Você está aqui:Home » Enem » 9 dicas para a redação do Enem

9 dicas para a redação do Enem

Confira nossas dicas de redação para os estudantes se prepararem para o Exame Nacional do Ensino Médio ou quaisquer outros vestibulares 

Olá, leitores!

A dissertação, sem dúvidas, é responsável por grande parte da nota dos vestibulares das universidades, como também, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Existem algumas dicas e regras básicas e exigidas para se elaborar um bom texto, contudo, não é todo mundo que conhece tais normas de produção de texto, mesmo que devessem conhecer.

Ao pensar nisso, buscamos as melhores forma e meios para se treinar a escrita e conseguir uma grande melhora ao redigirem textos dissertativos de opinião.

Grande parte dos estudantes temem essa fase escrita da prova, por isso, preparamos as seguintes dicas para todos aqueles que querem mandar muito bem na redação na hora de se fazer qualquer prova ou vestibular:

1 – Leia bastante

Por mais que possa se parecer óbvio, essa é a primeira dica de todas: a leitura.

A leitura é importante em vários aspectos da nossa vida e no aprendizado, disso não há dúvidas, contudo, quando se trata de produção textual, a leitura pode fazer verdadeiros milagres com a nossa forma de escrita.

Ao lermos, aprendemos como expor melhor nossas ideias e argumentos de uma forma mais clara e objetiva. Em resumo, ler pode melhorar a forma como você se expressa através da palavra.

Nesse caso específico, a leitura que aconselhamos é a de outras dissertações do Enem, por exemplo.

Pegue as redações espalhadas pela internet, aquelas que receberam pontuação máxima, leia seus conteúdos e tente entender os aspectos daquele texto, tente encontrar os pontos altos dos textos e atente-se a forma como são escritos.

2 – Treine a redação

Após ler várias redações, comece a treinar a sua escrita. Essa segunda fase é fundamental, é como aquele velho, mas verdadeiro clichê: a prática leva a perfeição.

Ao treinar a escrita o estudante estará mais preparado na hora desenvolver a dissertação. Boa parte do tempo perdido quando o candidato está diante a produção textual é começar a escrever, achar um ponto para o início da escrita.

Ao treinar sua produção textual, vocês terão maior facilidade na hora de começar a escrever e expor suas ideias no papel.

Ouro fator importante nessa etapa é variar as temáticas dos textos, por exemplo, como as provas apresentam temas surpresas, escolha diversos temas aleatórios para produzir os seus textos.

Escolha diversos temas diferentes e escreva sobre ele, essa é a melhor maneira de estar preparado para escrever sobre diversos assuntos diferentes.

3 – Atente-se ao esquema de construção de texto

Na produção de texto existe uma regra estrutural que se aplica a quase todos os casos da redação: o começo, o meio e o fim.

Em tudo o que produzimos como texto, temos que dar um sentido. Por exemplo, na literatura, toda história deve conter começo, meio e fim, ou seja, a história precisa ser iniciada, desenvolvida e terminada.

Quando se trata de um texto dissertativo, é a mesma coisa, ou seja, você precisa começar o texto com a ideia ou problemática logo no primeiro parágrafo, nos três parágrafos do meio você pode escrever todas as suas ideias sobre o assunto, no último parágrafo você conclui com a solução do problema.

Pode parecer complicado, mas não é, digamos que uma redação estruturada dessa forma é a ideal para uma dissertação de 30 linhas, então vocês também podem dividir da seguinte maneira: 5 linhas para o começo, 20 linhas para o desenvolvimento e 5 linhas para a conclusão.

4 – Utilize a coesão e a coerência

O que seriam esses elementos de coesão e coerência?

Coesão refere-se aos elementos de conexão, ligação e harmonia de um texto, ou seja, esses elementos determinam a transição de ideias entre as frases e os parágrafos do texto.

Alguns elementos de coesão são: porque, portanto, contudo, porém, mas, todavia, entretanto, desde já etc.

Coerência refere-se aos elementos que dão sentido ao texto, é estruturar suas ideias de uma maneira que seja compreensível e clara a mensagem passada através do texto.

A coerência textual é a relação lógica entra as ideias do texto e os conhecimentos da pessoa que escreve, ou seja, um texto coerente é aquele que é possível estabelecer um sentido lógico na mensagem enviada pelo produtor ao receptor.

5 – Atente-se à ortografia

A ortografia é outra coisa importante para se escrever uma boa dissertação, nesse sentido, a leitura também é de extrema importância.

Além de expandir o vocabulário, ela também ajuda a memorizarmos as palavras e não cometermos erros gramaticais.

Além disso, é importante também estudar um pouco de gramática para fugir de erros ortográficos mais comuns, como crase, conjugação verbal, acentuação etc.

6 – Mantenha-se atualizado

Os temas das redações do ENEM e de quase todos os vestibulares do país são relacionados a atualidades, ou seja, na maioria das vezes, o tema refere-se a alguma notícia sobre alguma coisa que está na mídia.

Seja a crise financeira, seja as Olimpíadas ou seja sobre o impeachment, não importa o tema, o candidato deve se preparar para todas as possibilidades, por isso, sempre é bom assistir noticiários, ler jornais e estar a par dos principais assuntos relacionados ao país.

7 – Faça rascunho

folha-e-caneta

O rascunho de uma produção textual é importante por proporcionar um treino antes de executar o texto final. Algumas pessoas escrevem a redação direto, sem utilizar do rascunho, e isso é um erro.

Nele podemos expor nossas ideias e argumentos e criar um texto que poderá ser melhorado através da leitura. Assim, os candidatos podem cortar acrescentar e modificar algumas partes e tornar o texto muito mais atrativo.

8 – Utilize-se de referências, expressões ou citações

Um texto com boas referências, expressões cabíveis e citações famosas podem dar uma melhorada em alguns casos. Ao mostrar seu conhecimento de mundo e de outras áreas, o candidato pode sim ganhar pontos.

Grande parte das citações utilizadas são de filósofos e escritores, mas pode ser utilizada qualquer citação de algum teórico importante, desde que não seja de uma forma exagerada e que a citação seja coerente e relacionado ao texto e a sua temática principal.

9 – Releia

Outra dica importante é reler a sua dissertação três ou quatro vezes, por isso, após terminar o rascunho o releia até poder melhorá-lo.

É importante essas leituras para conseguirmos “enxugar” o texto, melhorar palavras, escolher palavras que se encaixem melhor em alguns trechos, etc.

Um texto fica cada vez melhor a cada leitura e reformulação que seja possível ser feita, alguns pontos podem ser percebidos e consertados após releituras.

Ás vezes, são necessárias mais que duas leituras para se encontrar alguns pontos que podem ser melhoradas.

Esperamos tê-los ajudado, bons estudos e até a próxima!

comentários (1)

Deixe um comentário para Nazare silva

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo