Você está aqui:Home » Livros Grátis » Legislação e Jurídico » Advocacia: guia completo de carreira e curso

Advocacia: guia completo de carreira e curso

Olá, leitor!

Você é um ótimo estudante das leis?

É um grande apreciador da área de Direito?

Tem o sonho de se tornar advogado?

Sabe qual caminho seguir depois de se formar?

Nós do Canal do Ensino fomos em busca de informações em Direito, para ajudar você a esclarecer suas dúvidas e continuar com seus planos.

Antes de mais nada, é importante saber que, quem escolhe seguir carreira na área de Direito tem que gostar de defender o ser humano, tem que ser justo e ético.

Através desse artigo vamos lhe mostrar o caminho a percorrer para se tornar um profissional qualificado da área. Um guia completo de carreira e curso da Advocacia.

O Vestibular, a prova da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e os próximos passos para não ter mais dúvidas sobre sua trajetória e se está disposto a ir em busca da realização desse objetivo de vida.

Não perca mais tempo e comece agora, com a leitura desse artigo, a planejar sua carreira como profissional de advocacia.

Confira a seguir importantes informações!

A Faculdade

direito

Pra ser advogado, antes de mais nada deve fazer faculdade reconhecida pelo MEC de bacharel em Direito seguido do exame da OAB.

Ainda durante o curso você terá oportunidade de decidir se quer mesmo ser advogado, pois o mesmo abre um leque de opções.

Segue algumas dessas opções:

  • Juiz – A autoridade pública que tem o dever de julgar os interesses (de natureza civil ou criminal) submetidos a sua apreciação.
  • Procurador – No âmbito estatal pode atuar junto aos Ministérios Públicos da União e do Estado como os Procuradores de Justiça, da República, do Tribunal de Contas da União, do tribunal de contas estaduais.
  • Delegado – Civil (o responsável por dirigir a Policia Civil dos estados com a função de presidir o inquérito policial) ou Federal (preside investigações e chefia o combate a crimes contra a União, suas autarquias e empresas públicas).
  • Promotor – O Promotor de Justiça, tem a função de acusar alguém suspeito de contrariar a lei em um julgamento criminal, ou defender os interesses coletivos da sociedade, individuais indisponíveis ou de incapazes.
  • Auditor–  Auditor Fiscal da Receita Federal – não é um cargo exclusivo para quem tem formação em Direito, mas devido a carga de conhecimento necessário sobre Direito Tributário, além do administrativo, constitucional e outros, costuma ser mais procurado por quem é da área.

Durante o curso você terá contato com as disciplinas de Humanas como: Sociologia, Filosofia, Economia e matérias específicas da área de Direito como: Direito Penal, Cível, Trabalhista, Eleitoral ente outros.

Desde o início do curso tem acesso aos termos da linguagem mais usados pelos juristas, as leis propriamente ditas e suas interpretações. Ou seja, a parte teórica.

Durante o período de 4 anos, em média, terá as condições de definir suas escolhas na área Jurídica. Ao final, fará estágio (procure escolher o que lhe ofereça oportunidade de trabalhar num caso, ter contato com o cliente) e o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

Decidido pelo caminho da Advocacia, precisará passar primeiro no Exame da Ordem.

Prova OAB

Para o bacharel em direito ter sua carteira de Advogados do Brasil, deverá fazer o Exame da OAB. São realizados três exames por ano.

Cada exame é composto por duas provas: uma de 80 questões objetivas e outra de cunho “prático-profissional”: uma peça profissional e 4 questões discursivas.

Atualmente é aplicado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Só depois de aprovado no exame e com a carteira de advogado poderá atuar.

Segundo o especialista Ricardo Orsini (Gestor de Negócios para Advogados) o advogado de hoje deve ser um empreendedor.

Começar a se preparar assim que tiver decidido a seguir essa carreira fazendo um planejamento com metas e objetivos definidos.

Planejamento

Como dissemos anteriormente, assim que decidir pela profissão de advogado, ainda que não tenha se formado, defina qual será seu objetivo como profissional, faça metas e tenha foco.

  • Tenha em mente que desafios terá que enfrentar, esteja preparado para eles.
  • Conheça os principais advogados do Brasil e do mundo, se possível converse com pelo menos algum deles – sempre focando no trabalho que pretende seguir – como ele trabalha, como construiu sua carreira, quais desafios enfrentou.
  • Participe de experiências práticas: eventos jurídicos voltados aos advogados, Escritório Modelo, Estágio, aprenda sobre empreendedorismo jurídico e construa um modelo de negócios que pretende trabalhar.
  • Lembre-se de aliar seus sonhos à realidade: por mais nobres que sejam seus objetivos, é sua profissão, sua renda.
  • Crie sua marca pessoal, faça o seu melhor, honestamente, para essa ser sua marca registrada.
  • Desenvolva suas habilidades tecnológicas: aprenda e use aplicativos, ferramentas da internet, mídias sociais, tudo que ajude a melhorar a qualidade de seu atendimento, sua apresentação no mercado e sua evolução profissional.
  • Continue aprendendo: Mesmo depois de se formar, além das atualizações das leis, deverá estudar principalmente assuntos relacionados aos negócios e empreendedorismo como: gestão (financeira, administrativa, de pessoas, comercial) e marketing (digital, jurídico).

A Carreira

Grande parte dos advogados iniciantes ou estudantes que ainda estão se formando, quando questionados sobre seus planos em relação a carreira, dizem que pretendem montar um escritório, escolhem uma área de atuação e definem quais tipos de causas irão defender.

Especialistas afirmam que essa visão de trabalho do advogado não é suficiente, já que existe vasta concorrência nesse caso – existem muitos profissionais agindo da mesma maneira.

É necessário então planejar melhor sua carreira e ser mais empreendedor: ao invés de focar na sua área, começar avaliando as perspectivas de mercado, suas habilidades e competências.

Comece se enxergando como uma pessoa de negócios, pois essa é uma imposição do mercado.

Só então, depois dessa etapa, escolha qual será seu ramo jurídico:

  • especialização em áreas jurídica;
  • atendimento focado no cliente – de acordo com a demanda;
  • departamento jurídico terceirizado;
  • escritório virtual;
  • entre outros.

Em todos os casos o advogado moderno além do empreendedorismo e conhecimento sobre negócios, deve focar na qualidade e na satisfação do cliente. Para se firmar no mercado, precisa trabalhar com ética e competência para que os clientes associem seu nome a esse comportamento.

Mercado de trabalho

Atualmente o mercado de advocacia está mais concorrido porém, sempre haverá espaço ao profissional mais qualificado e ciente dos novos ramos da área de Direito. Alguns aspectos em que o advogado em ascensão poderá investir:

  • Direito digital – A relação do Direito com a Informática, regularizando e fiscalizando o material difundido na internet torna cada vez mais necessária a atuação do profissional capacitado, frente também às empresas que surgem no mundo virtual.
  • Biodireito – O avanço na biomedicina e na biotecnologia exige novas regras e legislações para que não ultrapasse a linha ética. O profissional da área de direito qualificado será sempre solicitado nessa questão.
  • Compliance  (conformidade) – Com as denúncias envolvendo empresas e políticas em casos de corrupção, cresce cada vez mais a procura por serviços de advocacia especializado para verificação e adequação às leis.
  • Direito Ambiental – Com as necessidades de adequação aos novos parâmetros do meio ambiente sustentável, o profissional especializado no assunto passa a ter grande procura não só pelas empresas mas pela sociedade em geral.

>> Confira opções de Bolsas de Estudo para curso de Direito

Dicas Importantes

 Para complementar a construção de seu projeto de carreira, segue algumas dicas que se aplicam a todos profissionais: não só a você que pretende ser um grande advogado.

  • Seja ético. Embora seja matéria conhecida pelos apreciadores de Direito, sempre é bom lembrar de sua importância principalmente diante de casos atuais que poderiam ter sido evitados se houvesse ética.
  • Estude sempre. O estudante de Direito sabe da necessidade de observar as atualizações da legislação brasileira, no entanto precisa estar atento também às mudanças no campo da política, economia, tecnologia e ciências. Qualquer um desses pode interferir na sua atuação profissional.
  • Procure a excelência de seus serviços. Para conquistar seu espaço, precisa fazer um bom trabalho. Você é o grande responsável pela construção de uma carreira de sucesso. Tem que prestar um ótimo atendimento ao cliente com respostas rápidas, empatia, oferecer o seu melhor.
  • Não desista nunca. Todas as profissões tem suas dificuldades. O melhor profissional é o que consegue superar esses desafios, refazendo seus planos, reafirmando seu objetivo.

Todos esses aspectos citados, foram baseados em pesquisas com profissionais do Direito, advogados e consultores.

Muitas páginas tratam do mercado difícil para o advogado comum atualmente. Na quantidade de faculdades com cursos de Direito mas nem todas de boa qualidade.

Outras focam no crescimento da busca pela formação acadêmica. No entanto, poucos sites oferecem alternativas focando nas novas especialidades.

Por esse motivo, você que pretende ser um excelente profissional, deve saber onde procurar informações para se atualizar.

Não fique só no site de busca. Pesquise em sites oficiais atualizações das leis e acima de tudo leia os livros, físicos ou virtuais.

Faça também cursos de especialização, línguas, MBA (Master Of Business Administration – pós-graduação destinado a administradores e executores da área de gestão de empresas).

Todo conhecimento que puder adquirir para ampliar sua atividade na área da advocacia é válida.

Esperamos que tenha gostado dessas informações, onde, procuramos esclarecer as principais dúvidas e trazer novidades sobre o assunto que poderão influenciar de maneira positiva em sua jornada rumo ao sucesso profissional.

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo