Você está aqui:Home » Olimpíadas Rio 2016 » A relação entre Olimpíadas e Barão de Coubertin

A relação entre Olimpíadas e Barão de Coubertin

O Barão de Coubertin é uma das principais personalidades dos Jogos Olímpicos, já que foi o grande responsável por recriar a competição

Olá, pessoal!

Nascido em Paris, em 1863, Pierre de Coubertin entrou para a história do esporte e do mundo quando decidiu dar continuidade a uma tradição e instituir os Jogos Olímpicos Modernos. Conhecido também como Barão de Coubertin, ele que era filho de artistas e aristocratas, estudou arte, filosofia e direito na Sorbonne, mas tinha seu real interesse voltados para a educação e, principalmente, para o esporte.

Conhecido mundialmente pelos estudos relacionados à importância da educação física para a educação e para a sociedade, ainda na década de 1880 publicou uma série de artigos e relatos defendendo a importância de jogos amadores para a formação do caráter das pessoas. Nesse período, inclusive, fundou a “União dos Esportes Atléticos”, o primeiro passo para a situação grandiosa que ainda promoveria na vida.

Alguns anos mais tarde, ainda encantado pelo tema, organizou um congresso na Sorbonne e propôs a restauração das Olimpíadas da Grécia, que resultou na criação do Comitê Olímpico Internacional (COI). Na ocasião, decidiu-se que as primeiras Olimpíadas seriam realizadas em Atenas e sempre a cada quatro anos. Em 1896, treze nações disputaram a competição, sendo que os jogos seguintes foram realizados em Paris, em 1900.

Em 1913, ele criou a bandeira olímpica e desde então, diversos outros símbolos das olimpíadas que conhecemos hoje em dia surgiram. Coubertin foi um defensor dos jogos e do esporte até o fim de sua vida. Depois de anos de trabalho, morreu vítima de um ataque cardíaco, em um parque em Genebra.

Quando recriou os Jogos, disse em depoimentos, entrevistas e artigos que acreditava não se tratar apenas de uma competição de curto prazo e muito menos local. Para ele, tratava-se de algo universal e duradouro. Atualmente, os Jogos Olímpicos é o maior evento esportivo do mundo e, em pleno 2016, ainda instituem e pregam o respeito, a amizade e, principalmente, a união entre os povos.

Medalha Pierre de Coubertin

O COI confere aos atletas que demonstram o verdadeiro espírito olímpico durante as Olimpíadas a medalha Pierre de Coubertin. Até esse ano, apenas 17 pessoas foram condecoradas com essa premiação que, para muitos, vale muito mais que o ouro olímpico.

Na Rio 2016, inclusive, uma atleta neozelandesa recebeu a honraria após ajudar uma colega. O caso aconteceu nas eliminatórias dos 5 mil metros, quando a atletas Nikki Hamblin, da Nova Zelândia parou para ajudar Abbey D’Agostino, dos Estados Unidos.

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo