Você está aqui:Home » Enem » 9 dicas para evitar os erros mais comuns na redação do Enem

9 dicas para evitar os erros mais comuns na redação do Enem

Olá vestibulandos!

O conceito de “boa redação” não é relacionado a um ou outro erro gramatical. A boa redação precisa demonstrar entendimento do tema apresentado, apresentar uma proposta ética e inovadora de intervenção na situação problema, ter dois ou três fortes argumentos que construam a argumentação de forma evolutiva, com introdução, parágrafos de argumentos que associam esses entre si, ao problema e à solução que será apresentada e uma conclusão que deixe clara a proposta inovadora de resolução de situação problema.

Diversos pontos devem ser observados, e manter a calma para atender a todas as exigências dos corretores é difícil. A seguir selecionamos 9 erros mais cometidos pelos vestibulando na prova de redação do Enem. Confira!



1 – Haver
Muitos erros estão relacionados com o verbo “haver”. Dificilmente os candidatos acertam o emprego desse verbo, já que sabem que os verbos concordam com o núcleo do sujeito de uma frase. Contudo, ressalta a professora, na língua portuguesa, sempre existem exceções.

2 – Onde
É um erro comum usar “onde” para se referir a não-lugares. Os candidatos costumam jogar o pronome relativo onde em tudo o que é lugar. Porém, cuidado! Onde só retoma lugar”. Caso o aluno queira retomar um nome que não é um lugar concreto, o correto é usar “em que”, “no qual”, “nos quais”, “na qual” ou “nas quais”.

3 – Pronomes demonstrativos
É recorrente a confusão entre pronomes demonstrativos como “este”, “esse” e “aquele”. Essas são formas usadas para retomar ou anunciar nomes que utilizamos ou utilizaremos. Servem para não ficarmos repetindo sempre a mesma palavra.

4 – Concordância
O candidato costuma fazer a concordância do verbo com a palavra que vem imediatamente antes dele. A dica para fugir desse erro é lembrar que o verbo concorda com o núcleo do sujeito.

5 – Pleonasmo
O conselho é ter cuidado com textos cheios de palavras repetidas e ideias que chegam a um mesmo ponto: Quanto mais repetidas forem as ideias, mais claro fica que o candidato não tem conhecimento suficiente para escrever um bom texto.

6 – Pontuação
As pessoas costumam colocar vírgula quando lhes falta ar, quando precisam de uma pausa para respirar. Contudo, a vírgula é uma questão sintática e não de entoação.

7 – Coloquialismo
Esse é um dos principais erros nas redações. Muitos alunos fazem uso de gírias ou expressões que usam no dia a dia, mas essas não devem ser empregadas, visto que tornam o texto muito informal. Deve-se substituí-las pela norma culta.

8 – Uso da primeira pessoa do singular
O uso do “eu” nas provas é um erro constante. Quando os candidatos se identificam com o tema, eles parecem se empolgar e começam a escrever suas experiências relativas ao assunto. Nesses casos, vale lembrar que a redação do Enem é do gênero dissertativo-argumentativo, no qual predomina a impessoalidade, e é aceitável, no máximo, a primeira pessoa do plural, nós, que marca a coletividade, ou seja, que aquele pensamento é compartilhado por um grupo.

9 – Clichês e generalizações
Clichês, frases prontas e provérbios devem ser evitados, porque mostram ao corretor falta de originalidade do candidato para expor suas opiniões.

Bom estudo e boa prova!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo