra realista, a obra divide as opiniões dos críticos, uns a considera um conto e outros ...

Ler mais

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo