Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Empregos » 8 Mentiras mais comuns na entrevista de emprego

8 Mentiras mais comuns na entrevista de emprego

Olá, leitor!

Você já considerou mentir em uma entrevista de emprego para aumentar as suas chances de conseguir a vaga?

Saiba que mentir na entrevista de emprego não é uma solução! Os entrevistadores estão muito acostumados com as mentiras mais frequentes, e detectam elas com facilidade. Mentir tem muito mais chances de prejudicar seu desempenho do que ajudar.

E mesmo se a mentira não for pega na entrevista e você for contratado, ela pode ocasionar uma demissão por justa causa no futuro.

A sua reputação profissional é um recurso valioso na sua carreira. Arriscar manchar sua imagem com mentiras na entrevista de emprego é extremamente prejudicial.

O candidato deve lembrar-se que a informação atualmente se espalhe muito rápido, graças à internet. A mentira em um processo seletivo pode acarretar em problemas por um bom tempo.

A seguir, você encontra mais informações sobre as 8 mentiras mais comuns em entrevistas de emprego. Principalmente, descobrirá como elas podem prejudicar suas chances e o que fazer para se destacar sem precisar apelar para as mentiras. Basta continuar lendo para aprender!

O que é considerado uma mentira na entrevista de emprego?

entrevista_de_emprego_

Se você está acostumado com processos seletivos, sabe muito bem que existem regras não escritas sobre o que se pode falar e o que se deve deixar de lado. É claro, você deve destacar suas qualidades e deixar determinadas perguntas, informações ou comentários para lá.

Mas quais comportamentos fogem da simples etiqueta profissional e podem ser considerados mentiras?

Em geral, os maiores problemas em entrevistas de emprego são causadas pelas mentiras referentes a habilidades, competências e formação. São fatores que podem ser facilmente verificados, e por mais que o candidato acredite que a empresa não se dará ao trabalho, são os motivos mais frequentes de problemas.

Além disso, mentir sobre experiências anteriores, motivos de demissão, sobre suas fraquezas e pontos fortes, também é extremamente mal visto.

A sinceridade cativa

Você pode se considerar um ótimo mentiroso, mas saiba que a autenticidade é uma característica fácil de perceber e capaz de cativar instantaneamente. Ser sincero nas entrevistas de emprego não significa, necessariamente, não procurar se destacar.

É possível ressaltar suas qualidades e apresentar seus pontos fracos sem deixar de se vender como um bom profissional. Basta aprender a adaptar o seu discurso. Na dúvida, a recomendação é ser sincero.

Veja um bom exemplo de como a forma que você fala algo pode mudar a perspectiva do entrevistador sobre suas dificuldades:

  • “Prefiro não trabalhar em equipe, outras pessoas fazem tudo errado”: essa frase denota egocentrismo e resistência para a adaptação.
  • “Estou ciente de que tenho dificuldades para trabalhar em equipe. Estou buscando melhorar esse traço nessa nova experiência. Tenho também lido alguns textos sobre o assunto para me ajudar nessa mudança.” Nessa frase, você falou sobre o mesmo defeito, de forma muito mais construtiva.

Tenha em mente que não é necessário ser perfeito nas entrevistas de emprego. Você precisa apenas saber a melhor forma de se apresentar. Como se comportar em uma entrevista de emprego no geral é um assunto extenso, que merece sua atenção.

Lembre-se que aqui no Canal do Ensino sempre postamos dicas e artigos sobre como se portar e se destacar. Abuse dessas dicas para não precisar recorrer à mentira!

As mentiras mais comuns na entrevista de emprego

Agora você já sabe como é importante ser sincero na entrevista de emprego. A seguir, você encontra uma lista com as mentiras mais comuns, e por que elas podem te prejudicar muito.

É interessante ter em mente que como essas situações são extremamente frequentes para entrevistadores que conversam com dezenas de candidatos por dia, é muito fácil para eles dizerem se alguém está ou não mentindo sobre isso. Esse é mais um motivo para ser sincero no seu processo seletivo.

Confira as 8 mentiras mais comuns na entrevista de emprego e não caia nessa armadilha!

1 – Nível do Idioma

É extremamente comum que candidatos mintam no currículo sobre o nível de conhecimento em outros idiomas, em especial o inglês. No entanto, é preciso ter em mente que essa é uma informação facilmente verificável. Se seu currículo diz que você fala inglês fluentemente, você certamente pode contar com uma entrevista bilingue.

O candidato que mente sobre o seu nível de idioma normalmente é pego na mentira imediatamente. A situação certamente será constrangedora, além de te eliminar como candidato. Acredite, é muito mais grave mentir na entrevista do que ainda estar aprendendo inglês.

2 – Motivo da demissão em experiências anteriores

Dizer que foi demitido quando perguntado sobre o motivo de saída do emprego anterior pode ser constrangedor. Mas é melhor falar a verdade, já que essa é outra mentira facilmente descoberta. Com apenas uma ligação é possível descobrir a situação real.

É claro, você não precisa dar detalhes se a demissão incluiu alguma situação desagradável. Em épocas de crise, os cortes nas empresas são frequentes. Basta, então, dizer que foi desligado da empresa.

E os especialistas alertam: justamente pela época de crise que atravessamos, não cola dizer que saiu de uma empresa em busca de novos desafios. Pessoas procurando melhores planos de carreira normalmente ainda estão empregadas durante a nova entrevista.

3 – Período de permanência nos empregos anteriores

Aumentar o período trabalhado na empresa anterior é uma prática muito comum. No entanto, essa informação pode ser verificada tanto com um simples telefonema quanto na sua própria carteira de trabalho.

Mesmo em situações onde você possui diversos registros curtos de experiências, o melhor é ser sincero. Existem muitas outras características que podem te ajudar a se destacar e suavizar o peso desse problema.

4 – Cargo e atividades desempenhadas

Exagerar a responsabilidade exigida pelo último cargo ocupado e as atividades desempenhadas na empresa também é uma mentira bastante frequente. Embora não seja tão fácil verificar essa informação imediatamente, você precisa ter em mente que as atividades descritas poderão ser cobradas de você no novo cargo.

Como você disse que já fazia isso, não será oferecido nenhum tipo de treinamento ou preparo. Você pode acabar com uma demissão por justa causa no seu histórico por isso.

5 – Competências e habilidades

Falar que é um ótimo líder, que trabalha muito bem em equipe e que é autodidata pode impressionar muito em uma entrevista de emprego. No entanto, quando você começar a trabalhar, essas habilidades serão cobradas de você. Assim como mentir sobre cargos e responsabilidades anteriores, se você for descoberto na mentira, pode ser demitido por justa causa.

6 – Formação e certificados

Inventar formações, cursos e certificados é uma mentira extremamente arriscada. Por incrível que pareça, no entanto, é bem comum. O problema é que a maioria das empresas exigirá documentos que comprovam essas informações.

Falhar em apresentar esses comprovantes pode ocasionar a demissão por justa causa, além de manchar sua reputação de maneira quase irreparável.

Muitas oportunidades futuras podem ser perdidas devido a esse tipo de mentira. Em determinadas profissões, você poderá até mesmo sofrer um processo judicial por exercício ilegal. Os certificados falsificados também são um problema frequente e uma mentira extremamente arriscada.

7 – Cartas de referência

A carta de referência é um documento que pode abrir muitas portas. Claro, quando trata-se de um documento real. Se passar por um superior ou professor para escrever cartas de referência pode causar problemas.

Com uma ligação, é possível verificar a validade do documento. Por isso, não caia nessa armadilha. Se você tem dúvidas sobre como solicitar esse documento, pode ler esse outro artigo do Canal do Ensino.

8 – Características pessoais

Hoje em dia, é comum que o entrevistador queira conhecer um pouco melhor o perfil dos candidatos. Normalmente, você precisará falar sobre seus defeitos, qualidades e hobbies. As mentiras sobre essas características são frequentes. Mas não esqueça: a maioria das pessoas tem boa parte das suas vidas expostas em redes sociais.

Verificar seus hobbies, comportamento e círculo social pode ser muito fácil. Portanto, preferira a sinceridade. Basta saber como se apresentar.

Conclusão

Mentir em uma entrevista de emprego fará muito mais mal do que bem. De forma geral, as informações que você fornece são muito facilmente verificadas. Caso a empresa te contrate e descubra uma mentira desse tipo, você pode acabar com uma demissão por justa causa e uma reputação manchada.

Vivemos em uma época onde as informações estão amplamente disponíveis para todos. É fácil ficar com a má fama de mentiroso e acabar tendo dificuldades em todas as suas experiências futuras. De forma geral, mentir na entrevista de emprego não vale a pena.

A sinceridade e autenticidade são identificados com rapidez pelos entrevistadores, e extremamente cativantes. Muitos processos seletivos já desconfiam dos candidatos “perfeitos”, preferindo contratar aqueles que são sinceros sobre suas falhas e experiências.

Quer saber mais sobre como se dar bem em uma entrevista de emprego? Leia esses outros artigos do Canal do Ensino:

E você, que mentiras acha que as pessoas mais contam nas entrevistas de emprego? Deixe sua opinião nos comentários e não esqueça de perguntar se ficou com alguma dúvida!

Até mais!

comentários (1)

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo